1. América Latina
  2. Arquivos

“Complô contra a Colômbia” ganha prêmio Internacional de Literatura

11 de julho de 2009 - 18:48:04

O prêmio foi entregue no dia 26 de junho pp., no Salão Dourado do Congresso dos Estados Unidos, em Washington D.C., no encontro interamericano de educação e cultura, promovido por tal organização Colombo-Americana e presidida pelo líder colombiano Julián Royos.

Entretanto, este não é o primeiro prêmio que o coronel Villamarín recebe em nível internacional. Autor de 17 livros publicados, a maioria relacionada ao narco-terrorismo onde é especialista (o último foi lançado recentemente na Colômbia, cujo título é “Operación Jaque”), o autor foi catalogado como o escritor hispânico mais lido em New York, New Jersey e Connecticut. Recebeu o prêmio “Latino Literary Award 2003”, em Los Angeles, Califórnia, com o livro “La Silla Vacía”, que trata do vexaminoso evento em que o ex-presidente Andrés Pastrana ficou esperando a presença de Manuel Marulanda “Tirofijo” diante das câmeras de televisão e este não apareceu, deixando à mostra uma cadeira vazia perante todo o país. Em 2006, recebeu o prêmio “Verdadeiro Orgulho Hispano 2006”, em New Jersey, com a obra “Delirio del Libertador”. Seu livro “En el Infierno”, que apresenta um cruento relato de um desertor das FARC, está sendo elaborado para transformar-se em filme pela Film Productions de Hollywood.

Com 25 anos de serviços no Exército Colombiano e hoje na reserva, o coronel Villamarín desde cedo soube aliar sua capacidade de brilhante militar e estrategista, onde recebeu incontáveis condecorações por bravura em combate às FARC e ELN, com a de escritor. Várias de suas obras são hoje material de estudo nas academias militares colombianas e, não posso deixar de assinalar, aos meus estudos particulares sobre o terrorismo em nosso continente que empreendo há 10 anos.

“Complô contra a Colômbia” analisa à luz de documentos fidedignos as várias redes de organizações, partidos políticos, governantes e políticos que se articulam com as FARC, objetivando derrubar o governo democrático e anti-terrorista do presidente Álvaro Uribe. O ponto central desta obra são as revelações dos documentos encontrados nos computadores de Raúl Reyes, abatido em 1º de março de 2008, que proporcionou grandes avanços nos combates ao narco-terrorismo colombiano.

De inestimável valor para quem se dedica ao estudo sobre guerrilhas, tráfico de drogas e terrorismo, “Complô contra a Colômbia” ainda é um livro inédito no Brasil (segundo o autor, esta que lhes escreve é a única brasileira a possuí-lo), pois parece não haver interesse nas editoras nacionais em publicá-lo, uma vez que faz revelações muito comprometedoras de destacadas figuras do cenário político, jurídico, empresarial e do próprio governo brasileiro em ligações com as FARC.

Prêmio mais que merecido, por seu conteúdo sério e incontestes qualidades analítica e literária, “Complô contra a Colômbia” honra o Mídia Sem Máscara em ter o coronel Luis Alberto Villamarín Pulido como seu articulista, e a mim, de modo particular, por ser sua amiga pessoal e tradutora exclusiva no Brasil.

{slide=Artigos Relacionados}{loadposition insidecontent}{/slide}

{slide=Artigos do Mesmo Autor}{loadposition insidecontent2}{/slide}