1. Arquivos
  2. Governo do PT

O destino de Arruda

16 de fevereiro de 2010 - 8:51:44

O juízo do ministro está formado: ”
Os fatos são muito claros e precisos. Os elementos coligidos são contundentes. A Polícia Federal fez um trabalho belíssimo“. Na esfera jurídica não há mais o que fazer, nenhuma porta será mais aberta enquanto Arruda estiver na condição de governador, capaz de obstruir a Justiça. A posição do STJ é ainda mais inflexível. Arruda aqui foi vítima de sua própria hybris.

O vice-governador, que no momento exerce o poder, Paulo Octávio, também não deve durar e se não correr logo será engolido pela onda judiciária contra ele. A imprensa hoje dá conta que a Polícia Federal está na cola dele e seus amigos do DEM entregaram a sua cabeça, a ponto de apoiarem a intervenção federal no GDF.

Essa posição do DEM é pura covardia, não apenas diante do correligionário caído em desgraça, mas também diante da responsabilidade histórica. Entregar o poder do GDF, mediante intervenção, a Lula, é dar todo o poder aos sovietes, tudo que eles querem. Quando li nos jornais que Paulo Octavio foi pedir apoio a Lula vi que tudo está perdido. É como pedir ajuda ao carrasco na hora da execução.

Devemos lembrar que no DEM se concentra o último reduto de conservadorismo no Brasil. Pena que não sobrou nenhuma coragem e menos ainda discernimento. Com essa liderança política não haverá como o PT não assumir plenos poderes, marchar radiante para o seu destino manifesto, o totalitarismo.

A coisa é toda quixotesca. O que é justo está carregado de injustiça, o que democrático é a via totalitária, o que é normal é o portal de entrada na anormalidade. Esse é o reino da Segunda Realidade, que nos enlouquece a todos.

O fato real é que nada pode ser feito por José Roberto Arruda. Está na boca das hienas e seu destino está traçado. Está fora do jogo político. A manchete do UOL agora dá conta de que Flávia Arruda, mulher do governador, saiu há pouco do seu cárcere chorando. Ao menos haverá uma alma feminina a chorar por ele. Não é pouco.

{slide=Artigos Relacionados}{loadposition insidecontent}{/slide}
{slide=Artigos do Mesmo Autor}{loadposition insidecontent2}{/slide}