1. Arquivos
  2. Outros

Congresso Em Foco apela contra evangélicos e católicos

1 de dezembro de 2009 - 5:17:17

Picaretagem chamada “Marcha para Jesus”.

Jesus: Nome maldito?

Nenhum holocausto e nenhuma calamidade humana .

Têm uns que dissimulam ataques epiléticos, enrolam a língua e atribuem o “idioma” ao Espírito Santo. Só falam português claro na hora de enfiar a mão na carteira dos incautos. Inacreditável. E têm aqueles que usam cintos e sapatos brancos, que se dizem ex-pais de santo convertidos à palavra do Senhor. Sem falar nas versões pagode, rap, axé e o diabo a quatro que desfilaram na Marcha para Jesus. Que tristeza. Cadê o Ministério Público?

Igrejas, estádios de futebol, praças, ex-cinemas lotados. A “bispa” Sônia Hernandez e o seu marido, o “apóstolo Estevam”, são a síntese de todos eles.

Maldita bíblia que parece que foi escrita para ser mal interpretada.

E o pior de tudo: eles [os evangélicos] enfeiam suas mulheres, as destituem de tesão e as transformam em urubus encalacrados – extirpam o clitóris de suas almas submissas. Põem suas filhas para estudar nas Unibans da vida. O Jesus deles caminha sobre um mar de merda…

FRAUDE! Taí a lógica escarrada dos neopentecostais. Embora o Sudário seja uma relíquia (leia-se picaretagem católica), a engrenagem da trapaça é a mesma.

Em 20 séculos, repito, jamais as palavras de Jesus Cristo foi tão vilipendiada, jamais o filho de Maria foi tão filho da puta.

É bem fácil cuspir nos cristãos e em Jesus, pois os cristãos são muito tolerantes. Prova disso é que Mirisola e CongressoEmFoco não serão linchados nem sofrerão um ataque a bomba por suas palavras de baixíssimo nível moral contra evangélicos e católicos.

CongressoEmFoco tem toda liberdade de criticar quem quer que seja. Eu, como evangélico, também não apóio o mau testemunho do casal Hernandez e do Bispo Macedo e os critico em meu humilde blog. Mas nem por isso xingo os participantes da Marcha para Jesus, nem xingo Jesus. Aliás, penso que a Marcha para Jesus – tirando a presença de Marta Suplicy e outros políticos imundos – é um evento necessário para glorificar o nome de Jesus. Eu também não xingo , nem Macedo, porque pessoas educadas sabem criticar sem apelar para a latrina.

Seria muito interessante ver o “destemido” Marisola defecar palavrões nos maometanos e em Maomé. Ou então que ele defecasse nos comunistas de Cuba ou em Fidel Castro. E quem acha que ele teria coragem de incomodar gente que sabe responder à altura?

Mergulhar o cérebro e a língua no vaso sanitário para atacar os cristãos é comportamento típico de Maria-mole sem criatividade.

No entanto, declarar que “nenhum holocausto poderia ser comparado à lavagem cerebral praticada hoje em dia nas assembléias e templos dos meganhas de Jesus” é o cúmulo da insanidade, pois o Holocausto original foi perpetrado pelo governo nazista (um regime que odiava radicalmente os valores judaico-cristãos) contra os judeus, um povo marcado pela religião judaica. Num só texto, Mirisola denigre, avilta e agride evangélicos, católicos e judeus.

São ataques desse tipo, feitos por semeadores profissionais do ódio, que acabam gerando atrocidades.

Os cubanos comunistas têm os mesmos sentimentos de Mirisola sobre a religião cristã. Os soviéticos também tinham.

Dê a um o governo de Cuba, e os cristãos vão parar no paredón. Dê a ele o governo de uma União Soviética, e os cristãos vão parar nos gulags de tortura e morte.

Ou, no próprio Brasil, dá para imaginar o “arrojado” Mirisola dando aos militantes homossexuais o mesmo tratamento que ele deu aos cristãos, falando de lavagem cerebral feita pela militância gay ou então mencionando Luiz Mott, o líder máximo do movimento homossexual brasileiro, como “nome maldito” ou “filho da ****”?

Contudo, Mirisola não é homem para brincar com fogo! E por falar em militantes homossexuais, na segunda edição do artigo, ele mencionou:

Acorda, Luis Mott! Já que o Ministério Público não vai fazer nada mesmo, você poderia entrar com uma ação qualquer contra esse povo do pé quebrado, a coisa vai ficar feia pro lado de quem dá a bunda. Tô avisando. Aliás, vai ficar feia pra todo mundo que se negar a aceitar o “Senhor Jesus”, esse rebotalho fascista filho das trevas e da feiúra.

Mott, que é acusado de defesa à pedofilia e de modo covarde expôs publicamente em seu site o que seria o endereço e telefone pessoal de Julio Severo, é tratado com pena de ouro por . Não por casualidade, seu texto recebeu o apoio de sua colega de trabalho no CongressoEmFoco, Márcia Denser, autora de contos eróticos. Some agora a boca e coração de latrina de Mirisola, apoiado por uma autora erótica, apoiando um defensor da pedofilia, e o que temos? Pura e simplesmente: alguém que detesta profundamente o Cristianismo, a decência e a moralidade.

Qual é a jogada dele ao atirar pedras nos cristãos e suas manifestações e ao atirar rosas para Mott? É a segunda vez que ele ataca a Marcha para Jesus em CongressoEmFoco.

Um ano e meio atrás, precisei refutar Mirisola, pois ele fingiu não ver nenhuma diferença entre a Marcha para Jesus e a parada gay de São Paulo. Sobre os dois eventos, ele disse: “todos iguais, ordeiros, pacíficos e coloridos”. Precisei coletar relatos de jornalistas esquerdistas para tentar enfiar na cabeça esquerdopata de Mirisola a verdade da violência, drogas e álcool na parada gay. Mas com ou sem fatos irrefutáveis, Mirisola está cego de amor – pela agenda gay. E ele está cego de ódio – por tudo o que se chame pelo nome de cristão, seja evangélico ou católico.

Os cristãos deveriam cruzar os braços enquanto o ódio fumega das entranhas da intolerância anticristã? Claro que não. Eles precisam se mobilizar contra a tradição ateísta que os tacha de trouxas e tolos com todos os tipos de palavrões pesados, pois assim começaram Hitler e Stálin, primeiro com os judeus, depois com os cristãos. Assim fazem hoje os s: primeiro com palavrões e, depois, ações na primeira chance. Vamos esperar a progressão e culminação desse ódio irracional?

É possível criticar sem demonstrar ódio? Claro que sim. Meu blog faz críticas regulares a vários aspectos da Cristandade. O ponto de vantagem do Cristianismo é que, com toda a corrupção humana, um cristão é sempre levantado para fazer a diferença e mudar o curso, mesmo na corrupção da Cristandade. Mas quando o ateísmo reina, morre a esperança. Alguém já ouviu falar de um governo genocida ateu derrubado por outro ateu, que trouxe esperança para o povo? Os maiores regimes assassinos do mundo – como a ex-União Soviética – foram derrubados pelos esforços de cristãos como Ronald Reagan e Papa João Paulo 2.

É gente como que hoje quer nos convencer de que o PLC 122/06 não representa nenhuma ameaça à liberdade e segurança dos cristãos. Se obtiverem êxito, eles rirão de nós e terão depois razões de sobra para nos chamar de trouxas. O ódio, desprezo e palavrões que eles usam agora é apenas uma amostra do que está para vir. Esse ódio não vai ficar para sempre somente em palavras.

Por duas vezes, o Apóstolo Paulo fez uso de seus direitos legais como cidadão romano para se defender de injustiças (cf. Atos 16:37 e Atos 22:25-28). Se não fizermos uso de nossos direitos constitucionais, correremos o risco de viramos trouxas diante do ódio dos Mirisolas, pois eles estão apenas esperando uma oportunidade para transformar seu ódio oficialmente em realidade. A aprovação do PLC 122/06 será um primeiro passo nessa direção.

Enquanto eles ainda não conseguiram poderes e leis para nos mandar para o paredón e para os gulags, é preciso lembrar a eles: a mesma Constituição que garante o direito de livre expressão de todos os cidadãos brasileiros de criticarem quem quer que seja também protege a todos os cidadãos brasileiros de ataques que, ultrapassando os limites da crítica e da decência, expressam desprezo, desrespeito e ódio a Jesus Cristo e aos seus seguidores evangélicos e católicos.

Publicado originalmente com o título CongressoEmFoco apela para defecação em símbolos e valores evangélicos e católicos

{slide=Artigos Relacionados}{loadposition insidecontent}{/slide}

{slide=Artigos do Mesmo Autor}{loadposition insidecontent2}{/slide}