1. Arquivos
  2. Aborto

Grupos pró-aborto silenciam após assassinato de ativista pró-vida

20 de setembro de 2009 - 23:05:33

Pouillon, de 63 anos, foi assassinado com vários tiros às 7h20min enquanto estava com um cartaz pró-vida do lado de fora da Escola Secundária Owosso. A polícia acusou Harland James Drake, de 33 anos e residente de Owosso, pelo assassinato de primeiro grau de Pouillon na sexta-feira, bem como pelo assassinato de primeiro grau do dono de uma cascalhadeira local, Mike Fuoss, de 61 anos, assassinado mais cedo no mesmo dia.

Os promotores disseram que Drake lhes disse que ele tinha Pouillon como alvo por causa da atividade pró-vida dele.

Embora a morte de Pouillon tenha virado manchete nos veículos de notícias mais importantes, as principais organizações pró-aborto nacionais, inclusive a Federação Nacional de Planejamento Familiar, a NARAL, a Organização Nacional de Mulheres e a Federação Nacional de Aborto não divulgaram nenhuma resposta ao assassinato até as 4h45min da sexta.

A única exceção é RHrealitycheck.org, site de notícias e comentários pró-aborto, onde a colunista Jodi Jacobson escreveu: “Qualquer que seja o motivo por trás do assassinato do Sr. Pouillon e qualquer que sejam suas experiências pessoais no movimento anti-escolha, o site RH Reality Check deplora o uso da violência como ferramenta nos debates acerca dos direitos e saúde das mulheres, em qualquer forma e contra qualquer pessoa. Estendemos nossos pensamentos e desejos de cura à família e amigos do Sr. Pouillon”.

Na seção de comentários do artigo sobre o assassinato, Amie Newman, redatora geral do site RH Reality Check, comentou: “Independente das perspectivas políticas, ativismo ou histórico policial do Sr. Pouillon, não há desculpa para seu assassinato. Contudo, como o comentarista anterior disse, não há evidência apoiando a conclusão de que seu assassinato – ou o assassinato do outro homem – tenha motivação política. O site RH Reality Check, como observa Jodi, condena o uso da violência e isso é certamente uma tragédia”.

Além disso, Lori Lamerand, a presidente e diretora-executiva da filial da Federação de Planejamento Familiar em Michigan, disse para os meios de comunicação locais que a Federação de Planejamento Familiar “jamais desculparia qualquer tipo de violência contra alguém, independente de suas opiniões”.

“Certamente fazemos tudo o que podemos para garantir a segurança de nossos clientes, e se formos chamados, obviamente cooperaríamos com qualquer investigação com a polícia”, disse Lamerand. “Estou ciente de que ele protestava em nossas clínicas no passado, mas não tive nenhum contato pessoal com ele e não o conheci pessoalmente”.

No entanto, minutos depois da divulgação das notícias de que George Tiller, o médico aborteiro que abortava bebês nas últimas semanas de gestação em Wichita, foi assassinado a tiros num domingo de manhã enquanto estava trabalhando como diácono em sua igreja luterana, dezenas de organizações e líderes pró-vida nacionais de forma imediata e abundante condenaram a violência.

Operação Resgate, que havia liderado protestos pacíficos contra o negócio de aborto de Tiller por vários anos, estava entre os primeiros a denunciar o “vigilantismo e o ato covarde que ocorreu nesta manhã”, acrescentando que eles estavam oferecendo orações pela família de Tiller.

Pouillon era amigo e membro ativo de Operação Resgate.

*
Veja a cobertura relacionada de LifeSiteNews.com:

“Jim the Sign Guy”: Slain Pro-Lifer, Father of Two, Remembered by Friends as Cheerful, Peaceful Activist
http://www.lifesitenews.com/ldn/2009/sep/09091104.html

Well-Known Local Pro-Life Activist Gunned Down in Michigan
http://www.lifesitenews.com/ldn/2009/sep/09091101.html

Tradução: Julio Severo

Publicado com o título “Grupos pró-aborto em silêncio depois de assassinato de ativista pró-vida

Fonte: http://noticiasprofamilia.blogspot.com/2009/09/grupos-pro-aborto-em-silencio-depois-do.html

Veja o artigo original em inglês: http://www.lifesitenews.com/ldn/2009/sep/09091112.html

Copyright © LifeSiteNews.com. Este texto está sob a licença de Creative Commons Attribution-No Derivatives. Você pode republicar este artigo ou partes dele sem solicitar permissão, contanto que o conteúdo não seja alterado e seja claramente atribuído a “Notícias Pró-Família”. Qualquer site que publique textos completos ou grandes partes de artigos de Notícias Pró-Família ou LifeSiteNews.com em português tem a obrigação adicional de incluir um link ativo para “NoticiasProFamilia.blogspot.com“. O link não é exigido para citações. A republicação de artigos de Notícias Pró-Família o LifeSiteNews.com que são originários de outras fontes está sujeita às condições dessas fontes.

{slide=Artigos Relacionados}{loadposition insidecontent}{/slide}

{slide=Artigos do Mesmo Autor}{loadposition insidecontent2}{/slide}