1. Artigos
  2. Comunismo
  3. Destaques
  4. Media Watch
  5. Notícias Faltantes
  6. Perseguição Anticristã
  7. Religião

O Papa Francisco tem sangue nas mãos

18 de janeiro de 2018 - 20:03:48

“Nós afundamos tanto que a reafirmação do óbvio agora é o primeiro dever dos homens inteligentes”.
Eric Arthur Blair (George Orwell)

 

Em um de seus deliciosos ataques à nossa tendência em enaltecer a aparência da coisa e ignorar a coisa em si, H.L. Mecken destacou que a maioria das pessoas se impressiona facilmente com sinais exteriores de superioridade (moral):

“Talvez a qualidade mais valiosa que qualquer homem pode ter neste mundo seja um ar naturalmente superior […] A estupidez e a covardia congênitas dos homens fazem com que eles se curvem a qualquer líder que surja, e o sinal de liderança que reconhecem mais de pronto é aquele que se mostra externamente”.
(“O Livro dos Insultos”)

O Papa Francisco é a personificação deste tipo de liderança que precisa desesperadamente da imagem de superioridade para legitimar sua autoridade e suas ideias estúpidas.

Desde sua chegada ao Vaticano, Francisco trabalha intensamente para transmitir uma imagem de absoluta humildade. Trata-se de um Papa que se importa mais em expor seus sentimentos em Praça pública do que zelar pela doutrina de sua Igreja.

Francisco não dispensa gestos teatrais como lavar pés de refugiados e muçulmanos, desde que cercado pela imprensa mundial. Ele também lavou os pés de detentos em Roma, com direito à transmissão ao vivo pela imprensa do Vaticano.

Obcecado que é em parecer moralmente superior, Francisco está sempre disposto a alfinetar o presidente americano e expressar seu amor desmedido por imigrantes – embora só o que ele faça por eles seja lavar os seus pés nas frentes das câmeras.

É o tipo de “humildade” tão espetacular, tão midiática e desequilibrada que, parafraseando o grande Jello Biafra, “atinge o nível da mais profunda soberba”.

Por trás da embalagem de humildade franciscana e de interesse pelo próximo, existe um líder que decidiu se calar diante do massacre que vive o povo venezuelano e ignorar a recente perseguição iniciada por Evo Morales contra os cristãos da Bolívia.

O silêncio ensurdecedor do “amoroso” Papa Francisco diante das atrocidades cometidas contra cristãos na América Latina é uma absoluta vergonha. Mas a dura verdade é que Francisco já está muito além do ponto da simples negligência.

Ele se recusou a ter uma relação meramente protocolar com tais chefes de Estado, apesar do histórico deles, e se esforçou para estender a eles amizade e apoio ostensivo.

Ao ignorar o martírio dos cristãos venezuelanos e silenciar diante da escalada de perseguição religiosa na Bolívia, e ao se juntar Evo e Maduro na crítica ao capitalismo, Francisco tem um papel ativo na legitimação de tais regimes.

Não é apenas negligência. Francisco oferece, desde que chegou ao Vaticano, apoio tácito aos regimes políticos que assassinam e escravizam pessoas em pleno século 21.

Maduro “faz progredir solidariedade e convivência pacífica”

Não é novidade que Francisco é um entusiasta de formas tropicais de socialismo e qualquer coisa que soe anticapitalista aos seus ouvidos seletivos. Ele jamais cobrou Nicolás Maduro pelo assassinato e prisão de dissidentes, estudantes e religiosos.

Francisco jamais teve pudor em expressar seu afeto pelo ditador da Venezuela.

Em uma viagem ao Equador, ele teve a ousadia e o cinismo de declarar:

“Ao sobrevoar o território venezuelano para dar início a minha visita pastoral ao Equador, Bolívia e Paraguai, de bom grado envio uma cordial saudação a Vossa Excelência, [Maduro] manifestando meu afeto e proximidade ao povo venezuelano, no momento em que peço ao Senhor abundantes graças que o ajudem a progredir cada vez mais na solidariedade e na convivência pacífica.”

Em 2014 a jovem católica Génesis Carmona, de 22 anos, que havia sido eleita Miss Turismo de seu estado, Carabobo, foi assassinada com um tiro na cabeça durante um protesto contra a ditadura de Nicolás Maduro.

Em 2015 um menino de apenas 14 anos, chamado Kluiver Roa, foi covardemente executado durante um protesto contra Maduro em San Cristobal. Do Papa Francisco, a família não recebeu uma única palavra de solidariedade ou manifestação de luto.

Francisco apenas pediu “o fim dos confrontos”, ignorando que o causador da violência contra estudantes e dissidentes é seu amigo Nicolás Maduro.

No ano passado diante da fome epidêmica e da perseguição aos dissidentes, com assassinatos de estudantes e trabalhadores, os cristãos venezuelanos passaram a se manifestar, promovendo reuniões públicas de orações em Caracas.

Nenhuma solidariedade receberam do Papa Francisco, que está sempre mais preocupado em criticar o presidente democraticamente eleito dos EUA.

A execução recente de Oscar Péres tampouco abalou o Papa Francisco, que esteve nesta semana no Chile, mas não disse absolutamente nada sobre a violência na Venezuela, preferindo criticar a já encerrada ditadura de Pinochet!

Francisco prefere falar genericamente sobre “vítimas da fome” no mundo a enfrentar as atrocidades cometidas pelos seus amigos ditadores.

Silêncio diante da Igreja Perseguida na Bolívia

Francisco adora criticar a economia de mercado, mas nada diz sobre a fome que castiga o povo venezuelano, chegando a afirmar asneiras colossais, incluindo que a economia “precisa de uma alma” e que a riqueza “destrói milhões de famílias no mundo”.

Enquanto isso na Bolívia, sem o apoio de Francisco, católicos e evangélicos se unem para protestar contra o Novo Código de Sistema Criminal que criminaliza a evangelização no País, cerceia liberdades religiosas e permite a censura dos meios de comunicação. As lideranças católicas da Bolívia estão arriscando suas vidas ao denunciar o autoritarismo de Evo Morales, mas ainda assim só o que recebem do Vaticano é o mais profundo silêncio. O arcebispo de Santa Cruz, Sergio Gualberti, é uma dessas lideranças.

O arcebispo fez um sermão que está obtendo grande repercussão, sendo considerado a mensagem mais dura vinda de um líder cristão contra o presidente. Ele denunciou a tentativa de Morales se perpetuar no poder, uma vez que conseguiu mudar a Constituição e vai para seu quarto mandato consecutivo.

A frase de “Com este sistema, a única coisa que conseguirá será a paz dos cemitérios”, causou grande comoção entre os bolivianos.  O arcebispo disse ainda: “Hoje, em nosso país, ignorando o clamor do povo, tentam impor um sistema que lhes permite perpetuarem-se no poder, que limita as liberdades, abre caminho à perseguição da oposição e favorece a impunidade da corrupção daqueles que estão no governo”.

O Papa Francisco já aceitou de Morales um crucifixo em forma do símbolo comunista da foice e martelo. Disse, na época, que o fez para manter o diálogo aberto.

Este seria o momento de fazer uso de toda a amizade que eles e esforçou em nutrir junto aos ditadores latino-americanos.

Mas Francisco continua com seu silêncio ensurdecedor. E, ainda assim, ele recebe apoio de multidões de alienados e imbecis do mundo todo.

Basta Francisco sacar do bolso alguma platitude e discorrer sobre ideais analgésicos da transcendência, da fraternidade universal ou do bem comum. E a imprensa repercute tais trivialidades como um ato de coragem contra os poderosos do mundo…

A verdade, contudo, é que Francisco tem sangue nas mãos.

 

Thiago Cortês é jornalista.
https://thiagocortessite.wordpress.com/

 

  • Daniel

    Muita parcialidade, com distorções dos fatos e superficialidade de investigação, Thiago Cortês. Ao Mídia Sem Máscara digo que deixarei de segui-lo se artigos sem qualidade como este continuarem a ser publicados.

    • Leonardo Pastoriza

      Vá assistir a Globo News. Se o senhor realmente acompanhasse o Midia sem Máscara saberia que isso que o Thiago disse não é novidade.

    • Eduardo Emidio

      Vá com Deus.

    • Gustavo Costa de Oliveira

      se tem alguma informação pra completar ou corrigir, É SUA OBRIGAÇÃO!!!

      • Daniel

        Neste caso não, pois deveria ser imparcial ao menos a exposição dos fatos para se ter conclusões. Digo: pontos e contra-pontos. Mas exponho alguns que poderiam ser citados: um deles é que ele, quando recebeu o crucifixo de Evo, disse que não era bom e não o levou como presente. Outro é que qualquer cristão deve amar seus inimigos, assim como ajudar todos que precisam ou são pecadores, inclusive comunistas. Mais um é que ele também já criticou o comunismo e a teologia da libertação errônea, além de muitas vezes lembrar da Venezuela em suas homilias. Basta pesquisar. Há fatos reais no artigo, mas muitos distorcidos e os contra-pontos omitidos. Claramente parcial, infelizmente.

        • Newton (ArkAngel)

          Não há contra pontos. O Papa é representante da Igreja Católica, e não há discussão sobre isso. Não há lógica no fato de que o representante máximo do catolicismo no planeta não tenha atitudes cristãs para com os cristãos.
          Amar os inimigos não significa ser conivente com as barbaridades cometidas. Antes de tudo, deve-se proteger os inocentes.

          • Arnaldo Gouveia Marques

            Como ele protege os inocentes nos países onde os cristãos são perseguidos somente por serem cristãos???

          • Newton (ArkAngel)

            Obviamente, o papa não vai sair com um fuzil nas mãos para defender os cristãos. O problema é que quando, por exemplo, algum muçulmano ataca cristãos ou qualquer outra pessoa, e estas começam a nutrir sentimentos de ódio e revolta contra muçulmanos, o papa de imediato começa a discursar sobre a tolerância, vitimizando os perpetradores dos atos terroristas.
            Só que quando cristãos são mortos, ele simplesmente se omite. Não faz absolutamente nada. Nem uma palavra. Ou seja, ele vitimiza os culpados e se cala quando deveria defender aqueles que são realmente inocentes, cristãos ou não.

          • Gustavo Costa de Oliveira

            quando um bem infinito entra no nosso mundo finito, muitas vezes pra entrar, entra invertido

          • Gustavo Costa de Oliveira

            é a velha questão da teodicéia

          • Mário José

            Estão se sentindo incomodados, não é ultraconservadores? Querem uma igreja príncipesca, não é. Essa reação é comum… são os mesmos que criticaram e mataram Jesus.
            O Papa tem sim se manifestado contra todo o tipo de autoritarismo no mundo… denunciar é uma coisa, resolvê-los é outra.
            Nossa, Bento XVI foi um enorme ativista!!!!! Foi tão forte que nem suportou o peso sobre seus ombros, se acorvardou e abandonou o barco. E Francisco, no entanto, está aí, suportando a perseguições de vcs, neo-fariseus.
            Viva Francisco! Muita coragem e força para enfrentar esses ventos contrários.

    • Henrique Ferreira

      Ora e veja! Parece que o Mídia sem Máscara vai sofrer um grande desfalque por não publicar matérias ao gosto do freguês. Tenha santa paciência.

    • Alison Paixão

      Mas a principal pergunta continua no ar. Por que ele não está falando nada a respeito do que vem acontecendo há anos na America Latina?

    • Tulio Stephanini
  • Josiel Heat

    Boa Noite Daniel seu lugar não e aqui e na frente doo fake news

  • Odilon Rocha

    Sem qualquer receio, assino embaixo o artigo.
    É muita coincidência, pois ainda ontem comentava com minha família alguns aspectos abordados pelo articulista. Principalmente o silêncio ensurdecedor do Vaticano em relação à Venezuela, e ao que acontece aos cristãos ao redor do mundo. Altamente comprometedor, sendo lícito até mesmo concluirmos por clara conivência (interesses escusos). Fora disso, só covardia O que não creio.
    Particularmente, desde que ele assumiu, eu nunca me enganei.

  • Márcio Machado da Silva

    Uma pena o Santo Padre João Paulo II não estar entre nós.

  • Divino Souto

    ……sou católico, e antes de mais nada confio no Cristo, que morreu na Cruz para a salvação do homens, creio na missão da Igreja Católica Apostólica Romana, e se o Papa está sendo mais que apenas ‘bobo’ nas mãos desses tiranetes, que venha logo a verdade, inescapável para todos nós !!!!

    • Gustavo Costa de Oliveira

      e o Papa Bento XVI, tem o título de Papa Emérito, isto é, Papa por mérito.. não será ele ainda o verdadeiro?

  • Diego Borges

    Sad but True. Eu, como católico, vinha até então estendendo minha boa vontade com Bergoglio ao máximo que podia. Não mais. Agora dou razão aos que não o consideram como papa. Mas bem que Ratzinger poderia sair de seu exílio e fazer o que o atual ocupante não fez.

  • marcelo almeida

    A Igreja Católica sempre apoiou o comunismo/socialismo. Só não vê quem não quer!

  • marcelo almeida

    O vaticano sempre trabalhou para o globalismo – instalação da nova ordem mundial com um poder centralizado de esquerda e uma religião una. (a exemplo da Rússia).

  • marcelo almeida

    Império mesmo, são estes: Babilônico; Persa; Turco; Romano. O próximo, que está às portas, é o império do AntiCristo.

  • Reinaldo Oliani

    Não li toda a matéria, nem precisou, porque o que li foi o suficiente em saber que o tal jornalista que escreveu esta mais preocupado com as atitudes do Papa do que as dos ditadores em questão. O Papa não é santo, é um homem como qualquer pessoa, e nem Deus, que seria capaz transformar discórdias em união. Se ele fosse assim, países no Oriente Médio não estaria mais em conflito. O dito jornalista acha que o Papa é mais da mídia do que cuidar de assuntos que envolvem a violência na Venezuela. Se fosse apenas na Venezuela, o mal seria menor, mas esta em todos os cantos do mundo, principalmente em países de esquerda, onde os tiranos imperam, assim como no Brasil. A figura do Papa não pode interferir em assuntos políticos, mas pode mediar sim acordos. Se for ver nos dias de hoje, a igreja católica acabou perdendo forças, surgindo novas religiões, e muitos desses que deixaram de seguir o catolicismo, são os mesmos que apontam o dedo para a igreja. Já fui católico, hoje não, mas eu acho que não é a igreja que faz o homem, mas são as atitudes de cada um. Quanto o Papa, é um diplomata, com certeza não iria hostilizar nenhuma pessoa, muito menos esses ditadores, pois acredito que são através do dialogo que se chega a um acordo.

    • Luiz F Moran

      Eu sou católico e considero esse papa um amaldiçoado. Esse papa (que mais se parece com um politíco demagogo) está SIM com sangue nas mãos, ele se omite e se cala diante dessas atrocidades que esses vigaristas comunistas da AL cometem: Cuba, Venezuela, Equador e Bolívia se transformaram em gulags escravizando seus povos e perseguindo cristãos. Pergunto: como pode um papa se calar diante disso ? Não passa de um vigarista ! Não me representa.

    • Vanderson Vitor

      Então volte e leia! É pouco inteligente e muito arrogante criticar aquilo que não leu.

    • Newton (ArkAngel)

      O problema não é se o papa hostiliza ou não alguém, mas a sua negligência em relação aos cristãos. Passa a mão na cabeça de ditadores e muçulmanos, e finge não ver o massacre dos cristãos que ocorre bem debaixo de seu santo nariz.

  • Luiz F Moran

    “Nos anos 1980 nós tivemos a feliz coincidência da existência de 03 grandes líderes atuando para o bem de seus povos e para o bem comum da humanidade:
    – Papa João Paulo II
    – Margaret Thatcher
    – Ronald Reagan
    Não por acaso, o muro de Berlim sucumbiu ao final dessa mesma década“.
    Roger Scruton

  • Jayme Falavigna Filho FALAVIGN

    Francisco, “El Rojo”, o Papa Negro (jesuíta), NEGA a Jesus.Transformou o Vaticano em templo de vendilhões. Oferecerá a Igreja de Pedro ao Soros em troca de Euros do novo Governo Mundial Único.
    El Rojo fede a enxofre.

    Pilincho

  • Luiz F Moran

    Todo cristão tem o dever de se envolver na política, aquele que não se envolve justificando “não querer misturar religião com política” comete um dos maiores erros que pode existir. Em 1846, 02 anos antes de Karl Marx publicar o seu “manifesto comunista”, o Papa Pio IX se referiu àquela “doutrina infame assim chamada comunismo, que é absolutamente contrária a lei natural” e que “destruiria completamente os direitos, a propriedade e as posses de todos os homens”. Logo após o fim da segunda guerra mundial, o então Papa Pio XII conclamou a todos os católicos que não votassem ou ajudassem a eleger políticos comunistas, sob pena de serem imediatamente excomungados. Você que é cristão, sabia disso ?

    • Robson La Luna Di Cola

      Sabia. E você sabia que a Igreja Católica sempre combateu a ganância e o egoismo? Sempre pregou a caridade e a moderação? Ao contrário dos crentinhos da Teologia da Prosperidade Adam Smithianos?

  • Gustavo Brandão

    Ué, mas o papa não é o vigário de Cristo, o homem inerrante, a voz de Deus na terra? Cai mais um engodo católico, graças a Deus pelos 500 anos de protestantismo para nos livrar de mais uma mentira, a de que o catolicismo representa Cristo.

    • MRBlack Takitos

      A Santa Igreja Católica É a Igreja de Cristo, deixada pelo nosso messias por palavra para o 1º Papa São Pedro. A infalibilidade Papal se refere APENAS ao pastoreio e ao trabalho clerical do sumo pontífice, ele é um ser humano como todos nós no que se refere aos demais assuntos.

      O que ocorre é que (infelizmente) a maioria do corpo de acessoria do Papa é composto por adeptos da teologia da libertação e comunistas enrustidos, fazendo com que chegue ao Papa somente a informação favorável ao partido.

      Lave sua boca imunda pra falar da Santíssima Igreja Católica. Só pra constar, a Beata Serafina Micheli teve visões de Martinho Lutero queimando no inferno, pense nisso antes de defender o protestantismo.

      • Gustavo Brandão

        Não preciso lavar nada. A própria ICAR já demonstra o que ela é, pelos seus incontáveis erros ao longo de sua história. Ui, meu Deus, uma beata teve uma visão?? Ai, minha fé agora vai se perder!!! kkkkkkk, em primeiro lugar, quem disse que a visão dessa beata é divina? Em segundo lugar, o que muda a verdade dita por Lutero caso ele tenha se perdido no final de sua vida? (embora eu ache que ele deve ter sido salvo, mas só Deus pode responder isso perfeitamente). Em terceiro lugar, Sola Scriptura, Sola Fide, Solus Christus, Sola Gratia e Soli Deo Gloria, então, não sou seguidor de Lutero.

      • Júlio

        “Só pra constar, a Beata Serafina Micheli teve visões de Martinho Lutero queimando no inferno, pense nisso antes de defender o protestantismo”

        Uai, mas que argumento mais bosta e sem sentido. Quem é protestante não acredita nisso, então isso não vai convencer ninguém de nada.

        É o mesmo que dizer a um ateu: “Jesus andou sobre as águas e curou doentes, lembre-se disso antes de defender o ateísmo”

        Beata Serafina é um ca*****. Se bobear, é ela quem tá lá.

        • Robson La Luna Di Cola

          Leia os textos de Lutero. O Inferno é pouco para ele. Deve estar no (Inferno)².

          • Júlio

            Já li. Nada que justifique eu pensar que ele está no inferno. Vejo muito mais gravidade em quem cultua Santos

        • Robson La Luna Di Cola

          Assistam e divulguem este vídeo referente a um livro onde citadas algumas frases “maravilhosas” do anti-semita Lutero.
          A FACE OCULTA DE LUTERO (O QUE OS PROTESTANTES NÃO DIZEM)
          https://www.youtube.com/watch?v=oNGoQ-u8nts
          Depois, meus caros hereges, reconvertam-se à única e verdadeira Igreja.

          • Júlio

            E você veja esse vídeo sobre a face oculta de Madre Teresa de Calcutá, já uma santa. E, ao contrário do caso de Lutero, temos testemunhos de PESSOAS VIVAS e que conviveram com ela. Ela negava remédios aos doentes por acreditar que o sofrimento dos pobres “purificava o mundo” e os aproximava de Cristo, mas se tratava nos melhores hospitais. Além de ter relações escusas com o ditador Jean-Claude Duvallier, de quem recebia favores e frequentava o jatinho, além de fazer vista grossa ao divórcio de Lady Di por ela ser uma das maiores doadoras. Não posso ser adepto de uma religião que considera essa mulher uma santa.

            https://www.youtube.com/watch?v=dPEgo38Ovrc

          • Robson La Luna Di Cola

            Tudo isso pode ser até verdade. Mas ela não fundou uma seita, como Lutero. Uma versão Xing Ling (R$1,99) da única e verdadeira igreja de Cristo. Suma daqui crentinhos!

    • Robson La Luna Di Cola

      Esses LIXOS chamados Calvino e Lutero foram adorados pela burguesia ascendente do Século XVI. Pois a ICAR condenava a preocupação exagerada com a acumulação da riqueza, e condenava a USURA (cobrança de juros). Mais uma vez minha Igreja estava correta. Veja as desgraças globais que essa desgraça chamada lucro financeiro provocou na nossa história. Inclusive a crise de 29 que facilitou a ascensão de Hitler na Alemanha. Três desgraças que a Santa Inquisição tinha que ter mandado para a fogueira: Henrique VIII, Calvino e Lutero. Veja a biografia dessas figuras “maravilhosas”. .

      • Gustavo Brandão

        Você não deve me medir pela sua mediocridade. Eu não adoro Calvino e Lutero, como você adora qualquer zé mané que é considerado santo. E você é tão cristão que acha correto que alguém vá para fogueira. Acho que você deve reler a Bíblia e reconsiderar seu cristianismo mesquinho.

        • Robson La Luna Di Cola

          Crentinho, os santos são santos porque os seus milagres foram confirmados por especialistas do Vaticano treinados para detectar falsos milagres, e por cientistas convocados para analisá-los. Sobre a fogueira, os membros da Igreja Católica que praticam heresias dentro dela, devem ser queimados, dependendo da gravidade do ato. Hoje em dia não existe um monte de países civilizados onde a Justiça condena à pena de morte?

          • Gustavo Brandão

            E quem disse que pena de morte está certo em comparação com a pregação do evangelho? E muito obrigado por confirmar mais uma bizarrice católica, a de que os milagres foram feitos por homens e não por Deus. Mais uma idolatria católica distante do que as escrituras sagradas ensinam. Cara, pára de escrever. Quanto mais você argumenta, mais se afunda no esgoto moral.

  • Arnaldo Gouveia Marques

    Justamente, provavelmente esse venha a ser o ultimo papa, chamado de “falso papa” todo contraditório e “estranho” ele…Tinha que ser Argentino né?

    • Nihil SubZero Nemo

      Igual ao Che Guevara…

    • Laura Pammers

      Estou com medo! Como pode surgir um papa mais herético do que qualquer peçonhento da Idade Média? Será que vamos sofrer muito por motivos religiosos na próxima década?

      • Índio Valdemar

        Houve papas corruptos na História. Mas, pelo que consta, nenhum deles se atreveu a mexer um centímetro na doutrina católica. O que o Bergoglio está fazendo é diferente: ele quer demolir princípios basilares do Catolicismo em nome de uma “promoção da paz e do entendimento”. Com isso, ele é aplaudido por quem odeia o Catolicismo e dá uma forcinha a quem quer destruir a civilização judaico-cristã. Ele é perigoso.

  • Osvaldo Pereira Júnior

    Esse Papa é uma vergonha para a igreja. É um dos papas mais fracos e despreparados que a igreja já teve em todos os tempos.

    Devemos rezar para que o papado dele passe rápido e que seja substituído o mais rápido possível.

    • Índio Valdemar

      Ele não é fraco ou despreparado. A impressão que dá é que ele é mal intencionado mesmo.

  • Osvaldo Pereira Júnior

    Entrevista inédita com Vossa Santidade o Papa Francisco

    Repórter: Como Vossa Santidade se sente com a morte de Óscar Perez na Venezuela?

    Papa Francisco: O assassinato covarde de Ernesto Che Guevara foi uma coisa que me abalou profundamente e ainda me abala até hoje. Não há nada que possa fazer com que os povos sulamericanos esqueçam aquela triste data.

    Repórter: Já que Vossa Santidade não compreendeu muito bem a pergunta vamos a próxima. O que Vossa Santidade pensa sobre a ditadura de Maduro na Venezuela?

    Para Francisco; Realmente a ditadura de Pinochet foi algo terrível para toda a américa latina. É com muita alegria que hoje nós não temos mais esse tipo de governo tirânico em nossa amada américa do sul. Temos avançado muito nessa questão.

    Repórter: Bom é melhor irmos para a próxima pergunta. O senhor é a favor do casamento homosexual e ao aborto?

    Papa Francisco: Não existe ninguém em sã consciência que possa ser a favor do aborto. Mas como isso é um problema de saúde pública então todo mundo deve ser a favor do aborto. Sobre o casamento homosexual não existe ninguém dentro da igreja que deva ser a favor do casamento homosexual mas como isso é um problema de saúde pública então todo mundo deve ser a favor.

    Repórter: Nossa, interessante seu ponto de vista.

    • Deivson Gomes

      Fonte?

  • Decio Kataiama

    Pergunto! Qual é o papel de um lider religioso? Deus ama a todos porque Deus é puro amor! Amar ao próximo mesmo que o próximo não o ame! Dar bom testemunho em qualquer situação! Vai julgar o Papa? E você? Pronto, perguntei!

    • Rafael

      Tá ai uma questão, isso é possível? Alguém que entende de direito canônico poderia esclarecer essa curiosidade.

      • Gustavo Brandão

        Agradeçam ao protestantismo por trazerem a liberdade de se criticar o papa sem ir à fogueira.

    • Newton (ArkAngel)

      Julgo sim. É impossível ter uma visão crítica ou posição sem julgamento. Nós julgamos o tempo todo, inclusive a nós mesmos. Sem isso, é o caos.

  • Rafael

    Ser amigo dos poderosos e justificar seus atos é lugar comum entre os papas, bem lembrar que os antecessores de Francisco também mantiveram silêncio sobre várias atrocidades, bom, como aqui é um site da extrema direita, evidentemente um papa com verniz socialista não ia passar incólume, onde já se viu, o líder da Igreja criticar um sistema tão bonito quanto o capitalismo, especialmente nos países pobres. Heresia máxima.

    • Robson La Luna Di Cola

      O outro lado da moeda é tragicômico. São os Católicos von Mises. Provavelmente defendem a inserção na Bíblia do Evangelho Segundo Adam Smith. e a transferência do sede do papado do Vaticano para Wall Street.

      • ### Andreis###

        Wall Street já é do Vaticano!!!

      • Luiz Augusto

        Esses caras deviam ler Mises direito, suas idéias encontram eco nos escolásticos espanhóis do século XVI. Wall Street está longe de representar o livre mercado que desejam, kkk.

        • Robson La Luna Di Cola

          Estou falando dos membros da nossa “elite pensante”, que se apresentam como Católicos/conservadores, que possuem sites e publicam vídeos no youtube. Usando argumentos teológicos, na verdade estão simplesmente preocupados em combater as forças esquerdistas do país. Para manterem o seu fantástico padrão de vida. Querem manter o Paraíso aqui na Terra, onde vivem.

  • Robson La Luna Di Cola

    Quando Francisco foi eleito, um jornalista especialista nos temas do Vaticano, e que havia conversado com vários Cardeais, disse o seguinte: Francisco foi escolhido devido ao seu perfil Politicamente Correto e bom-mocista (ele usou termos mais suaves, é claro). O plano era um papado humanitário, cheio de amor aos pobres, fracos e oprimidos. Como estratégia para deter o enfraquecimento do Catolicismo, principalmente aqui no Ocidente. Tudo o que está acontecendo já era esperado.

    • Rafael

      Enquanto a ICAR ficar abrigando Padre teórico da conspiração e vendedor de omega três, vai ser difícil reverter a perda de fiéis e seu enfraquecimento. Parece que algo a consome pelas entranhas.

      • Robson La Luna Di Cola

        Está prevalecendo a ideia imbecil de que a Igreja Católica precisa se adaptar aos novos tempos. Mas é o contrário. Os novos tempos que precisam se adaptar à Igreja Católica. A Igreja dos mártires, dos santos, santas, e dos CRUZADOS.

        • Rafael

          É exatamente o que eu disse, Padre dançando arrocha no Fantástico é caminho para destruição.

      • Gustavo Costa de Oliveira

        os tempos acabarão e até vc, Rafael, que é um imbecil completo, durará mais do que ele

      • Robson La Luna Di Cola

        O GRANDE Padre Paulo Ricardo, felizmente não fala há anos em Escola de Frankfurt, em Antonio Gramsci e a Revolução Cultural, etc. Está 100% do tempo preocupado em evangelizar e produzir Católicos fortes e cheios de fé.

        • Rafael

          Deve ter caído em si.

          • Robson La Luna Di Cola

            Finalmente se afastou das TC’s. Percebeu que Católicos fortes resistem à todos os tipos de tentações, sejam com que propósito forem.

        • Gustavo Brandão

          E em chamar evangélicos de otários.

    • Gustavo Brandão

      Ué, mas não é o próprio Deus que escolhe o seu representante máximo na Terra? A sua própria voz? É, realmente, o catolicismo é uma bagunça teológica mesmo que o protestantismo nos fez o favor de expor. Soli Deo Gloria.

  • Guto

    Tá chegando a hora dele. Guardem essas palavras!

    • Marcos Santos

      Elaborate it, please….

  • ### Andreis###

    Papa argentino???
    Saudades do grande Papa João Paulo II, este bateu de frente e foi um dos responsáveis pela queda do Império do Mal, a União Soviética.

  • Felipe Toget

    PERFEITO!! SIMPLES ASSIM.

  • Fábio Márcio

    Grande alienado o Sr. Thiago Cortez . Deveria se informar melhor antes de sair publicando um monte de bobagens sobre o Santo Padre Francisco . Nada do seu covarde e ignorante ataque condiz com a realidade pois o que vc busca é ibobe mas esquece que para isso deve ser copetente para realizar seu trabalho coisa que de longe vemos que não é. Seu objetivo é atacar a igreja católica mas os católicos de verdade e inteligentes jamais vão te dar esse ibope. Por que nunca publicou contra os políticos que destroem a esperança do povo ? Mas atacar quem defende o pobre e o marginalizado é fácil né? O pior é ter gente e até “católicos” te dando ibope. Seu trabalho é uma lástima para o povo …

  • Eliane Aparecida da Silva

    Pois é, nem Jesus Cristo agradou a todos. O Papa faz seu papel diplomaticamente como deve ser. É um grande pacifista, acredito piamente em suas intervenções e intenções políticas, mas fácil e’ crtiticar do que se colocar no lugar dele. Jogam pedras sem perceber que ele faz a sua parte mas não pode ir mais longe do que sua posição permite. É inquestionável a grandeza espiritual desse ser. A ideologia política dele é uma mas as atividades dele são espirituais em primeiro lugar. Pelo que percebo, o povo do primeiro século não difere quase nada com o de agora, pois condenar um santo é corriqueiro mas tentar ser uma pessoa melhor é raro.

    • Hristu

      Acontece que a posição dele permite sim denunciar a morte de cristãos em países comunistas e muçulmanos. Ele não é apenas um grande pacifista, ele é um chefe de Estado e o sumo pontífice da Igreja Católica Apostólica Romana. Nesta posição, ele tem autoridade para fazer esse tipo de denúncias. Ele não tem ingerência em países estrangeiros, mas tem o direito de usar o espaço dele na Praça de São Pedro para defender aqueles que professam a mesma fé que ele. (Eu diria mais, ele tem é o dever de fazer isso.)

    • Júlio

      “Jogam pedras sem perceber que ele faz a sua parte mas não pode ir mais longe do que sua posição permite.”

      Então, mas não é que ele “não pode ir mais longe do que sua posição permite”. A questão é que ele vai no lado extremamente OPOSTO a isso. Além de não ajudar, ele atrapalha. Aliás, ele já foi além do que a posição dele permitia ao criticar o Trump em pleno período eleitoral americano. Extrapolou as funções dele. Estamos falando do mesmo cara que também cancelou a vinda ao Brasil depois do impeachment e mandou carta de apoio a Dilma. Isso sem contar coisas menores, como dizer que é feminista e tudo mais.

    • Newton (ArkAngel)

      É, mas Jesus não era negligente como esse desgraçado que só pensa em fazer demagogia.

  • Marcell

    “Sabendo que estavam para vir e apoderar-se dele para o fazerem rei, [Jesus] retirou-se novamente para o monte, sozinho”, diz João 6:15. Jesus não deixou dúvidas quanto a sua posição. Recusou-se firmemente a se envolver na política de sua nação. Ele nunca mudou sua atitude, e disse que seus seguidores deveriam imitá-lo. (Leia João 17:16)

    • Hristu

      Ok. Você tem o direito de não se mexer dentro da política, tudo bem. Só lhe peço que ore. Ore com força, pra que Deus mantenha afastados de sua igreja e de sua casa aqueles que matam cristãos em nome de seu deus.

      • Marcell

        OS Evangelhos relatam acontecimentos do ministério de Jesus que o colocaram frente a frente com a política. Por exemplo, pouco depois de Jesus ser batizado, com cerca de 30 anos, o Diabo lhe ofereceu a posição de governante mundial. Mais tarde, uma multidão queria fazer dele o seu rei. Algum tempo depois, as pessoas tentaram forçá-lo a se tornar um ativista político. Como Jesus reagiu?
        Os Evangelhos dizem que o Diabo ofereceu a Jesus o domínio sobre “todos os reinos do mundo”. Mas Jesus recusou. — Mateus 4:8-11.
        João escreveu em seu Evangelho que Jesus, “sabendo que estavam para vir e apoderar-se dele para o fazerem rei, retirou-se novamente para o monte, sozinho”. (João 6:10-15) Fica evidente que Jesus não quis se envolver na política.
        Os fariseus queriam que Israel fosse independente do Império Romano. Tentando forçá-lo a tomar uma posição política, eles lhe perguntaram se os judeus deviam pagar impostos a Roma.
        Marcos registrou a resposta de Jesus: ‘Pagai de volta a César as coisas de César, mas a Deus as coisas de Deus.’” (Marcos 12:13-17) O livro Church and State—The Story of Two Kingdoms (A Igreja e o Estado — A História de Dois Reinos) diz o seguinte sobre o motivo dessa resposta de Jesus: “Ele se recusou a fazer o papel de um messias político e fez questão de deixar bem clara a separação entre César e Deus.”

  • Eluis Ruano

    Bergoglio é mais um resultado das artimanhas do CVII e está longe de ser o primeiro papa a trair Deus embora seja talvez o mais descarado deles.

  • Albanez

    Não sou católico e não estou aqui para defender A nem B. Achei interessante o ponto de vista do autor do texto, porém, verdade seja dita, pelo menos no episódio do presente do “crucifixo” o autor está equivocado. Pois foi amplamente noticiado que o Papa falou “Isto não está certo.”
    Obviamente ele aceitou o “presente” por ser um líder, mas podemos ver pela cara dele que ficou bem chateado. Evo é que foi um fdp de colocá-lo nessa situação.
    Em relação ao silencio do Vaticano acerca desses dois safados da América Latina eu concordo totalmente.

    Vídeo que o Papa recebe o “presente”
    https://www.youtube.com/watch?v=uXTm9vpKe7M

  • Danilo Dalla Vecchia

    Com certeza o pior papado de todos os tempos . Além do viés de teólogo da libertação . Saudades que tenho de karol wojtyla .

  • fbl

    Perfeito o texto. Esse papa não engana ninguém, basta não ser um cristão cego, que fecha os olhos para os verdadeiros deveres políticos e sociais de um Papa.

  • Marcos Pereira

    Fico estupefato ao ver e saber das atitudes do papa francisco. Desconheço na história um papa que tenha proferido tantas blasfêmias, tantas atitudes anti-católicas e cristãs. Está destruindo a Igreja por dentro.. É um comunista, evidenciado por sua amizade com dom cláudio hums – um notório bispo vermelho. Vejo o papado de francisco como um desastre para a igreja:Um comunista dentro da igreja;como pode? Insano. A infiltração marxista no clero chegou ao Trono de Pedro. O que fazer, diante de um papa que segue à risca os mandados do príncipe das trevas, que está sob influência direta daquele que veste o manto vermelho? Pense, Fale e Haja como Jesus: “O príncipe desse mundo está julgado”. Então devemos proclamar, o papa de nossa igreja “está julgado”.

  • Marcos Pereira

    Observação:
    Quando me referi ao manto vermelho, não o associem a um suposto manto vermelho de Jesus. Refiro-me ao Vermelho, a cor do demônio,infelizmente um príncipe que caiu em tentação, grave tentação, foi além do pecado, caiu na Iniquidade.

  • Erwin Heisler

    Parabéns. Muito bem escrito.

  • Elton Aibel

    Díficil esquecer declaração dele quando terroristas muçulmanos assassinaram policiais e funcionários daquela revista satírica francesa, a qual bergoglio disse que ” se alguém xingar a sua mãe você vai ficar quieto? Eu dou é um soco” , algo nesse sentido. Mostra realmente o sangue nas mãos e a quem este senhor trabalha. Impossível esta negligencia ser fruto de ignorância sobre o verdadeiro islã, este senhor é um inimigo de Cristo que tenta destruir a Igreja desde dentro.

  • suely oliveira

    Lamentavelmente o Papa Francisco está destruindo o legado do então Papa João Paulo II.

  • Nihil SubZero Nemo

    Já que está com as mãos sujas de sangue, é hora do Pilatos romano (Francisco) lavar as mãos, porque Cristo já foi flagelado em tantos lugares do mundo nos rostos dos cristãos perseguidos e martirizados pelos inimigos da Igreja e de Deus que só resta aos seus seguidores partirem para o Calvário e serem crucificados sob o silêncio do “humilde midiático” patético.

    Como nos últimos capítulos dos Evangelhos, o sucessor de Pedro repete os atos de covardia do primeiro Papa e sua negação da amizade com o Senhor.

  • Iason Souto

    Análise excelente, desapaixonada e embora não seja para mim, impactante, para quem acompanha somente a grande mídia que fabrica mentira vinte e quatro horas por dia. É deprimente ver um líder religioso como bergolio, não respeitar nem a liturgia do cargo, cortejando assassinos e se curvando à mais brutal das ideologias já produzida por mentes humanas.

  • Layse Italo Salomão

    Esse Papa Francisco, que de franciscano não tem nada, ele é da escola jesuíta, é senão o próprio Satanás, o anticristo personificado. Maravilhados estão os povos do mundo com sua humildade, assim como diz a Bíblia no livro de Apocalipse, escrito pelo apóstolo João, portanto os sete selos revelam sua origem, o poder papal e o respaldo que a grande nação e a mais poderosa darão a ele na sua missão de enganar ao mundo. Grandes poderes e maravilhas ele fará para ludibriar os habitantes da terra. Não se enganem o seu número é 666.

  • Robson La Luna Di Cola

    Os ingratos dos protestantes encontraram o mundo prontinho para implantarem suas heresias: Desde a cristianização do Império Romano, transformando a Igreja Católica na religião oficial do Império, depois a evangelização dos bárbaros pagãos da Europa Ocidental e Oriental, depois a composição da Sagrada Escritura ( a Bíblia que crentinho gosta de carregar embaixo do braço), sua preservação ao longo dos séculos através dos monges copistas, a fundação dos hospitais, A criação do método científico com Roger Bacon. A expulsão dos muçulmanos da Península Ibérica por parte dos Reinos Católicos. Os muçulmanos já haviam chegado até a fronteira com a França, e o plano era conquistar todo o Continente. E depois, o mundo.

    • Robson La Luna Di Cola

      Robson, você esqueceu de falar da criação das Universidades! Acorda!

      • Gustavo Brandão

        Robson, você se esqueceu de dizer que os católicos enxertaram a Bíblia com livros apócrifos. Robson, você se esqueceu de dizer que os católicos mataram em nome de Deus. Robson, você se esqueceu de dizer que houve papas homosexuais, devassos, glutões, mentirosos. Robson, você se esqueceu de dizer que o protestantismo é a busca da proximidade com a igreja primitiva que o catolicismo usurpou. Robson, você, etc, etc e etc.

        • Robson La Luna Di Cola

          Crentinho, e o Bispo Edir Macedo? kkkkkk O Fernandinho Beira Mar dos crentinhos!!!!

          • Gustavo Brandão

            É, cara, você é um ignorante em protestantismo mesmo. Achar que Edir Macedo é um representante nosso é uma piada. Ele é um ateu que se apropriou do discurso do evangelho para fazer fortuna. Boa parte do que ele fala é heresia. É um ser deplorável, que abusa da boa fé das pessoas simples.

          • Robson La Luna Di Cola

            Esse mané do Edir Macedo, uma vez disse que era Calvinista, pois Calvino, com sua (estúpida) teoria da Predestinação Divina, acabou energizando o capitalismo e a prosperidade. Prospééééra, irmão! Gróóória! Para encerrar, pois lugar de protestante é na fogueira (metaforicamente falando, é claro), assista este vídeo no youtube: Inquisição Protestante Genocidios de Lutero e Calvino. Esses dois vagabundos estão no inferno! Henrique VIII também.

          • Gustavo Brandão

            metaforicamente, claro, tá bom, me engana que eu gosto.

          • Robson La Luna Di Cola

            “Queimar” um protestante é fácil. Basta lhes revelar os fatos históricos. Para encerrar: pesquise a relação entre o Luteranismo e o nazismo na Alemanha de Hitler:
            https://caiafarsa.wordpress.com/o-nazismo-nasceu-do-protestantismo-inedito/

          • Gustavo Brandão

            Cara, você compartilhar textos do caiafarsa, blog já totalmente conhecido no meio protestante pela baixa qualidade de argumento e português, pela mentira e pelo fanatismo. Seu dono, Fernando Nascimento, é um tosco que não argumenta nada e fala bobagens o tempo todo. Busque você a verdade e os fatos. Faça uma coisa simplíssima: abra a Bíblia e a leia. Você deixará de ser católico.

          • Robson La Luna Di Cola

            Gróóória, irmãu! Jezuis tá vívu! Eu quéru mi convertê! Aceitá Jezuis como meu únicu salvadô! Adeus.

          • Everson Favaro

            Independentemente de opinião, manter o respeito é sempre desejável. Ler as opiniões de ambos até aqui para chegar nessa última e ler tamanha falta de respeito com o próprio Salvador… que coisa.

          • Robson La Luna Di Cola

            Quem não respeitou e não respeita o Salvador são os protestantes e evangélicos. O R$1,99 da Igreja Católica. A ´única e verdadeira Igreja; Tchau!

          • Everson Favaro

            Do que está falando? A quem estou aqui defendendo? O que eu tenho a ver com o fato de existirem protestantes, evangélicos e católicos? Tenho só pena de quem pensa que pode brincar com as coisas sagradas, com o nome de nosso Salvador. Vá aonde você queira ir. As pernas são suas, não minhas. O que você faz não me interessa, apenas acho lamentável faltar com o respeito, ainda mais publicamente, por isso meu comentário, porque estou já sem paciência para lidar com aqueles que acham que podem escrever o nome do nosso Salvador sem nenhum respeito. Ainda mais partindo de quem já deveria ter bagagem para se portar de forma diferente. Quem se porta dessa forma está mesmo desesperado, sem argumentos, sem chão. Se acha mesmo que o Criador de tudo o que já foi, é, e ainda haverá de ser; irá limitar-se por qualquer coisa criada ou mantida pelo homem, então precisa pensar ainda muito a respeito. Apenas mantenha o nível. É bom pra você, estando certo ou errado.

          • Robson La Luna Di Cola

            Eu tenho argumentos, sim. Sou um estudioso, desde a adolescência, de História, Filosofia, Teologia. E da Bíblia é claro.. E sei o LIXO que os líderes protestantes foram. E as doutrinas que criaram. Não estou desesperado. Estou tranquilo. Pois minha fé é baseada nos fatos, na realidade histórica. O resto, são heresias. Produtos Xing Ling. Pela décima vez: Adeus!!!!

          • Everson Favaro

            Cara.. os incomodados que se mudem.

          • Robson La Luna Di Cola

            Gosto de me divertir com os idiotas.

          • Gustavo Brandão

            E aí, vai continuar insistindo em conversa mole? “E José, despertando do sono, fez como o anjo do Senhor lhe ordenara, e recebeu a sua mulher;
            E não a conheceu até que deu à luz seu filho, o primogênito; e pôs-lhe por nome Jesus.”Mateus 1:24,25. Qualquer estudioso sabe o que quer dizer o “conheceu” aí do texto. Vai lá, gênio, vai continuar acreditando em mentiras? Cristo disse “eu sou a Verdade”. A busca pela verdade deve ser um dos grandes objetivos do cristão, coisa que, claramente, você nunca fez, se utilizando dos argumentos mais sem sentido e distantes do original para explicar o inexplicável. Cuidado, idolatria é o pecado nº 1 do ser humano.

          • Robson La Luna Di Cola

            E os crentinhos, que adam com a Bíblia embaixo do braço com aquela arrogância puritana, quando estão indo para o (o)culto, como se estivessem carregando o próprio Cristo embaixo do braço? E enchem suas casas de Bíblias em todoS oS cantos. Como se fosse um ídolo mágico, para trazer a cura, a prosperidade, a felicidade. ISSO É IDOLATRIA. Parece coisa de macumbeiro.Aliás, já assisti cultos evangélicos que fazem lembrar cerimônia de candomblé, eheh.

          • Gustavo Brandão

            Cara, você só se utiliza da falácia do espantalho na discussão. Quem disse que carregar Bíblia debaixo do braço é idolatria? Quem disse que em casa de “crentinho”, como você diz, nos ajoelhamos perante a Bíblia, acendemos vela à ela, fazemos oração à ela, pedindo que a Bíblia seja mediadora entre nós e Deus? Você é muito desonesto na discussão, fica inventando personagens que te assombram e você projeta esses personagens nos protestantes. A Bíblia, o livro, é apenas o meio pela qual a mensagem divina, imaterial e esta sim sagrada, chegou até nós. Nenhum evangélico, nem o mais bocó seguidor de Edir Macedo e outros, eu vi fazendo culto à Bíblia. Aceite e a verdade, cara, de que a sua igreja inventou teorias que não cabem dentro da verdade bíblica. É melhor do que ficar, ridiculamente, batendo em espantalho o tempo todo.

          • Robson La Luna Di Cola

            A minha Igreja é aquela fundada desde os tempos de Pedro. a sua é a Igreja R$1,99, Xing Ling, produzida com tecnologia ROUBADA. Inclusive a Bíblia. Definida pela Igreja Católica. tchau, protestantes, não me encham mais o saco!

          • Gustavo Brandão

            A sua igreja então é a católica ortodoxa, já que Pedro foi bispo em Antioquia?

          • Gustavo Brandão

            Outra coisa, o cânon foi definido muito antes de a Igreja católica se pronunciar sobre ele. O antigo testamento, que foi dado ao povo judeu, já estava definido à época de Cristo. Muito após isso os católicos inventaram de incluir livros claramente apócrifos como se fosse o cânon. A Bíblia, portanto, existe antes da ICAR, e é com base nela que nós sabemos o quão errada é a sua Igreja.

          • Robson La Luna Di Cola

            Seu burro, ignorante, a Bíblia é só o Antigo Testamento. Leia o texto abaixo, e tcháu.
            “Conhecendo a Bíblia Sagrada ”
            – Bíblia Católica Online
            https://www.bibliacatolica.com.br/conhecendo-a-biblia-sagrada/3/

          • Gustavo Brandão

            Bom, já se percebe o nível de conhecimento de teologia seu quando você diz que a Bíblia é só o antigo testamento. Faz o seguinte, edita esse seu texto, pois isso é pergunta de criança de cinco anos em escola bíblica dominical protestante.

          • Robson La Luna Di Cola

            Esqueci de digitar o símbolo da interrogação. Falha de digitação. Adeus hereges! Cuidado para não irem fazer companhia em um caldeirão de merda para Lutero, Calvino, e Henrique VIII. Adeus.

          • Gustavo Brandão

            “Paz se possível, mas verdade a qualquer custo.”
            Martinho Lutero

          • Gustavo Brandão

            Como se demonstra pela seu próprio texto, a sua ignorância sobre o protestantismo é imensa. Mas vou te dar umas lições: você sabia que os livros que a ICAR acrescentou bizarramente na Bíblia foram todos do antigo testamento, e por isso eu sintetizei a nossa discussão apenas nesse ponto?

          • Robson La Luna Di Cola

            O único erro da Igreja Católica Apostólica Romana, a única e verdadeira Igreja, foi não ter mandado para a fogueira da Santa Inquisição os BANDIDOS Henrique VIII, Calvino e Lutero. E de novo! Não me enche mais o saco! Promover produtos falsificados dá cadeia!

          • Gustavo Brandão

            Como é bom apertar pessoas como você e demonstrar o lixo moral que você segue. Já ouviu falar de Jesus?

          • Robson La Luna Di Cola

            Jezuis tá vívu! Gróóóória!!!!! Tchau querida!

          • Everson Favaro

            kkkkkk o espelho deve ser um excelente companheiro teu! ;D

          • Gustavo Brandão

            Prá você, só deixo alguns textos: “Não é este o filho do carpinteiro? e não se chama sua mãe Maria, e seus irmãos Tiago, e José, e Simão, e Judas? E não estão entre nós todas as suas irmãs? De onde lhe veio, pois, tudo isto?” Mateus 13:55,56
            Só isto já bastaria para mostrar a mentira pregada pelo catolicismo sobre a virgindade perpétua de Maria. Se você é tão estudioso, um ser tão inteligente, a própria sapiência em pessoa, deve admitir a única interpretação correta do texto, a de que Maria teve outros filhos. O problema do catolicismo foi dar acesso às escrituras sagradas. Com isso provou-se o engano da ICAR.

          • Robson La Luna Di Cola

            Leia o texto abaixo:
            Jesus teve irmãos de sangue? Maria teve filhos depois de Jesus?
            http://www.abiblia.org/ver.php?id=824
            Sola scriptura, eheh. Gróóóória.

          • Gustavo Brandão

            Já li outras vezes esse texto. Gostei da conclusão. Tudo indica que são irmãos de sangue, mas….. aí inventa que outra teoria pode ser aceita. É tão claro que são filhos de relações sexuais entre José e Maria que somente fanáticos não acreditam nisso.

          • Robson La Luna Di Cola

            Existem argumentos para as duas possibilidades. Nunca saberemos a verdade, enquanto não inventarem uma Máquina do Tempo. Então, vou acreditar na Santa Igreja Católica Apostólica, Romana. A única e verdadeira igreja. O resto é o LIXO protestante.

          • Gustavo Brandão

            Não existem argumentos para a teoria da virgindade perpétua. Existe fé cega. Enquanto para o outro lado existe a descrição da história, com versículos bíblicos contundentes. Ademais, Cristo nunca tratou sua mãe com a idolatria que a ICAR a trata. Só isso já bastaria para considerar o catolicismo como mentiroso.

          • Robson La Luna Di Cola

            A única e verdadeira igreja não idolatra a Virgem Maria. Ela a reverencia. Como uma pessoa especial. Que foi escolhida pelo Deus Pai para gerar, e EDUCAR o Seu Filho aqui na terra. Não foi uma missão fácil. Portanto, não poderia ser entregue para qualquer mulher. Lelúúía! PS : Assista os vídeos do Padre Paulo Ricardo destroçando, através de sua biografia o maluco
            do Martinho Lutero!!!

          • Gustavo Brandão

            A velha conversinha de “não idolatra, só venera”. Eu não sei o que mais é idolatria então, se ajoelhar, chorar, rezar, prestar culto, beijar imagem, fazer procissão, fazer uma basílica, etc. não for considerado idolatria.

          • Robson La Luna Di Cola

            Fazemos a mesma coisa pelos santos e santas. Que realizaram milagres comprovados cientificamente. Foram intermediários da vontade e da ação Divina. Qual o problema de uma basílica? Lá dentro, rezamos missas, que são cerimônias sagradas onde celebramos a vinda de CRISTO e seu sacrifício para nossa salvação. O nome de uma basílica dada à Nossa Senhora, é para relembrar um MILAGRE envolvendo uma imagem de sua santa pessoa. Qual o problema? Maldito Século XVI, onde surgiu tanto LIXO, que nos atormenta até hoje…

          • Gustavo Brandão

            O problema é que fere o primeiro e maior mandamento, somente isso, hehe.

          • Julio Heitor Nobrega

            Oi Gustavo,

            desculpe estar iniciando outra linha de discussão além da outra que estamos debatendo, mas essa é fácil de responder 🙂

            Na língua hebraica da época não existia a palavra “primo”, sendo necessário lançar mão da palavra “irmão” para se referir aos primos de Jesus. Muitos documentários sem compromisso com o Cristianismo se basearam nessa confusão de linguagem para tentar refutar a virgindade de Maria Santíssima.

            Um grande abraço meu amigo!

          • Gustavo Brandão

            Seria fácil se o novo testamento tivesse sido escrito em hebraico, mas todos sabem que foi escrito em grego, e em grego há palavras distintas para irmão, irmã, primo, prima e parente, o que, traduzindo o texto, só leva a uma conclusão: Maria teve filhos naturais, além de Jesus.

          • Julio Heitor Nobrega

            Errado meu amigo,

            assim como São Paulo utilizou o termo grego ANEPSIOS (primo) em Cl 4,10, os evangelhos se utilizam da mesma palavra em grego para se referirem aos primos de Jesus.

            Grande abraço!

          • Gustavo Brandão

            A palavra do texto é adelphos, é só buscar o original que verá qual a verdade. E a palavra traduzida para irmãs é adelphe, que tem o mesmo significado. Caro Julio, eu vejo que você é muito bem intencionado, mas não há como fugir disso. Eu já até li bíblias católicas e versões católicas e a palavra é traduzida mesmo como irmão e irmãs. E o original também. Disso não tem como fugir.

          • Julio Heitor Nobrega

            Oi Gustavo,

            eu sei que na própria bíblia Católica é usada a palavra “irmao”. Na versão ‘Ave Maria’ da bíblia, há um comentário de roda-pé explicando exatamente isso.

            Você não acha que seria incoerência demais os Católicos afirmarem que Maria não teve outros filhos e em sua própria bíblia estar usando a palavra “irmão”? É claro que a explicação é esta.

            Mais uma vez insisto. Na época, esta palavra grega era usada para identificar qualquer nível de parentesco.

            Um grande abraço!

          • Luiz Augusto

            Sou protestante e não posso deixar de concordar com o ponto principal colocado pelo Robson, a Igreja Católica fez tudo isso e mais, devemos-lhe no mínimo o crédito. Também é notável a quantidade de grande pensadores de origem católica, tornando até constrangedora a diferença. Por fim, o grande problema hoje é a destruição da igreja, tanto catolica como protestante, destruição que vem de dentro, os bárbaros estão entre nós. A destruição da Igreja Católica é a grande meta do inimigo. A protestante se destrói a si mesma, basta ver a quantidade de denominações diferentes. Ser cristão nunca foi fácil de qualquer forma, esse o grande problema do Francisco, quer vender um cristianismo bonzinho, muito distante da realidade.

          • Gustavo Brandão

            Caro Luiz, você está tremendamente equivocado. A igreja primitiva, que lutou bravamente para crescer, foi usurpada pelo poder e, em consequência, se tornou a ICAR. O protestantismo é a busca pelo retorno à essa igreja primitiva, baseada nos cristãos dos primeiros séculos. A igreja católica vai ser derrubada pois ela é a babilônia do apocalipse, e não por meta do inimigo. Não se renda a essa conversinha mole de católico. Estude a perseguição que a ICAR fez sobre a tradução da bíblia, sobre os cristãos não vinculados a ela, sobre os valdenses, os hussitas, as heresias que ela enxertou no arcabouço teórico do cristianismo, os livros apócrifos que ela inseriu na Bíblia, após o advento do protestantismo, etc. Esse negócio de que o protestantismo é recente e saiu do catolicismo é a maior mentira deslavada. Sempre houve grupos que buscaram a pureza da época apostólica, e por muito tempo esses grupos foram perseguidos pela linda e “santíssima” igreja católica apostólica romana.

          • Julio Heitor Nobrega

            Oi Gustavo,

            tudo bem?

            Sobre a sua frase: “A igreja primitiva, que lutou bravamente para crescer, foi usurpada pelo poder e, em consequência, se tornou a ICAR.”.

            Como concilia-la às palavras de Cristo: “Pedro, tu é pedra e sobre esta pedra edificarei a minha igreja….e as portas do inferno JAMAIS prevalecerão sobre ela”.

            Ora, se a igreja primitiva foi usurpada pelo poder, então Cristo mentiu. Procede esse raciocínio para você?

            Um grande abraço e Deus te abençoe.

          • Gustavo Brandão

            Cristo de nenhuma forma mentiu. A igreja sempre existiu ( o conceito de igreja que uso aqui é o conceito bíblico, o do conjunto dos que são salvos, que após a ressurreição de Cristo passou a ser de quem o segue), formada pela igreja visível (a dos vivos) e a invisível ( a dos que já morreram). Cristo não institucionalizou nada, quem institucionalizou foram os homens. Essa igreja primitiva, que buscava a Cristo, que foi chamada de católica por um tempo, e foi usurpada pelo poder, se dividindo em duas, a romana e a ortodoxa, é criação de homens, e não de Cristo. Nenhum igreja, como instituição, pode se declarar como a única de Cristo, pois essa não se define pelo rol de membros de uma organização, e sim por quem sinceramente preencheu os requisitos para ser salvo. Quanto à alegação de Pedro, essa já foi amplamente refutada ao longo da história. Como, por exemplo, desconsiderar que a Igreja ortodoxa não seja a sucessão do bispado de Pedro, se este foi bispo em Antioquia? De qualquer forma, nenhuma igreja pode se dizer sucessora de Pedro, até porque esse texto que você cita não tem esse sentido pretendido por você.

          • Julio Heitor Nobrega

            Oi Gustavo,

            obrigado pela sua resposta. Permita-me contra-argumentar:

            1) “Cristo não institucionalizou nada, quem institucionalizou foram os homens. Essa igreja primitiva, que buscava a Cristo, que foi chamada de católica por um tempo, e foi usurpada pelo poder, se dividindo em duas, a romana e a ortodoxa, é criação de homens, e não de Cristo.”

            Pressuponho que você siga a máxima ‘Sola Escriptura’ em que os evangélicos só seguem o que está escrito na bíblia, certo? Sendo assim,
            aonde está escrito que Cristo não institucionalizou a igreja?

            Pelo que conheço de atos dos apóstolos e do Evangelho, os apóstolos de Cristo receberam de Cristo a autoridade de fazer crescer a igreja Católica/Primitiva quando disse: “Tudo o que ligares na terra será ligado no céu e tudo o que desligares na terra será desligado no céu” e também “A quem vos escuta a mim escuta e a quem vos rejeita a mim rejeita”.

            Ora, se apenas os apóstolos tem essa autoridade dada pelo próprio Cristo, aonde está escrito na bíblia que eles permitiram que qualquer pessoa não submetida a eles poderiam fundar igrejas? Quem rejeita a fé apostólica rejeita o próprio Cristo.

            Todos os que se convertiam na época iam diretamente aos apóstolos e se submetiam a fé que eles proclamavam (ver livro dos Atos). Por isso que hoje a Igreja é intitulada Igreja Católica APOSTÓLICA Romana.

            Logo, quem permitiu a institucionalização foi Cristo. Essa usurpação que é alegada pelos evangélicos bate de frente com a afirmação de Cristo de que “as portas do inferno jamais prevalecerão”. Se houve usurpação então como interpretar essa frase de Cristo? Poderia clarificar?

            2) “Nenhum igreja, como instituição, pode se declarar como a única de Cristo, pois essa não se define pelo rol de membros de uma organização, e sim por quem sinceramente preencheu os requisitos para ser salvo. ”

            Cristo disse: “Pedro tu és pedra e sobre esta pedra edificarei A minha igreja”. O artigo “A” está no singular. Poderia me dizer aonde está escrito na bíblia que Cristo autorizou os evangélicos a fundar suas próprias igrejas?

            3) “Quanto à alegação de Pedro, essa já foi amplamente refutada ao longo da história. Como, por exemplo, desconsiderar que a Igreja ortodoxa não seja a sucessão do bispado de Pedro, se este foi bispo em Antioquia?”

            Ele pode ter sido bispo de Antioquia, mas o que impede da Igreja Ortodoxa se separar em desobediência ao seu bispo?

            4) “De qualquer forma, nenhuma igreja pode se dizer sucessora de Pedro, até porque esse texto que você cita não tem esse sentido pretendido por você.’

            E qual seria o sentido então?

            Um grande abraço e que Deus te abençoe.

          • Gustavo Brandão

            1) Você não entende o que significa sola scriptura e sai fazendo conclusões. Sola Scriptura significa, na prática, que nenhuma doutrina teológica pode ser feita em desacordo com a Bíblia. Não é o que você acha que é. De qualquer forma, caso entendêssemos da forma como você entende, importaria o que está escrito, e não o que não está escrito. Caso todas as possibilidades e não possibilidades necessitassem obrigatoriamente de estarem escritas, nem todos os livros do mundo caberiam isso. Por isso a Bíblia contém os princípios gerais que Deus quis passar aos humanos, e a partir disso podemos concluir o que é ou não doutrina.
            Você está tão automatizado quando lê algum texto que enxerga aquilo somente pela lente católica. O que tem a ver “tudo o que ligares na terra será ligado no céu…” e “a quem vos escuta…” com a Igreja católica? Esse texto é tranquilo. Você não perguntou, mas a parte referente a “sobre esta pedra”, como disse Agostinho de Hipona, o, considerado pelos católicos, santo agostinho, esta pedra se refere a “Cristo, o filho do Deus vivo”, como Pedro havia respondido em versículo anterior, e não a Pedro. A outra parte, sobre o “ligardes na terra…” também foi dada aos apóstolos em Mateus 18, não somente a Pedro. Também foi dito aos apóstolos em geral o texto “a quem vos escuta…”
            Sobre a autoridade para fundar igrejas, mais uma vez você se preocupa com a institucionalização da fé, e não com a consciência individual do ser humano, que é o que Cristo sempre se preocupou. Mas, sobre “fundar igrejas”, leia Marcos 9:38-41. Quanto à alegação de que quem permitiu a institucionalização foi o próprio Cristo, como isso seria possível, se a Igreja cresceu e se organizou apenas após a sua assunção aos Céus? As portas do Inferno jamais prevalecerão contra a Igreja, que, mais uma vez, você lê ICAR. A igreja, como a bíblia deixa claro, são as pessoas que seguem a Cristo, mesmo que perseguidas pela “Igreja” constituída como tal.
            2) Agostinho de Hipona, como eu já citei, já respondeu essa por mim.
            3) Na mesma medida que o que impede que a ICAR não se separe em desobediência a Deus.
            4) Já respondido.
            Abraços e que Deus te abençoe igualmente.

          • Julio Heitor Nobrega

            Oi Gustavo,

            mais uma vez obrigado pela resposta. Vamos às contra-argumentações:

            1) “Sola Scriptura significa, na prática, que nenhuma doutrina teológica pode ser feita em desacordo com a Bíblia.”

            Você apenas escreveu a mesma coisa de forma diferente. Se a teologia deve estar em acordo com a bíblia, significa que deve estar em acordo com tudo o que está escrito na bíblia. É a mesma coisa.

            2) “O que tem a ver “tudo o que ligares na terra será ligado no céu…” e “a quem vos escuta…” com a Igreja católica? ”

            Tem haver que, apenas os apóstolos receberam a autoridade de intermediar a fé aqui na terra e os céus. Apenas eles tem autoridade de interpretar a fé e qualquer teologia que advenha posteriormente.

            Se eles disserem que uma dada teologia não está em conformidade com a fé apostólica, então ela deve ser abandonada pelos Cristãos.

            A sucessão apostólica (hoje o corpo episcopal) mantém esse mandamento deixado pelo próprio Cristo. São eles quem ligam ou desligam teologias incompatíveis com a fé.

          • Julio Heitor Nobrega

            3) “Você não perguntou, mas a parte referente a “sobre esta pedra”, como disse Agostinho de Hipona, o, considerado pelos católicos, santo agostinho, esta pedra se refere a “Cristo, o filho do Deus vivo”, como Pedro havia respondido em versículo anterior, e não a Pedro.”

            Vou repetir a frase de Cristo: “Pedro, tu és PEDRA e sobre esta pedra edificarei a minha igreja”.

            Ora, Cristo disse que Pedro era uma pedra. Uma pedra diferente da pedra Cristo mas ainda assim uma pedra. Não entendi sua confusão.

            Santo Agostinho estava se referindo a Cristo mas me mostre um escrito dele que dizia que Pedro não era a Pedra inicial da Igreja Católica.

            4) “A outra parte, sobre o “ligardes na terra…” também foi dada aos apóstolos em Mateus 18, não somente a Pedro. Também foi dito aos apóstolos em geral o texto “a quem vos escuta…””

            Não aos apóstolos em geral mas APENAS aos 12 apóstolos. Quando Cristo disse isso, ele estava a sós com os 12. Não há referencia nos atos sobre os apóstolos transferirem essa autoridade para TODA a multidão de discípulos.

          • Julio Heitor Nobrega

            5) “Sobre a autoridade para fundar igrejas, mais uma vez você se preocupa com a institucionalização da fé, e não com a consciência individual do ser humano, que é o que Cristo sempre se preocupou.”

            Uma coisa não tem nada haver com a outra. Cristo sempre se preocupou com a consciência individual da pessoa, mas não deu a elas autorização de fundar igrejas. Se uma pessoa ignora as palavras dele e funda igrejas, ela estará sendo obediente a Cristo?

            Se a pessoa quer ser fiel a Cristo ela deve ser obediente a Cristo, e respeitando Sua vontade de não fundar novas igrejas.

            6) “Mas, sobre “fundar igrejas”, leia Marcos 9:38-41.”

            Esse trecho das escrituras não diz nada sobre fundar igrejas. Ele apenas diz que, apesar de muitos não seguirem diretamente Jesus e expulsar demônios por conta própria, eles devem ser respeitados e não temos o direito de impedi-los (ou fazer mau a eles, ou ainda ofende-los como muitos fazem entre si neste canal de discussão).

            Não há relação alguma desta passagem com autorização de fundar igrejas. Essas pessoas devem ser acolhidas para dentro da Igreja já que mostraram boa vontade em seguir Jesus.

          • Julio Heitor Nobrega

            7) “Quanto à alegação de que quem permitiu a institucionalização foi o próprio Cristo, como isso seria possível, se a Igreja cresceu e se organizou apenas após a sua assunção aos Céus?’

            E Cristo nos Céus não nos ajuda de lá de cima? Ele mesmo disse: “Eis que estarei convosco todos os dias, até o fim do mundo…”

            8) “As portas do Inferno jamais prevalecerão contra a Igreja, que, mais uma vez, você lê ICAR. A igreja, como a bíblia deixa claro, são as pessoas que seguem a Cristo, mesmo que perseguidas pela “Igreja” constituída como tal.”

            Já foi mostrado que as pessoas que seguem Cristo seguem a Igreja pois “quem vos escuta a mim escuta, e quem vos rejeita a mim rejeita”. Rejeitar a fé apostólica é rejeitar o próprio Cristo.

            Um grande abraço e que Deus te abençoe.

          • Gustavo Brandão

            7) Sim, ele nos ajuda, mas me mostra um texto, uma profecia ou uma indicação de que deveria haver institucionalização? É claro que não vou aceitar palavras de papas em tempos muito posteriores ao de Cristo. Outra coisa, todo texto bíblico que você ler, o faça de forma independente, tentando buscar o que o texto diz, e não o que a sua Igreja diz sobre ele, ou o que outro alguém diz. É o certo não somente quanto à Bíblia, e sim em qualquer escrito.
            8) Conheço diversas pessoas que seguem a Cristo, verdadeiramente, e não seguem igreja nenhuma. Tem os princípios cristãos, e agem conforme eles, e não são vinculados a nenhuma igreja. Eles não são cristãos, portanto?

          • Julio Heitor Nobrega

            ” Outra coisa, todo texto bíblico que você ler, o faça de forma independente, tentando buscar o que o texto diz, e não o que a sua Igreja diz sobre ele, ou o que outro alguém diz. É o certo não somente quanto à Bíblia, e sim em qualquer escrito.”

            De forma alguma. Devo seguir a fé apostólica. Até porque a bíblia só foi escrita e difundida séculos depois da morte dos apóstolos. É obvio que a fé apostólica vale mais que a bíblia (novo testamento). Aliás, quem escreveu os evangelhos foram exatamente os apóstolos e seus sucessores.

            Mais uma vez mantenho a fidelidade às sagradas escrituras que desde a igreja primitiva já diziam em At 2,42:

            “Perseveraram eles na doutrina dos APOSTOLOS, na reunião em comum, na fração do pão e nas orações”.

            “Conheço diversas pessoas que seguem a Cristo, verdadeiramente, e não seguem igreja nenhuma. Tem os princípios cristãos, e agem conforme eles, e não são vinculados a nenhuma igreja. Eles não são cristãos, portanto?”

            Eles podem ter afinidade co os mandamentos de Cristo, mas para ser cristão tem quer obedecer 100% de seus mandamentos e entre eles está escutar os apóstolos pois “a quem vos escutar a mim escuta…”

            Um grande abraço meu amigo!

          • Gustavo Brandão

            Que bom que você acha que devemos seguir a fé apostólica. O protestantismo é exatamente o resgate disso.

          • Marcell

            “Se, portanto, alguém disser . . . que o Pontífice Romano não é o sucessor do bem-aventurado Pedro no mesmo primado, seja anátema [isto é, declarado herege].” — CONCÍLIO VATICANO I, 18 DE JULHO DE 1870.
            PARA milhões de católicos no mundo inteiro, o decreto de 1870 do Concílio Vaticano I é um dogma da Igreja, um ensino indiscutível. Mas a pergunta é: esse é um ensino bíblico? Além disso, será que o Papa Francisco é realmente o sucessor do apóstolo Pedro? Será que Pedro foi o primeiro papa?
            “SOBRE ESTA PEDRA EDIFICAREI A MINHA IGREJA”
            O decreto de 1870 do Concílio Vaticano foi baseado principalmente na interpretação de Mateus 16:16-19 e de João 21:15-17. Os diálogos entre Jesus e Pedro que lemos nesses textos, bem como outros relatos bíblicos, mostram que o apóstolo Pedro teve um importante papel no início do cristianismo. Aliás, quando eles se conheceram, Jesus predisse que Pedro demonstraria qualidades fortes como uma rocha. (João 1:42) Mas será que Cristo deu a Pedro o primado, ou a autoridade suprema?

          • Marcell

            Em Mateus 16:17, 18, encontramos as palavras de Jesus a Pedro: “Eu te declaro: tu és Pedro [nome que significa “um pedaço de rocha”], e sobre esta pedra edificarei a minha Igreja.” Será que Jesus estava dizendo que sua “Igreja”, ou congregação, seria construída sobre Pedro? Será que Pedro seria o cabeça de todos os outros seguidores de Jesus? Como os outros apóstolos, que presenciaram essa conversa, entenderam as palavras de Jesus? Os Evangelhos relatam que em várias ocasiões depois disso os apóstolos discutiram sobre quem era o maior entre eles. (Mateus 20:20-27; Marcos 9:33-35; Lucas 22:24-26) Se Jesus já tivesse dado o primado a Pedro, será que haveria dúvida de quem seria o maior entre os apóstolos?

          • Marcell

            Como o próprio Pedro entendeu as palavras de Jesus? Visto que era israelita, desde jovem Pedro conhecia várias profecias das Escrituras Hebraicas sobre a “pedra” ou a “pedra angular”. (Isaías 8:13, 14; 28:16; Zacarias 3:9) Pedro citou uma dessas profecias numa carta a outros cristãos e explicou que essa “pedra angular” representava o Senhor Jesus Cristo, o Messias. Pedro usou o termo grego pétra (a mesma palavra usada por Jesus em sua declaração em Mateus 16:18) apenas para se referir a Cristo. — 1 Pedro 2:4-8.

          • Marcell

            O apóstolo Paulo era outro seguidor fiel de Jesus. Será que Paulo acreditava que Jesus tinha dado o primado a Pedro? Reconhecendo a posição de Pedro na congregação cristã do primeiro século, Paulo escreveu que Pedro estava entre os que eram “considerados as colunas”. Portanto, para Paulo havia mais de uma ‘coluna’. (Gálatas 2:9) Além disso, se Jesus tivesse especificamente designado Pedro como o cabeça da congregação, por que outros cristãos apenas o consideravam, ou o encaravam, como uma coluna?

            Certa ocasião, Pedro deixou de tratar outras pessoas do modo correto, e Paulo o censurou. Escrevendo sobre isso, Paulo declarou de modo respeitoso, mas sincero: “Resisti-lhe francamente, porque [o que ele fez] era censurável.” (Gálatas 2:11-14) É óbvio que Paulo não achava que Cristo tinha construído sua “Igreja”, ou congregação, sobre Pedro ou qualquer outro homem imperfeito. Na verdade, ele acreditava que o alicerce da congregação era Jesus Cristo. Para Paulo, “essa pedra era Cristo”. — 1 Coríntios 3:9-11; 10:4.

          • Marcell

            Então, o que significam estas palavras: “Tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha Igreja”? Para entender corretamente um trecho, precisamos ler o contexto. Sobre o que Jesus e Pedro estavam conversando? Jesus tinha acabado de perguntar a seus discípulos: “Quem dizeis que eu sou?” Sem hesitar, Pedro respondeu: “Tu és o Cristo, o Filho de Deus vivo!” Jesus elogiou Pedro e acrescentou que construiria sua “Igreja”, ou congregação, sobre uma “pedra” ainda mais sólida do que Pedro, ou seja, a pessoa em quem Pedro tinha acabado de demonstrar fé — o próprio Jesus. — Mateus 16:15-18.

          • Marcell

            O apóstolo Pedro não conhecia o título “papa”. Na realidade, até o nono século, muitos bispos não romanos se denominavam papas. Mas esse termo raramente foi usado como título oficial até o fim do século 11. Além disso, os primeiros cristãos não achavam que o primado supostamente dado a Pedro tinha sido transmitido a algum sucessor. Por isso, o erudito alemão Martin Hengel concluiu que não existe “nenhuma base histórica e teológica para o que veio a se tornar o ‘primado’ papal”.

            Em conclusão: Pedro foi o primeiro papa? Será que ele teve algum sucessor? Será que o dogma católico do primado papal está de acordo com a Bíblia? A única resposta correta a essas perguntas é um simples não. O fato é que Jesus realmente construiu sua igreja, sua verdadeira congregação, sobre ele mesmo. (Efésios 2:20) Então cada um de nós deve se perguntar: “Será que eu encontrei a verdadeira congregação?”

            Todas as citações bíblicas neste artigo são da Bíblia Ave Maria, usada no site oficial da Congregação para o Clero, do Vaticano.

          • Marcell

            A evolução do primado papal
            32 EC: Jesus prediz que construirá sua igreja, ou congregação, sobre si mesmo; nenhum primado é concedido ao apóstolo Pedro.

            55-64: Os apóstolos Paulo e Pedro escrevem várias cartas que deixam claro que Jesus é o único alicerce da congregação cristã.

            254-257: Estêvão, bispo de Roma, promove a ideia de que ele tem o primado acima dos outros bispos por ser o sucessor de Pedro; mas outros bispos, como Firmiliano de Cesareia e Cipriano de Cartago, não concordam com Estêvão.

            296-304: Primeira inscrição conhecida a usar o título “papa” para se referir ao bispo de Roma.

            5.° século: Outro bispo de Roma, Leão I, usa Mateus 16:18 para afirmar que tem o primado acima de outros bispos.

            6.° século: O termo “papa” começa a ser mais usado como título do bispo romano; no entanto, bispos não romanos continuam a se denominar papas até o nono século.

            1075: Gregório VII declara que “papa” é um título exclusivo do bispo de Roma. Segundo um historiador, os Dictatus Papae (Decretos Papais) de Gregório fazem o papado “parecer uma substituição do Cristo”.

            1870: O Concílio Vaticano I declara que “o pontífice romano é o sucessor do bem-aventurado Pedro, Príncipe dos Apóstolos, e é o verdadeiro Vigário de Cristo e o Cabeça de toda a Igreja”.

          • Gustavo Brandão

            Caro Julio, os conceitos de Sola Scriptura que trouxemos à discussão são diferentes. Você tem o conceito como somente algo é válido se estiver explicitamente escrito na Bíblia, não podendo fazer conclusões ou doutrinas caso algo não seja escrituradamente abordado nas sagradas escrituras. Esse não é o conceito tomado pelos protestantes, que se resume na frase que eu te disse, nenhuma doutrina religiosa pode contrariar a Bíblia, e nenhuma doutrina pode ser tomada como divina caso não haja menção na Bíblia, ou seja, a fonte doutrinária é a própria Bíblia.
            Quanto ao segundo ponto, essa obrigatoriedade que você enxerga não existe no texto, que deve ser entendido como ele está escrito, ou seja, a obra dos apóstolos (não apenas os 12, prá começo de conversa) será considerada como se houvesse uma ligação direta entre os atos destes e os céus, inclusive, mas não apenas, os de caráter institucional, como os batismos e as santas ceias, por exemplo. Mas não podemos extrair do texto que somente estes poderiam intermediar a fé dos homens ou, quanto à sua sucessão, formular doutrinas. Qualquer um pode, desde que o produto final, a doutrina, não contrarie a Bíblia.

          • Julio Heitor Nobrega

            Oi Gustavo,

            antes de responder as suas argumentações, peço que leia os demais pontos que levantei referente ao seu post anterior para mantermos uma coerência temporal no nosso debate. Estou quebrando em vários postos pois o site não me permite postar um texto muito grande.

          • Julio Heitor Nobrega

            3) “Você não perguntou, mas a parte referente a “sobre esta pedra”, como disse Agostinho de Hipona, o, considerado pelos católicos, santo agostinho, esta pedra se refere a “Cristo, o filho do Deus vivo”, como Pedro havia respondido em versículo anterior, e não a Pedro.”

            Vou repetir a frase de Cristo: “Pedro, tu és PEDRA e sobre esta pedra edificarei a minha igreja”.

            Ora, Cristo disse que Pedro era uma pedra. Uma pedra diferente da pedra Cristo mas ainda assim uma pedra. Não entendi sua confusão.

            Santo Agostinho estava se referindo a Cristo mas me mostre um escrito dele que dizia que Pedro não era a Pedra inicial da Igreja Católica.

            4) “A outra parte, sobre o “ligardes na terra…” também foi dada aos apóstolos em Mateus 18, não somente a Pedro. Também foi dito aos apóstolos em geral o texto “a quem vos escuta…””

            Não aos apóstolos em geral mas APENAS aos 12 apóstolos. Quando Cristo disse isso, ele estava a sós com os 12. Não há referencia nos atos sobre os apóstolos transferirem essa autoridade para TODA a multidão de discípulos.

          • Julio Heitor Nobrega

            5) “Sobre a autoridade para fundar igrejas, mais uma vez você se preocupa com a institucionalização da fé, e não com a consciência individual do ser humano, que é o que Cristo sempre se preocupou.”

            Uma coisa não tem nada haver com a outra. Cristo sempre se preocupou com a consciência individual da pessoa, mas não deu a elas autorização de fundar igrejas. Se uma pessoa ignora as palavras dele e funda igrejas, ela estará sendo obediente a Cristo?

            Se a pessoa quer ser fiel a Cristo ela deve ser obediente a Cristo, e respeitando Sua vontade de não fundar novas igrejas.

            6) “Mas, sobre “fundar igrejas”, leia Marcos 9:38-41.”

            Esse trecho das escrituras não diz nada sobre fundar igrejas. Ele apenas diz que, apesar de muitos não seguirem diretamente Jesus e expulsar demônios por conta própria, eles devem ser respeitados e não temos o direito de impedi-los (ou fazer mau a eles, ou ainda ofende-los como muitos fazem entre si neste canal de discussão).

            Não há relação alguma desta passagem com autorização de fundar igrejas. Essas pessoas devem ser acolhidas para dentro da Igreja já que mostraram boa vontade em seguir Jesus.

          • Gustavo Brandão

            5) Quais palavras de Cristo impedem alguém de “fundar” uma igreja? e “nada haver” se escreve “nada a ver”.
            6) Ou seja, não é necessário fazer parte de um grupo religioso para fazer a obra.

          • Julio Heitor Nobrega

            “Quais palavras de Cristo impedem alguém de “fundar” uma igreja? e “nada haver” se escreve “nada a ver”.”

            Obrigado pela correção 🙂

            A resposta permanece a mesma: “quem vos escuta a mim escuta, quem vos rejeita a mim rejeita.” Quem rejeita os ensinamentos dos apóstolos que tiveram contato direto com Cristo está rejeitando o próprio Cristo. Fundar uma nova igreja é determinar, por conta própria, o que deve ser rejeitado e o que não deve ser.

            A bíblia nos moldes que existem hoje só foi criado após a invenção da imprensa. Antes disso, ninguém tinha acesso a ela senão poucos bispos. Todos os discípulos seguiam as palavras dos apóstolos e seus sucessores. Não acredita em mim? Então leia At 2,42:

            “Perseveraram eles na doutrina dos APOSTOLOS, na reunião em comum, na fração do pão e nas orações”.

          • Gustavo Brandão

            Pois é, concordo, mas quem rejeitou os ensinamentos apostólicos foi a ICAR, esse que é o problema.

          • Julio Heitor Nobrega

            Prove. 🙂

            Abraços!

          • Gustavo Brandão

            3) Vou transcrever o texto na versão católica: Simão Pedro respondeu: “Tu és o Cristo, o Filho de Deus vivo!
            Jesus então lhe disse: Feliz és, Simão, filho de Jonas, porque não foi a carne nem o sangue que te revelou isto, mas meu Pai que está nos céus.
            E eu te declaro: tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha Igreja; as portas do inferno não prevalecerão contra ela.”
            Mateus 16:16-18. O entendimento desse texto, tomando-se o original (procure as discussões em inglês sobre o tema), indicam que o entendimento de Agostinho estava correto nesse tema. Isso, logicamente, não quer dizer que tudo o que ele fala está correto, pois tudo tem que se basear na Bíblia, e Agostinho errou em outros pontos, porém nesse, a sua exegese estava correta. Portanto, quando Cristo diz “sobre esta pedra” estava se referindo ao objeto de resposta de Pedro, ou seja, “Cristo, o filho de Deus vivo”, em outros textos, a pedra angular. Não houve confusão por minha parte, e sim por sua. E, claro, já que sou protestante, não saio seguindo Agostinho por ele ser agostinho. O que ele fala tem que ter embasamento bíblico, somente assim podemos dar crédito a ele.
            4) Você não me respondeu o porquê eu deve inferir que isso significa que somente os 12 apóstolos podem fazer aquilo.

          • Julio Heitor Nobrega

            De novo, Santo Agostinho se referia a Cristo, a pedra Cristo. Mas Cristo se referia à pedra Pedro. Duas pedras distintas. Poderia reescrever a passagem de Cristo desta forma:

            “Pedro, tu és PEDRA e sobre VOCÊ(esta PEDRA) edificarei a minha igreja.”.

          • Julio Heitor Nobrega

            “Você não me respondeu o porquê eu deve inferir que isso significa que somente os 12 apóstolos podem fazer aquilo.”

            Me mostre a passagem nas escrituras em que os apóstolos transferiram essa autoridade a TODOS os discípulos deles. Não existe. Eles mantiveram essa autoridade APENAS para eles.

          • Gustavo Brandão

            Cara, eu já respondi isso. Leia lá.

          • Julio Heitor Nobrega

            7) “Quanto à alegação de que quem permitiu a institucionalização foi o próprio Cristo, como isso seria possível, se a Igreja cresceu e se organizou apenas após a sua assunção aos Céus?’

            E Cristo nos Céus não nos ajuda de lá de cima? Ele mesmo disse: “Eis que estarei convosco todos os dias, até o fim do mundo…”

            8) “As portas do Inferno jamais prevalecerão contra a Igreja, que, mais uma vez, você lê ICAR. A igreja, como a bíblia deixa claro, são as pessoas que seguem a Cristo, mesmo que perseguidas pela “Igreja” constituída como tal.”

            Já foi mostrado que as pessoas que seguem Cristo seguem a Igreja pois “quem vos escuta a mim escuta, e quem vos rejeita a mim rejeita”. Rejeitar a fé apostólica é rejeitar o próprio Cristo.

            Um grande abraço e que Deus te abençoe.

          • Julio Heitor Nobrega

            “Caro Julio, os conceitos de Sola Scriptura que trouxemos à discussão são diferentes. Você tem o conceito como somente algo é válido se estiver explicitamente escrito na Bíblia, não podendo fazer conclusões ou doutrinas caso algo não seja escrituradamente abordado nas sagradas escrituras. Esse não é o conceito tomado pelos protestantes, que se resume na frase que eu te disse, nenhuma doutrina religiosa pode contrariar a Bíblia, e nenhuma doutrina pode ser tomada como divina caso não haja menção na Bíblia, ou seja, a fonte doutrinária é a própria Bíblia. ”

            É a mesma coisa. Ter base bíblica e estar escrito na bíblia é a mesma coisa. Mas ok. vamos seguir a linha de que tem que ter “embasamento biblico”, como voce mesmo disse.

            “Quanto ao segundo ponto, essa obrigatoriedade que você enxerga não existe no texto, que deve ser entendido como ele está escrito, ou seja, a obra dos apóstolos (não apenas os 12, prá começo de conversa) será considerada como se houvesse uma ligação direta entre os atos destes e os céus, inclusive, mas não apenas”

            De novo, não há embasamento biblico que diga que os apostolos tranferiram essa autoridade a todos os demais discípulos. Essa ideia saiu da cabeça dos interpretadores biblicos. Mencione as sagradas escrituras para provar seu ponto de vista.

          • Gustavo Brandão

            Não é a mesma coisa. Não está escrito explicitamente na Bíblia que desviar recursos públicos é errado. Mas roubar está. Analogamente podemos concluir que desviar recursos públicos é pecado. É simples. No seu outro questionamento, está exigindo de mim uma postura mais rigorosa quanto aos escritos na Bíblia que os próprios protestantes. Você segue o Sola Scriptura de forma tão rígida? Há diversos escritos na Bíblia que foram dados aos 12 apóstolos, que se estendem até nós, e outros, em geral restritos e localizados, que são somente a eles. Portanto, devemos ler o texto atentamente para saber quais as diferenças. Por exemplo, no texto de Mateus 18, que contém esse texto, há o exemplo do número de perdões, 70×7. Esse exemplo é só para Pedro, ou nós devemos perdoar infinitamente? Prá mim é claro que tal ensino se estende a todos, mas para você só Pedro deveria perdoar assim, e nós deveríamos seguir alguma outra regra.

          • Julio Heitor Nobrega

            “Você segue o Sola Scriptura de forma tão rígida? Há diversos escritos na Bíblia que foram dados aos 12 apóstolos, que se estendem até nós, e outros, em geral restritos e localizados, que são somente a eles.”

            Que ótimo. Então estamos concordando. Os restritos e localizados se referem à criação de igrejas e a permissão de interpretação das escrituras apenas aos apóstolos. Nisso concordamos.

          • Gustavo Brandão

            Não estou concordando. Leia lá e analise.

          • Gustavo Brandão

            E essa história de pensadores, que você disse, o que me importa? Deus sempre usou homens comuns, do povo, em muito maior número do que intelectuais, estudiosos ou pensadores. Na Bíblia, que eu lembre somente alguns, como Salomão e Paulo são considerados inteligentes. Pedro era um tosco, moisés um covarde, com dificuldades para falar, Jacó, um molenga, Mateus e Marcos, homens sem instrução, entre outros. Ser estudado ou ser um filósofo ou pensador nunca foi parâmetro para Deus escolher os seus comissionados.

  • André D Palhares

    Por isso a imprensa chama esse papa de POP! PQP!

  • gilson nunes

    SINCERAMENTE ESSE PAPA NUNCA ME ENGANOU, QUANDO ELE FOI ESCOLHIDO NO LUGAR DE RATZINGER, AS PESSOAS FALAVAM: NOSSA QUE PAPA BONZINHO, ELE PARECE TÃO HUMILDE, ESSE VAI SER UM DOS MELHORES PAPAS. E AINDA POR CIMA A MÍDIA FAZENDO DELE O NOVO HERÓI MUNDIAL QUE IRÁ SALVAR OS POBRES. O QUE NÓS ESTAMOS VENDO E A BELA REPORTAGEM DO THIAGO CORTÊS É UM PAPA QUE ESTÁ ALIADO A TODA AGENDA DA ESQUERDA E SEUS DITADORES TOTALITÁRIOS, UM PAPA LIBERAL E ISSO FALO NÃO A RESPEITO DA ECONOMIA, ATÉ PORQUE ELE É CONTRA O CAPITALISMO, MAS FALO COM RELAÇÃO A RELIGIÃO. ENFIM O PAPA VAI FICAR FAZENDO DE CONTA DE NÃO ESTÁ ACONTECENDO NADA DE RUIM NOS PAÍSES DA AMÉRICA, PARA ELE MADURO E EVO ESTÃO FAZENDO UM PAPEL COMO DITADORES,. A ÚNICA COISA QUE ELE GOSTA DE FALAR E FALAR MAL, DIGA-SE DE PASSAGEM: É DIZER QUE O TRUMP NÃO É CRISTÃO.

    • Índio Valdemar

      Bergoglio é um Obama no Vaticano…

  • Américo Vespúcio Ribeiro de Ol

    Será que vai se concretizar uma daquelas interpretações da profecia que diz ser o Papa a encarnação do Anti-Cristo?

  • Marcelo Neurônio

    QUE O DIABO O LEVE PARA O INFERNO O MAIS RÁPIDO POSSÍVEL.

  • marcelo almeida

    O Papa Francisco tem sangue nas mãos e o Vaticano tem o diabo nas suas entranhas.

  • Parla Verita

    O que aconteceu com o MSM? Esse texto é horrível, mal escrito, cheio de aspas, parágrafos curtíssimos no meio de ideias confusas, sem conclusão, e para fechar, a citação de um cantorzinho tão desconhecido quanto a bandinha em que toca, exaltado por uma frase cretina. Penso que esse vazio reflete a queda pela qual passa Olavo de Carvalho, desde que inventou de conversar com porcarias que apenas queriam o voto da população, e o Olavo acreditou.

  • Fabio Teixeira

    Matéria bem chula e rasteira. De uma pobreza intelectual e falta de conhecimento digna desses neocons pseudo-sabidos que vivem formando seu imaginário com títulos de manchetes sensacionalistas da mídia, que estranhamente dizem não confiar e combater. O rapazinho não deve fazer a menor idéia do que se passa na cabeça do papa, bem como dentro do seio da Igreja, e, muito provavelmente, desconheça toda a história bimilenar da Igreja, principalmente no que cerce o seu papel em nossa construção civilizacional e as formas como ela sempre atuou e atravessou inúmeros problemas ao longo de sua história. Não me admiraria se o rapazinho também for desses que vivem se masturbando com o conservadorismo britânico/norte-americano. Como também frequentador de algum circo gospel dessas seitas mequetrefes inventadas ontem, ou importada dos EUA.

  • SUEZ ELIZABETH DE OLIVEIRA

    NÃO ENTENDO O PAPA FRANCISCO. NA BOLÍVIA LEIS A SEREM IMPLANTADAS PROIBIRÃO A LIBERDADE RELIGIOSA.MADURO NA VENEZUELA NÃO TEM COMO SER MAIS CLARO NA SUA POSIÇÃO DE DITADOR , A PRÓPRIA IGREJA CATÓLICA VENEZUELANA SE COLOCOU CONTRA AS AÇÕES DO PRESIDENTE . E O PAPA PASSANDO A MÃO NESTE CRÁPULA E PEDINDO-LHE QUE SEJA O QUE ??? NO ENTENDER DE MADURO DEVE SER MAIS DURO DO QUE TEM SIDO ATÉ AGORA.
    OS ESTADOS UNIDOS ESCAPA POR POUCO DE UMA ESQUERDISTA LOUCA E ELE SÓ FAZENDO GRACEJOS COM O PRESIDENTE TRUMP ??? ELE É TÃO DECLARADAMENTE ESQUERDA QUE EU ATÉ ME RECUSO A ACREDITAR NISSO. AINDA POR CIMA FRANCISCANO ?? EU QUESTIONO QUE ELE TENHA SIDO ESCOLHIDO A PROPÓSITO. A IGREJA NÃO ESTÁ SATISFEITA COM A PERDA DE FIÉIS QUE VEM ACONTECENDO AO LONGO DO TEMPO E AGORA DESEJA TERMINAR DE PERDER OS QUE AINDA A SEGUEM.

  • Felippe Segnin

    Quando vemos alguns poucos defenderem o Papa, mais Nelson Rodrigues estava certo:

    Os idiotas vão tomar conta do mundo; não pela capacidade, mas pela quantidade. Eles são muitos…

  • Alexandre Lessa

    Papa Francisco é um anticristo na cadeira de Pedro.