Arquivos


O ISIS chega a Gaza

Informes indicam que, nos últimos anos, um número cada vez maior de milicianos do Hamas fugiu da Faixa de Gaza para se juntar ao ISIS no Sinai, na Síria e no Iraque. Na foto acima: imagem de agosto de 2014 de terroristas do Estado Islâmico no Sinai (naquela época conhecido como Ansar Bayt al-Maqdis), se preparando para decapitar quatro egípcios acusados de espionarem a favor de Israel.

Rússia e a maskirovka: da invasão da Criméia aos incidentes na Eurocopa 2016

Homenzinhos de verde: de início apareceram desarmados. Quando apareceram armados foi tarde: a Rússia tinha invadido.


A partir da invasão da península da Crimeia e do leste ucraniano, os estrategistas ocidentais estão lidando com um novo tipo de guerra posta em prática por Vladimir Putin, comentou o blog “The Great Debate”, da agência Reuters.

Um exemplo típico se deu na Crimeia com a invasão dos “pequenos homens de verde”.

Reflexões sobre o Islam

(Texto do programa O Outro Lado da Notícia, do dia 22 de julho, transmitido pela Rádio Vox.)

Nos meus tempos de juventude usava-se a expressão idiota “imprensa escrita e falada” (TV não tinha ainda). Pois bem, resolvi fazer jus aos velhos tempos: isto aqui, aviso, é imprensa falada, ou radiofonia impressa, sei lá! A razão para isto é a virose das vias aéreas superiores que devasta o Rio de Janeiro, certamente inoculada pelos lacaios do imperialismo anarco-capitalista internacional para prejudicar o brilhantismo dos Jogos Olímpicos no Rio. Sequestraram nossas vias aéreas superiores e a ANAC nada faz. Espera-se que a FAB consiga reconquistá-las em tempo!

A mentira é oxigênio do comunismo

Na última quarta-feira (20/7), reuniu-se no Rio de Janeiro um grupo de juristas escolhidos a dedo para compor um certo “Tribunal Internacional pela Democracia no Brasil”. O nome da inaudita corte confessa um perfeito enquadramento: trata-se de promover a defesa da democracia “no Brasil”. Venezuela, Cuba e outros são situações especiais. Se observarmos bem a imagem veremos uma bandeirinha da Venezuela sobre a mesa dos trabalhos… A decisão final afirma que o processo jurídico e político em curso no Brasil “viola a Constituição brasileira, a Convenção Americana de Direitos Humanos e o Pacto Internacional de Direitos Civis e Políticos, constituindo um verdadeiro golpe de Estado”.

Leonardo Boff: acólito cripto-metacapitalista

Leonardo Boff, em seu artigo de 10 de julho no “Jornal do Brasil”, intitulado “Voltar ao primeiro artigo da Constituição”, faz uma análise da crise política brasileira e vislumbra aquilo que lhe pareceria uma saída da mesma.

Em parte, tem razão. E fico impressionado como atina com a percepção de que as elites globalistas querem transformar os países em sua propriedade privada. O diagnóstico, parcialmente, coincide com a realidade.

Entretanto, o prognóstico, a solução que apresenta, é desconcertantemente reafirmação e fortalecimento da mesma estrutura que ele pensa estar combatendo.

Hype Conservadora: por que ser autêntico é mais importante do que ser descolado?

Os habitantes de Washington não se importam se você disser que o Distrito de Colúmbia é a Hollywood das pessoas feias. Mas diga-lhes que a cidade não é o epicentro do poder que eles acham que é, e eles ficarão incomodados.

A sociedade dos conservadores de Hollywood, The Friends of Abe, Inc. (FOA), acredita que a guerra de idéias está acontecendo dentro de nossa cultura, e não nos “think tanks”. O diretor-executivo do grupo, o cineasta independente Jeremy Boreing, conversou comigo recentemente por telefone sobre a luta crucial da qual os conservadores, há muito tempo, abriram mão.

França: de novo o horror islâmico


“Devemos mudar o marco, a filosofia, a política e a dimensão do combate contra o terrorismo”

“Desde o atentado contra Charlie Hebdo, em janeiro de 2015, sete atentados ensangüentaram o país e 250 pessoas foram assassinadas.”

Desta vez não houve só um dia de unidade nacional. Horas depois do bestial atentado em Nice, que ceifou a vida de 84 pessoas inocentes (inclusive 10 crianças) e deixou 202 feridos (16 entre a vida e a morte até o momento de escrever este artigo), a oposição acusou o presidente socialista François Hollande, e seu primeiro-ministro Manuel Valls, de haver cometido os graves erros em matéria de segurança pública que desembocaram nesta nova tragédia.

Tentativa de golpe na Turquia: um festival de pretextos

A rede de TV NTV da Turquia mostrando soldados que participaram da tentativa de golpe se rendendo, com as mãos levantadas, na ponte do Bósforo em Istambul, 15 de julho de 2016.

Tudo parecia surreal na Turquia; soldados convidando o chefe do esquadrão anti-terrorismo da polícia para uma “reunião”, na verdade para matá-lo com um tiro na cabeça; oficiais de alta patente, incluindo o chefe do estado-maior das forças armadas, o comandante da força aérea, o comandante das forças terrestres e o comandante da guarda civil, serem tomados de reféns pelos seus próprios ajudantes de ordens; depois pessoas tomando as ruas, aos milhares, para resistirem ao golpe de estado, se apoderando de tanques, sendo mortos, soldados abrindo fogo contra civis e, para completar a vitoriosa multidão pró-Erdogan linchando soldados que encenavam o golpe onde quer que se encontrassem.

Escola Sem Partido: juristas confundem liberdade de ensinar com liberdade de expressão

Quem leu na ConJur a reportagem de Marcos de Vasconcellos sobre o Projeto de Lei 867/2015 — que inclui entre as diretrizes e bases da educação nacional o Programa Escola sem Partido — não corre o menor risco de entender o que está em discussão no Congresso Nacional.

Colômbia: balanço após 44 meses das negociações FARC-Governo


Uma coisa é a paz que convém ao país e outra a que convém aos mesquinhos interesses politiqueiros de Santos e sua camarilha
.

Quarenta e quatro meses depois de conversações improdutivas para a Colômbia e muito positivas para o Plano Estratégico das FARC que impôs todas as condições sem dar nada em troca, o balanço parcial do até agora acordado é desalentador para o futuro da paz no país, para as relações internacionais do mesmo, para a projeção geo-política colombiana e para o desenvolvimento integral do país.