1. América Latina
  2. Arquivos

Novo livro analisa a crise vivida por Honduras

8 de fevereiro de 2010 - 18:01:16

O novo livro, do escritor venezuelano Alejandro Peña Esclusa, é dedicado “Ao valente povo hondurenho, por defender sua democracia com tanta firmeza e determinação”, e analisa detidamente as causas que levaram à sucessão presidencial, a reação precipitada da OEA e de outros atores frente à crise, e o “desmascaramento” de Lula ao amparar Zelaya na Embaixada do Brasil.

O autor apresenta um ponto de vista novo, segundo o qual os organismos multilaterais latino-americanos foram “seqüestrados” pelo Foro de São Paulo, organização criada por Fidel Castro e Lula da Silva em 1990, e que agrupa, entre outros, Hugo Chávez, Evo Morales, Daniel Ortega e o Partido Socialista do Chile, no qual milita o Secretário Geral da OEA, José Miguel Insulza.

O livro repassa a história do Foro de São Paulo, suas origens, crescimento e desenvolvimento, e inclui uma análise dos temas que mais sacudiram a região: uma resposta do Grupo do Rio frente à Operação Fênix, o papel da UNASUL nos acordos de cooperação militar entre Estados Unidos e Colômbia, o massacre de Pando na Bolívia e os fatos acontecidos na zona amazônica de Bagua, no Peru.

Na contra-capa do livro o ex-ministro colombiano, Fernando Londoño, escreve: “Há muitos livros sobre história. Há outros, menos, que pretendem ser proféticos. Porém há muito poucos que sendo história rigorosa se convertem em profecia. O livro de Alejandro Peña Esclusa sobre o Foro de São Paulo é desta linhagem”.

Por outro lado, o conhecido escritor Plinio Apuleyo Mendoza afirma: “Não é possível entender o que ocorre hoje na América Latina sem saber como surgiu e o que propõe o Foro de São Paulo. As revelações contidas neste livro mostram a realidade e os perigos do chamado Socialismo do Século XXI, a maneira como graças à estratégia desenhada em tal Foro conseguiu na Venezuela e outros países chegar ao poder, demolir as instituições democráticas e confiscar as liberdades ao amparo de uma ideologia fracassada na Europa e revivida neste continente. Uma ameaça nunca antes vista na região é desnudada em sua origem e toda sua magnitude por Alejandro Peña Esclusa”.

Este é o primeiro livro que se publica depois de finalizada a crise hondurenha, que culminou com a tomada de posse do novo presidente, Porfirio Lobo, em finais de janeiro passado.

O livro já está à venda nas principais livrarias da Colômbia e posteriormente estará disponível em outros países da região.

Tradução: Graça Salgueiro

{slide=Artigos Relacionados}{loadposition insidecontent}{/slide}
{slide=Artigos do Mesmo Autor}{loadposition insidecontent2}{/slide}