1. Arquivos
  2. Folha de S. Paulo

Folha ilumina o blecaute

14 de novembro de 2009 - 3:00:00


O governo Lula e Dilma Rousseff, é verdade, têm o que mostrar nesse quesito. Antes mesmo de o petista assumir iniciou-se um doloroso ajuste no setor, principiando pela construção a toque de caixa de usinas termelétricas, a fim de complementar o suprimento das hidrelétricas. Já na gestão Lula a rede de linhas de transmissão foi expandida 29%. Grandes hidrelétricas começaram a sair das pranchetas. O gargalo do gás natural vai sendo resolvido, com novas jazidas, construção de gasodutos e instalações para receber gás liquefeito importado“.

Mesmo que os dados citados sejam verdadeiros, a maneira de abordar em nada condiz com o tema do editorial. Ele deveria se pautar pela crítica aos fatos, à incúria, ao aparelhamento da máquina pública pelos “companheiros” despreparados. Não estava em foco os investimentos recentes do governo no setor elétrico, menos ainda o tom elogioso, descabido depois do desastre, mas sim, a incompetência na gestão, que permitiu o ainda inexplicável apagão. Mais um caso clamoroso em que o título do editorial não condiz com o que está escrito no corpo do mesmo, levando o leitor a formar um juízo errôneo sobre os fatos de grave importância.

O editorial conseguiu falar sobre o gás natural sem relembrar do roubo instituído por Evo Morales aos brasileiros, encarecendo a nossa matriz energética e tornando incerto o fornecimento. A tibieza de Lula no episódio foi um verdadeiro crime de lesa-majestade.

Para piorar, a Folha de S. Paulo ainda fez a propaganda descarada da candidatura da ministra Dilma Rousseff. É o efeito Midas do jornal paulista: em tudo que toca se transforma em panfleto petista. Um flagrante caso de desrespeito ao leitor e um desacordo com a verdade dos fatos.

{slide=Artigos Relacionados}{loadposition insidecontent}{/slide}

{slide=Artigos do Mesmo Autor}{loadposition insidecontent2}{/slide}