1. Arquivos
  2. Movimento Revolucionário

ALBA, sindicato de presidentes revolucionários

12 de outubro de 2009 - 19:46:16

Em 19 de abril de 2006, a Bolívia somou-se ao grupo a partir do Tratado de Comércio com os Povos, termo que foi acrescentado ao nome oficial do bloco, resultado na sigla ALBA-TCP, atualmente composta por nove países: Venezuela, Cuba, Honduras, Bolívia, Nicarágua, Dominica, Equador, Antigua e Barbados, e São Vicente e Granadina.

Recentemente o presidente Evo Morales afirmou que a ALBA-TCP é um “sindicato de presidentes revolucionários que lutam contra o imperialismo e sua libertação”.

Segundo Morales, os governantes cujos países integram a ALBA-TCP, “nos organizamos como um sindicato, composição definida anti-imperialista.

Na ocasião Evo Morales anunciou que pelo menos oito presidentes de países que formam a ALBA estarão reunidos entre 16 e 17 de outubro em uma reunião na cidade de Cochabamba, “a fim de fortalecer a luta contra a pobreza de seus povos”.

{slide=Artigos Relacionados}{loadposition insidecontent}{/slide}

{slide=Artigos do Mesmo Autor}{loadposition insidecontent2}{/slide}