Editoria MSM


Trump está banindo muçulmanos?

Medidas similares foram adotadas por inúmeros presidentes americanos, incluindo o presidente Obama, que, em momentos diferentes, baniu o ingresso de iraquianos e de sírios aos Estados Unidos. Não escrevi ainda o artigo detalhado que gostaria de escrever sobre este assunto. Por isso, deixarei aqui alguns comentários rápidos sobre a “polêmica do momento”. Há muitos aspectos […]

O Criador inacreditável

Por que a ideia de um Criador parece inacreditável a muita gente? Por que razão a ideia de um Criador parece inacreditável a tanta gente? Porque a própria ideia da criação tornou-se inconcebível. A maior parte das pessoas nunca criou nada, nem um humilde poema para namorada, nem uma musiquinha com três acordes a falar […]

Satanismo, Nova Era e a esquerda dos EUA

Hillary, Crowley, John Podesta e Marina Abramovic.

Novos e-mails vazados pelo Wikileaks do coordenador de campanha de Hillary Clinton, John Podesta, indicam que ele foi convidado a participar de um ritual de magia negra realizado por seguidores do bruxo britânico Aleister Crowley. (1)

Em um e-mail de 28 de junho de 2015, a artista e bruxa Marina Abramovic escreveu: “Estou tão ansiosa para o jantar na minha casa. Você acha que será capaz de dizer se o seu irmão estará conosco? Todo meu amor, Marina”.

Sobre o narcoterror comunista: tópicos inamovíveis

A Colômbia joga sua sorte em sua política de luta contra as drogas. Este governo nos converteu de fato em um Narco-Estado. Não é tolerável que semelhante assunto se resolva com o maior cartel de droga do mundo e de costas para a Nação.

Alguns amigos muito queridos nos pediram a lista de temas que não podem ser motivo de discussão e quanto menos de aprovação com as FARC. Para eles vão estes pontos que consideramos, como o título diz, INAMOVÍVEIS.

 

EUA: a segunda revolução americana e a pedofilia dos Clinton

Steve Pieczenik explica o golpe civil e respectivo contra-golpe que estão em andamento agora nos EUA. Assista e atente para o fato de que ele não faz ameaças ou coisas do gênero. Ele explica o que está acontecendo, quem eles são, o que já fizeram e prevê o que podem vir a fazer.

Steve Pieczenik tem uma lista enorme de serviços prestados ao governo americano. Especialista em política externa, gerenciamento de crises internacionais e guerra psicológica, ele serviu sob os presidentes Gerald Ford, Jimmy Carter, Ronald Reagan e George W Bush.

Neste segundo vídeo, Pieczenik deixa claro: não só Bill, mas também Hillary, está envolvida com pedofilia:

A guerra psicológica

O texto acima é um dos capítulos do livro “A Guerra Irregular Moderna”, de autoria de Friedrich August Von Der Heydte, editado em 1990 pela BIBLIEX.
A Guerra Irregular, segundo o autor, vem substituindo, gradativamente, a guerra convencional, porquanto não se prende às leis e às normas internacionais já estabelecidas. Em sua advertência, o autor cita as diferentes formas de atuação desse tipo de guerra, que já se fez presente, inclusive na América Latina.

O “arsenal psicológico”, em cujo imago se situa a propagação de uma idéia e que torna todo sacrifício que se exige parecer significativo e necessário, tem o seu correlato na “guerra psicológica”. No âmbito do arsenal psicológico é a própria população, principalmente as FFAA que são visadas.
Já a primeira tarefa da guerra psicológica consiste em abalar a motivação para o serviço militar di adversário, com o argumento de que tentem convencer os soldados e a população do outro lado de que a idéia central que lhes serve de motivação é falsa, mentirosa, vazia de significação. Quando essa idéia deriva de uma fórmula política, esta deve ser posta sob fogo cruzado e outra fórmula política deve ser posicionada, normalmente em nome da liberdade. O objetivo é tornar claro aos soldados do adversário de que uma vitória da causa porque ele luta vai representar, para ele, repressão, pelo menos em certas esferas da sua vida, subjugação e pobreza.

ONG ecofascista pontifica sobre 10 milhões de hectares de terras brasileiras

Em verde claro, o total dos corredores a serem “liberados” para animais selvagens.
(E onde “o homem atrapalha”.)

A Black Jaguar Foundation quer impor sua ideologia radical ao Brasil e prejudicar inúmeros produtores rurais.

A ONG ambientalista holandesa Black Jaguar Foundation apresentou um projeto que dispõe de uma faixa de terra de 2.600 quilômetros contínuos, com até 40 quilômetros de largura.

Só que essas terras não lhe pertencem, mas ao Brasil. A notícia é do jornal O Estado de S.Paulo.

Guerra do tráfico no Rio: PCC invade o RJ

“A ordem do Marcola é aproveitar a falência do estado, a desmotivação da tropa, a falta de recursos, de armementos e munição. O PCC quer tomar o máximo de comunidades das mãos do Comando Vermelho. Ele vai finaciar essa operação, juntamente com a arrecadação da Rocinha, onde vai chegar o armamento, o dinheiro e as munições.”

 

Os últimos 35 anos de governos esquerdistas no Rio de Janeiro causaram a falência total do Estado e a ocupação das favelas da cidade por organizações narcoterroristas, todas elas ligadas ao Foro de São Paulo. O caos está oficialmente instaurado.

É o Foro de São Paulo no poder através dos seus grupos de guerrilha urbana.

Juiz Odilon de Oliveira fala do PCC, das FARC e do Foro de São Paulo
Entrevista ao jornal CORREIO DO ESTADO, do Mato Grosso do Sul
(13.05.09 Aug 21st, 2009 11:33 pm)

1) CORREIO: O PCC ainda está em atividade no Brasil?

A mentira soviético-palestina

ac
Yasser Arafat (esquerda) com o presidente romeno Nicolae Ceausescu durante uma visita a Bucareste em 1974.

A recente descoberta que Mahmoud Abbas, presidente da Autoridade Palestina (AP), era espião da KGB em Damasco em 1983, foi descartada por muitos na grande mídia como uma “curiosidade histórica…”, só que a notícia emergiu em um momento particularmente inoportuno em que o Presidente Vladimir Putin estava procurando organizar novas conversações entre Abbas e o primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu. Como era de se esperar, a Autoridade Palestina imediatamente refutou a notícia. Nabil Shaath, alto funcionário da Fatah afirmou que Abbas jamais foi agente da KGB e classificou a alegação de “campanha difamatória.”

Olavo de Carvalho: o hápax legómenon brasileiro

Perdidos em meio à confusão mental reinante e incapazes de compreender a natureza e o escopo de suas atividades, figuras de diversos quadrantes ideológicos acabam optando por projetar sobre Olavo de Carvalho a imagem caricatural que pareça mais conveniente ao seu grupo de referências.

Por ter vivido parte da minha adolescência na África, sempre fui fascinado por dialetos obscuros. Esse fascínio eventualmente se converteu em um interesse genuíno pela linguística e por tudo o que diz respeito à linguagem, o que, apesar de nunca ter me ajudado a alcançar um domínio razoável do assunto, me apresentou uma porção de idéias e insights que lançam luz não apenas sobre nossos sistemas de comunicação como também sobre a vida de modo mais amplo e geral.