1. Arquivos
  2. Editorial

O compromisso com a verdade basta

24 de fevereiro de 2010 - 6:35:02

Alguns dos colunistas do MSM têm sido expostos a ameaças e perseguições. As acusações mais evidenciam as fixações ideológicas e os devaneios politicamente corretos de seus autores do que qualquer indício de seriedade e objetividade do ponto de vista jurídico. Em virtude desse fato, Julio Severo, Graça Salgueiro, Alejandro Peña Esclusa e Heitor de Paola, sabem o quanto está fragilizada a liberdade de expressão e de pensamento na América Latina e no Brasil.

O fundador e editor-chefe do Mídia Sem Máscara, Olavo de Carvalho, tem apresentado em seus artigos e comentários, reiterados exemplos do quanto os meios de comunicação de massa estão empenhados não só em ocultar os crimes, os desmandos e a aliança entre os narco-revolucionários do continente com as hostes que aspiram a construção de um governo mundial totalitário, bem como em usar de técnicas de psicologia para desorientar e imbecilizar contingentes populacionais inteiros.

Vive-se um momento de corrosão das instituições e de confusão intelectual, no qual há um desconhecimento generalizado da complexidade dos fenômenos políticos e culturais em andamento. Pela própria complexidade das mutações sociais e culturais, há uma imensa dificuldade para se conhecer e conceber conceitos e categorias apropriadas para identificá-las e interpretá-las, para que, num segundo momento, possa-se buscar alternativas para a ação.

O Mídia Sem Máscara tem como objetivo, além de oferecer um contraponto a partir do ponto de vista liberal-conservador às idéias hegemônicas nas universidades, jornais e grandes redes de comunicação, apresentar aos seus leitores os fatos e as melhores ferramentas conceituais possíveis para que, por si mesmos, sejam aptos a apreender o que está para além das notícias e do discurso dos bem-falantes.

A equipe do MSM não irá mais tolerar entre os que participam de nossas atividades por meio de comentários aos artigos, pessoas manifestamente contrárias à liberdade de expressão e opinião, e que lidando com temas sérios, nada conseguem fazer além de calúnias e resmungos ressentidos. Basta ter de lidar, todos os dias, com pessoas que, informadas pela grande mídia sobre fatos que com meses, e até anos de antecedência, já tínhamos trazido ao conhecimento geral, resolvem querer informar e mesmo cobrar articulistas como Graça Salgueiro, Heitor de Paola e Julio Severo por supostas “falhas” em suas investigações.

E ainda há os jornalistas de grandes veículos que pensam estar apresentando grandes novidades, as quais para os leitores do MSM, nada mais são do que desdobramentos de fatos já conhecidos há um bom tempo. Nada custaria a eles darem os devidos créditos a quem de direito, ao menos por profissionalismo, e não porque o conjunto de articulistas do MSM esteja de fato preocupado com isso. Fazer o que é certo tem bastado à essa equipe, e tem sido imensamente gratificante, mesmo numa situação catastrófica como a qual nos encontramos em escala global. Saber ao que se ater, como bem lembrava o filósofo Julián Marías, é um requisito essencial a quem está comprometido com a verdade e com a excelência em todas as dimensões da vida.

{slide=Artigos Relacionados}{loadposition insidecontent}{/slide}

{slide=Artigos do Mesmo Autor}{loadposition insidecontent2}{/slide}