1. Arquivos
  2. Ambientalismo

Lorde Monckton vs. Greenpeace

19 de dezembro de 2009 - 6:33:57

Neste vídeo, Monckton entrevista militantes do Greenpeace durante a segunda Conferência Internacional do Clima, realizada em Berlim no dia 4 de dezembro. Transcrevi os diálogos. Vejam e escutem a reação desses eco-socialistas cheios de boas intenções (querem salvar o planeta, nada menos) ante os dados apresentados por Monckton – que você aí no outro lado do monitor também não encontrará na grande imprensa. Atenção especial para a resposta à pergunta “Como você reage diante desses fatos?”.

{youtube}GxIjygRPpmk{/youtube}

* * *

Maluquinho da abertura: Devemos manter nosso planeta habitável, e se ele está ficando mais e mais quente, vai dar um feedback positivo e a temperatura pode ficar fora do controle. E aí não vai ter resgate.

Lorde Monckton – O nível do mar subiu quanto nos últimos quatro anos?

Militante – Eu não sou… Eu não estudo meteorologia ou…

Monckton – Praticamente não subiu. Mas você viu reportagens na mídia dizendo que o nível do mar está subindo cada vez mais rápido?

Militante – (…) Acho que sim.

Monckton – (apontando para o cartaz) Tem uma frase ali dizendo que a mudança climática é um fato. Tem sido um fato por quatro bilhões de anos, não é?

Militante – Acho que sim.

Monckton – Nos últimos dez ou quinze anos, o mundo ficou mais quente, ficou igual ou ficou mais frio?

Militante – Não sei.

Monckton – Qual temperatura a Terra deveria ter em média?

Militante – Agora, é…

Monckton – Qual é a melhor temperatura para a Terra?

Militante – (…)

Monckton – Qual é a temperatura hoje?

Militante – Não sei, éee… A temperatura não é a mesma todo dia.

Monckton – A maioria das criaturas vive nas partes mais quentes do mundo. Poucas criaturas vivem nas partes mais frias. Sendo assim, as mais quentes não são melhores para a saúde?

Militante – Não.

Militante – Não. O que você quer que eu diga?

Monckton – Estou te fazendo a pergunta.

Monckton – Você está surpresa ao descobrir que não houve aquecimento global nos últimos 15 anos?

Militante – Você não tem dúvida?

Monckton – Eu verifiquei os dados. Quatro conjuntos de dados.

Militante – Como é que você sabe disso?

Monckton – Eu pego os dados dos satélites e organizo o chamado “least-squares linear-regression trend”, o que significa que você tem um sistema de dados estatísticos – um que sobe e desce – que pode ser processado matematicamente para mostrar a tendência durante um determinado período, e durante os últimos 15 anos não houve aumento estatisticamente significativo da temperatura de forma alguma. São esses os fatos. Como você reage diante desses fatos?

Militante – Acho que isso é pensamento positivo, honestamente.

Monckton – Você acha que é uma boa notícia?

Militante – É claro que é uma boa notícia.

Monckton – Volte ao Greenpeace, que organiza esse evento (protesto), e pergunte a quem tenha te mandado aqui, por que o fizeram, agora que você sabe que não houve aquecimento global nos últimos 15 anos.

Militante – Vou perguntar.

Monckton – o Greenpeace é uma organização militante, certo?

Militante – Como assim organização militante?

Monckton – Bem, não é um gabinete do clima, é?

Militante – Não, claro que não.

Militante – Você tem um monte de fatos. Você tem mais fatos que a minha cabeça.

 

Publicado originalmente com o título Lorde Monckton vs. Greenpeace, ou: fatos são “pensamento positivo”.

Tradução e comentários: Bruno Pontes

Bruno Pontes é jornalista – http://brunopontes.blogspot.com

{slide=Artigos Relacionados}{loadposition insidecontent}{/slide}

{slide=Artigos do Mesmo Autor}{loadposition insidecontent2}{/slide}