1. Ambientalismo
  2. Arquivos

Desmontando a fraude do aquecimento

25 de novembro de 2009 - 20:13:32

Ele entrou nos computadores da Unidade de Pesquisa Climática da Universidade de East Anglia, o maior centro de pesquisa sobre aquecimento global da Inglaterra, e coletou 61 megabites de documentos – planilhas, e-mails trocados por cientistas, PDFs, etc. – cuja autenticidade foi confirmada pelo diretor da unidade, Phillip Jones.

O que o hacker (ou, talvez, funcionário do laboratório) encontrou e jogou na internet é extremamente revelador. A máfia é grande. Atenção, fiéis da nova religião. Os documentos mostram:

Conspiração, conluio para exagerar dados sobre o aquecimento, destruição de informação embaraçosa, resistência organizada à revelação dos dados comprometedores, manipulação de dados e confissões em privado de erros em declarações públicas.

Os e-mails foram trocados por cientistas conceituados, desses que avisam dia e noite que os mares vão subir três metros, que a humanidade tem que se oferecer em sacrifício à cúpula globalista da ONU, que devemos renunciar ao capitalismo e à democracia, que o mundo tem hora marcada para acabar. Só o Al Gore pode nos salvar!

O conteúdo dos documentos vazados já está sendo classificado como o maior escândalo da ciência moderna. Que coisa linda. Agradeçam ao hacker herói. De qualquer forma, a operação Copenhague segue firme. A pregação histérica e mentirosa na imprensa, fabricada nos escritórios da ONU, só vai aumentar. Observem.

Mais informações:

The Times:

Sceptics publish climate e-mails ‘stolen from East Anglia University’

Telegraph:

Climategate: the final nail in the coffin of ‘Anthropogenic Global Warming’?
Climategate: how the MSM reported the greatest scandal in modern science

Fox News:

Climate Skeptics See ‘Smoking Gun’ in Researchers’ Leaked E-Mails

Pajamas Media:

Global WarmingGate: What Does It Mean?

 

“O planeta está esfriando!”

Aproveito para recomendar a entrevista dada pelo professor José Carlos Parente de Oliveira deu ao jornal Diário do Nordeste de 15 de novembro. Ele é Doutor em Física com Pós-doutorado em Física da Atmosfera e ensina na Universidade Federal do Ceará (UFC). Trechos:

“DN – Por que o senhor caminha na contramão do ambientalmente correto e proclama que o planeta não está aquecendo, mas esfriando?

A busca da verdade deve ser o norte, o foco da atividade em ciências. E penso que não é isso o que ocorre com o tema aquecimento global. A sociedade está sendo bombardeada por notícias, reportagens na tevê, filmes e tudo isso com a mensagem de que as atividades humanas relacionadas às queimas de combustível fóssil (petróleo, carvão e gás) são as culpadas pelo aquecimento da Terra. O grande responsável por esse bombardeio é o Painel Intergovernamental sobre as Mudanças Climáticas (IPCC na sigla em inglês), que é um órgão da ONU.

DN – Então, em vez de estar aquecendo, a Terra está esfriando agora? Mas isso é o contrário do que proclamam as ONGs, os cientistas, os jornais. Quem está errado?

No ano de 1998, houve um fenômeno atípico: um super El Niño aqueceu a terra quase um grau acima da média em que ela se encontrava. Desde esse fenômeno do El Niño, a temperatura da Terra, sistematicamente, vem diminuindo, conforme os dados coligidos pelos satélites. Esses dados, porém, não são aceitos e nem utilizados pelo IPCC nos seus documentos”.

{slide=Artigos Relacionados}{loadposition insidecontent}{/slide}

{slide=Artigos do Mesmo Autor}{loadposition insidecontent2}{/slide}