1. Arquivos
  2. Eleições 2010

Absurdo: TSE dá direito de resposta ao PT

24 de julho de 2010 - 14:10:56

O site Mobiliza PSDB foi condenado a manter por dez dias(!) a veiculação da resposta a ser produzida pelo PT sobre as acusações de Índio da Costa de que possuem relações com as Farc e com o narcotráfico. A pena normal é de seis dias, mas foi aumentada – pasme, leitor – por conta de acusação semelhante feita em… 2002!

No plano normal de uma justiça “ajuizada”, a não ser por mera calúnia, acusações de tal importância, produzidas pelo principal grupo de oposição, deveriam suscitar a investigação tendente a cassar a candidatura do partido acusado, caso comprovadas. No mínimo, a justiça deve deixar as acusações políticas seguirem o rumo do juízo político. Isto significa dizer que uma denúncia pode não ser suficientemente forte no plano judicial, mas pode conter indícios suficientes para convencer a opinião pública.

Com o decreto judicial, o TSE, na prática, está a dizer que os fatos não existem, quando na verdade assomam-se enormemente.

Afinal, é direito proibir aos candidatos que façam acusações contra seus adversários? Pois não afirma a Constituição, em diversos artigos, que os partidos políticos são os principais representantes de nossa democracia? O que devemos esperar? Que um diga que vai construir uma ponte e o outro, um hospital? É isto o que devemos entender por “debate de alto nível”? Dirigir os discursos?

O Sr Índio da Costa tem feito muito bem. As notícias recentes informam que não recuou um milímetro de sua postura, o que pode nos revelar a ascensão de um novo líder nacional. Até mesmo Serra já está (um pouquinho) mais ofensivo; de início, andou balbuciando, dizendo que não era bem assim, quase justificando a relação PT/FARC ao mencionar ridiculamente que a ligação do partido de Lula e da Dilma é só com aquela entidade narcoterrorista e não com o narcotráfico, como se uma coisa pudesse logicamente se separar da outra, mas agora já está pegando, aos poucos, o vácuo do jovem político, e admitindo o que já se tem por amplamente sabido. Pelas leis da física, o esperado é que “serra” faça sombra ao “índio”, mas estamos a ver que, no plano político, é o Índio que tem feito sombra a Serra.

 

{slide=Artigos Relacionados}{loadposition insidecontent}{/slide}

{slide=Artigos do Mesmo Autor}{loadposition insidecontent2}{/slide}