Editoria MSM


A corrupção endêmica no Brasil

Otacílio Miranda Guimarães Quem conhece a história política do Brasil sabe perfeitamente que o país foi organizado para ser assim mesmo, ou seja, um país não para o povo, mas para os que governam o povo. Isso teve início com as capitanias hereditárias quando o país foi loteado e doado para as oligarquias regionais, estando […]

Trivializando o Holocausto

Por Ron Jager  ISRAPUNDIT – 24/04/2017 Esta semana, Israel vai relembrar não só os seis milhões de judeus que pereceram no Holocausto, mas também as histórias não contadas dos muitos atos de resistência judaica que ocorreram durante este período em toda a Europa, o Holocausto sendo o período mais escuro da história judaica. No entanto, nos […]

Pró Pena de Morte

Jacy de Souza Mendonça De todos os 124 artigos que distribuí recentemente, o último, sobre a PENA DE MORTE, mereceu o maior número de contestações, algumas até provocativas e agressivas. O fato de alguém não pensar como eu não me desagrada em absolutamente nada muito pelo contrário. Conto com frequência a história de um aluno, […]

“Dia da Terra”, 1970: as 13 mais ridículas previsões

Por Jon Gabriel No último sábado, 22 de abril, foi celebrado o “Dia da Terra” – um evento anual lançado pela primeira vez em 1970. As festividades inaugurais (organizadas em parte pelo então hippie e agora condenado assassino Ira Einhorn) previam morte, destruição e doença a menos que fizessemos exatamente como os progressistas mandavam. Soa […]

Livros revelam bastidores da omissão do Vaticano II sobre o comunismo

O vaticanista Andrea Tornielli, (“Paolo VI. L’audacia di un Papa”) trouxe nova luz sobre a omissão da condenação explícita do comunismo pelo Concilio Vaticano II, segundo o escritor Antonio Socci no diário “Libero”. Tornielli publicou carta inédita do cardeal Tisserant, de 22.8.1962, confirmando o acordo entre representantes do Vaticano e da Rússia soviética para impedir […]

PS francês em fase de liquidação

O Partido Socialista sai despedaçado dos cinco anos do catastrófico governo de François Hollande. Nas primárias abertas do Partido Socialista (PS) francês, cujo segundo turno foi realizado ante-ontem, se impôs Benoît Hamon (49 anos). Ele obteve 1.196.253 votos (58,72%) enquanto que o vencido, o ex-primeiro-ministro Manuel Valls (54 anos), obteve 841.310 votos (41,28%). Entretanto, o novo candidato oficial do Partido Socialista, um efêmero ex-ministro da Educação (durou no cargo 147 dias), tem poucas possibilidades de ser eleito presidente da República em abril-maio próximo. Uma sondagem realizada no mesmo domingo mostra que Hamon só conseguiria entre 13% e 15% das intenções de voto durante o primeiro turno da eleição presidencial, quer dizer, que ocuparia a quarta ou quinta posição, atrás dos outros candidatos.

Anthony Weiner na mira da Justiça

Os principais nomes da cúpula do Partido Democrata dos EUA envolvidos nos mais sórdidas esquemas de pedofilia e exploração sexual da história política do país, com direito a rituais satanistas. Enquanto isso, a grande mídia se esforça em ocultar sob a cortina de fumaça chamada “Fake News”

A tragédia palestina na Síria

No mundo árabe, as violações dos direitos humanos não são notícia. Notícia é quando os direitos humanos são respeitados em algum país árabe. Palestinos fugindo do campo de refugiados Yarmouk, perto de Damasco, Síria, após intensos combates ocorridos em setembro de 2015. (imagem: SANA news agency) O ano de 2016 foi bem complicado para os […]

Trump está banindo muçulmanos?

Medidas similares foram adotadas por inúmeros presidentes americanos, incluindo o presidente Obama, que, em momentos diferentes, baniu o ingresso de iraquianos e de sírios aos Estados Unidos. Não escrevi ainda o artigo detalhado que gostaria de escrever sobre este assunto. Por isso, deixarei aqui alguns comentários rápidos sobre a “polêmica do momento”. Há muitos aspectos […]

O Criador inacreditável

Por que a ideia de um Criador parece inacreditável a muita gente? Por que razão a ideia de um Criador parece inacreditável a tanta gente? Porque a própria ideia da criação tornou-se inconcebível. A maior parte das pessoas nunca criou nada, nem um humilde poema para namorada, nem uma musiquinha com três acordes a falar […]