1. Arquivos
  2. O Estado de São Paulo

Estadão: mentira impressa

21 de maio de 2009 - 23:31:00

 A principal manchete de capa do Estadão afirma: “Agronegócios e serviços sustentam alta de emprego”. Abaixo um subtítulo: “Postos com carteira assinada triplicam, mas sinais de crise persistem”. Raios, o emprego cresce, triplica, onde estão os sinais de crise? Vejamos o mesmo tratamento dado pelo Folha, que não deu manchete para o tema, apenas chamada nas páginas internas: “Criação de vagas cresce em ritmo lento”. E no subtítulo: “Na comparação com 2008, criação de vagas cai 64% no mês e 94% de janeiro a abril; desde novembro, saldo é de 647 mil vagas fechadas”. Mesmo um petista guevarinha haverá de entender que está acontecendo uma tragédia no mercado de trabalho, se ler a Folha. Se ler o Estadão vai achar que o Brasil está em plena prosperidade.

Mas o pior em matéria de mentira sem limite está na chamada em negrito no alto da capa do Estadão: “Arrecadação federal cresce”. Leitor amigo, isso é apenas uma mentira impressa. Compare com o que foi dado pela Folha de São Paulo: “Arrecadação tributária cai pelo sexto mês”. No subtítulo pondera com a propaganda do governo: “Para a Receita, apesar do resultado ruim, números de abril indicam recuperação se comparados com o ‘fundo do poço de fevereiro’.Tratamento diametralmente oposto.ao assunto em ambas as publicações.

Como se vê, caro leitor, nem a arrecadação subiu e nem houve melhoria na taxa de emprego. As manchetes do Estadão são simplesmente mentirosas. O governo recriou o DIP no Estadão, agora chamado de Departamento de Imprensa Petista. O jornalão paulista não tem mais como cair, vendeu-se completamente ao poder estabelecido. Puro lixo jornalístico.

{slide=Artigos Relacionados}{loadposition insidecontent}{/slide}

{slide=Artigos do Mesmo Autor}{loadposition insidecontent2}{/slide}