1. Artigos
  2. Destaques
  3. Estados Unidos
  4. Internacional
  5. Terrorismo

Atentado em Nova Iorque: primeiras reflexões político-estratégicas

4 de novembro de 2017 - 17:24:25

O ataque terrorista perpetrado por um sujeito de nacionalidade uzbeque a bordo de um caminhão em Nova York nas ciclovias da rua West Side, tem todas as características de um ato perpetrado por uma célula jihadista do ISIS, dada a similitude do modus operandi com atentados perpetrados por este grupo em diferentes lugares do mundo.

Embora as autoridades nova-iorquinas tenham se apressado em assegurar que é certamente um ato terrorista mas que é isolado, perpetrado por um “lobo solitário”, a situação indica outras realidades que os países afetados pelo jihadismo não querem reconhecer. (N.doE.: O ISIS declarou, ontem (3), que o terrorista era um dos seus soldados.)

O ataque é icônico porque realizou-se em uma data importante para as crianças nos países ocidentais, especialmente Estados Unidos. Coincide com o anúncio dos países com interesses geopolíticos no Oriente Médio de que supostamente o ISIS está encurralado. E se executa no Baixo Manhattan, muito perto do World Trade Center, para demonstrar que o jihadismo está vivo dentro dos Estados Unidos e qualquer país ocidental.

Segundo informações iniciais do New York Times, o terrorista (foto ao lado) utilizou um veículo alugado em New Jersey, o que coincide com outros atos similares em outros países. Entretanto, como costuma acontecer em eventos realizados por terroristas, há muita especulação inicial.

Está provada a presença de milhares de uzbeques combatendo com o ISIS no Oriente Médio, o que é um sério indício para os governos afetados pelo jihadismo que, devido à metodologia de vinculação familiar dos jihadistas no mundo, é óbvio que os uzbeques residentes nos Estados Unidos devem ser controlados pelos organismos de segurança, assim como os imãs das mesquitas onde estas pessoas assistem, pois no geral é onde se radicalizam.

Não é certo que existam “lobos solitários” porque o ISIS, a Al-Qaeda, os Talibãs e inclusive os xiitas do Hezbollah são organizações terroristas piramidais estruturadas, nas quais as células desenvolvem tarefas pré-aprovadas pela direção, principalmente neste caso em que se pretendia agredir o elo mais fraco da cadeia de valores ocidentais pois, ao que parece, o objetivo final era assassinar as crianças que saíam de uma escola pública, precisamente no dia mais icônico das crianças ocidentais.

Ademais, por documentos apreendidos dos jihadistas, sabe-se que assim como os islâmicos pretendem desenvolver a estratégia do ventre para incrementar o número de muçulmanos no Ocidente com vistas a avançar para o objetivo final da islamização planetária dirigida por um califado central, é necessário eliminar na raiz os infiéis cruzados e judeus, assassinando suas crianças.

Principalmente porque o dia e a noite das bruxinhas são vistas pelos puritanos ultraortodoxos salafistas sunitas, como um procedimento de heresia que deve ser castigado com a morte dos infiéis, por ir contra o profeta e Alá.

De quebra, este não será o último ataque terrorista do jihadismo nos Estados Unidos, pois lá há muitas células jihadistas estimuladas por imanes quase todos treinados na Arábia Saudita sob a égide do salafismo puritano, e imbuídas por conceitos doutrinários de ódio contra infiéis judeus e cristãos ou apóstatas xiitas e não-salafistas.

E essas células se multiplicam com mensagens atrozes convertidas em atos de fé, devido a que os doutrinadores de novos terroristas apresentam aos olhos e ouvidos dos jihadistas que os suicidas islâmicos são mártires da causa, que chegarão ao céu e que devem ser imitados.

Tudo parece indicar que por estar imersos em disputas políticas internas, ataques mútuos partidaristas, interesses pessoais e desejos de poder, os governantes dos países afetados pelo jihadismo continuam desfocados da gravidade do problema e em contraste, os jihadistas, acobertados com as garantias sociais, políticas e migratórias dos que os acolhem, continuam desenvolvendo sua luta demencial contra quem lhes dá a mão.

Em conseqüência, é provável que virão mais ações terroristas do jihadismo nos Estados Unidos e nos países ocidentais, sem que haja coordenação suficiente dos organismos de segurança para preveni-los, sem que se controle efetivamente os imãs extremistas e sem que se atue com certeza sobre as comunidades com nexos sangüíneos com os jihadistas que delinqüem no Oriente Médio, em nome da irmandade e solidariedade muçulmana do mundo.

 

* Analista especialista em defesa nacional, estratégia e geo-política, consultor convidado da rede CNN en Espanhol. www.luisvillamarin.com

Tradução: Graça Salgueiro

 

  • Luiz F Moran

    ESCOLHA O SEU LADO
    ESQUERDA ou DIREITA
    VERMELHO ou VERDE e AMARELO
    BANDIDO ou POLÍCIA
    GÊNERO ou MENINO e MENINA
    MARX ou MISES
    LIBERTINAGEM ou LIBERDADE
    FUNCIONALISMO PÚBLICO ou EMPREENDEDORISMO
    DIREITO DAS MINORIAS ou DIREITO DE TODOS
    IDIOTICE ou CONSCIÊNCIA
    KEYNES ou HAYEK
    POLIGAMIA ou FAMÍLIA
    ESTADO ou INDIVÍDUO
    CAPITAL FEDERAL ou MUNICÍPIOS
    ECONOMIA PLANIFICADA ou TROCAS VOLUNTÁRIAS
    POMBINHA DA PAZ ou TRÊSOITÃO
    CORTELLA, CHAUÍ e KARNAL ou PLATÃO, ARISTÓTELES e STO AGOSTINHO
    DARWINISMO ou BÍBLIA
    PARTIDO POLÍTICO ou PAÍS
    SATÃ ou JESUS CRISTO
    DIAS TOFOLI ou SÉRGIO MORO
    PÚBLICO ou PRIVADO
    ATEÍSMO ou CRISTIANISMO
    BANDIDO É VÍTIMA DA SOCIEDADE ou CIDADÃO É VÍTIMA DE BANDIDO
    ABORTO ou VIDA
    IDEOLOGIA ou FILOSOFIA
    OMO ou YPÊ
    NIETZSCHE ou CHESTERTON
    UNASUL ou BRASIL
    FORO DE SP ou FORÇAS ARMADAS
    CNN ou FOX NEWS
    SOFISMOS ou SILOGISMOS
    GUARDIÕES DAS GALÁXIAS ou O SENHOR DOS ANÉIS
    ONU ou POVO BRASILEIRO
    UNESCO ou ESCOLA SEM PARTIDO
    MENTIRA ou VERDADE
    PAULO FREIRE ou ESCOLA MILITAR
    COLETIVISMO ou PROPRIEDADE PRIVADA
    FREUD ou FRANKL
    RELATIVISMO ou TRADIÇÃO
    SINDICATOS ou LIVRE TRABALHO
    GNOSTICISMO ou ESCOLÁSTICA
    MULTICULTURAL ou CULTURA LOCAL
    CUSPIR ou DEBATER
    YOGA e MEDITAÇÃO ou ARTES MARCIAIS
    INTOLERÂNCIA ou TOLERÂNCIA
    ESTATIZAR ou PRIVATIZAR
    UNIÃO EUROPÉIA ou BREXIT
    POLITICAMENTE CORRETO ou OPINIÃO PRÓPRIA
    MIRIAM LEITÃO ou JOICE HASSELMANN
    IGUALDADE ou DIREITOS IGUAIS
    NOVELAS ou LIVROS
    CORPORATIVISMO ou LIVRE MERCADO
    DESTRUIR ou CONSERVAR
    OBAMA e BLAIR ou TRUMP e MAY
    PROMESSA ou TRABALHO
    ESTADO-BABÁ ou LIVRE INICIATIVA
    STALIN, FIDEL, MANDELA ou CHURCHILL, THATCHER, LUTHER KING
    SONHO ou REALIDADE
    JÔ SOARES ou DANILO GENTILI
    TÁXI ou UBER
    SOCIALISMO ou CAPITALISMO
    TUDO JUNTO E MISTURADO ou PRIVACIDADE
    INVEJA ou ADMIRAÇÃO
    HISTÓRIA e SOCIOLOGIA ou MEDICINA e ENGENHARIA
    ASSISTENCIALISMO ou EMPREGO
    CUBA, VENEZUELA e CORÉIA DO NORTE ou EUA, SUÍÇA e NOVA ZELÂNDIA
    LULA, AÉCIO, CIRO, DÓRIA, MARINA ou JAIR BOLSONARO

  • Rafael

    Certamente, o serviço de inteligência cubano está atuando junto ao ISIS nesse ataque aos EUA.

    • Osvaldo Pereira Júnior

      Nesse ato o serviço cubano pode ser descartado, mas enquanto ao ISIS muito provavelmente sim visto o nome e a origem de tal terrorista.