Kremlin tenta forjar um país, a Malorrúsia, visando dominar a Ucrânia

Tanque dos separatistas pró-Rússia nas ruas de Donetsk. No leste da Ucrânia, separatistas pró-russos proclamaram um novo Estado denominado Malorrússia, que significa Rússia Menor, mas que de fato é o primeiro passo de um processo que visa engolir quase todo o território da Ucrânia e até parte da Moldávia. O anunciado país de Malorrússia incluiria […]

A Europa oriental escolhe a civilização ocidental

O povo polonês recebeu Donald Trump de forma calorosa. Em um discurso histórico diante de uma exultante multidão polonesa, precedendo o início da reunião dos líderes da Cúpula do G20, o presidente dos EUA, Donald Trump descreveu a luta do Ocidente contra o “terrorismo islâmico radical” como forma de proteger “nossa civilização e nosso modo […]

Donald Trump e a luta pela sobrevivência do Ocidente

Diante de uma multidão reunida ao redor do simbólico monumento do Levante de Varsóvia na Polônia, que presta tributo aos heróis que tentaram conter a invasão nazista em 1944, o Presidente Donald Trump fez, nesta quinta-feira (6), o discurso mais significativo da sua breve carreira política. Evitando meias-palavras, ele reconheceu que a Civilização Ocidental enfrenta […]

Os jihadistas estão se apoderando da Europa?

Os terroristas já desestabilizaram o processo democrático em diversos países europeus e e estão elaborando os termos da liberdade de expressão. “Sem que ninguém perceba, a Alemanha está formando um exército europeu sob seu comando”, isso segundo alguns da mídia. Ao que tudo indica, a chanceler alemã Angela Merkel, após a troca de farpas com […]

Terrorismo islâmico: jamais aceitá-lo como o “novo normal”

O “novo normal”? Polícia ajuda sobreviventes do atentado terrorista na London Bridge, 4 de junho de 2017. (Foto de Carl Court/Getty Images) Quando ocorrem ataques terroristas, é comum ouvirmos da mídia ocidental e da classe política que devemos aceitar os ataques terroristas como o “novo normal.” Para os cidadãos do Ocidente esta é uma frase […]

Líderes Europeus: como sonâmbulos rumo ao desastre

Viver o aqui e agora: os líderes mais importantes da Europa não têm filhos, entre eles estão a chanceler alemã Angela Merkel (à esquerda) e Mark Rutte (à direita), primeiro-ministro da Holanda. (Imagem: Ministro-presidente Rutte/Flickr) Nunca houve tantos políticos sem filhos governando a Europa como nos dias de hoje. Eles são modernos, de mente aberta, […]

A invasão islâmica na Europa

Claudia Wild apresenta o programa A Hora da Europa, diretamente da Alemanha. Ela conta as modificações sociais e culturais que o continente europeu vem passando após a recente onda de invasores islâmicos que ameaçam de maneira definitiva o futuro da Civilização Ocidental, com o patrocínio da União Europeia e outras organizações globalistas. www.radiovox.org

A reabilitação dos Habsburgos na Hungria

Em setembro de 1944, um verdadeiro rolo compressor soviético submerge a Hungria, esta monarquia sem rei dirigida desde 1º de março de 1920 pelo almirante Miklós Horthy de Nagybánya. Sufocado entre seus aliados nazistas e as tropas de Stalin, Horthy vê seu regime autoritário e nacionalista vacilar sob os golpes da foice e do martelo. No dia 13 de fevereiro de 1945 Budapeste cai depois de um mês de cerco. Os comunistas ocupam o país, votam pela queda dos Habsburgos e proclamam em seguida a república. 27 anos depois da queda do muro de Berlim a Hungria se reconcilia com seu passado e reabilita sua dinastia real. Um Habsburgo hoje poderia novamente cingir a coroa de Saint-Etienne?

PS francês em fase de liquidação

O Partido Socialista sai despedaçado dos cinco anos do catastrófico governo de François Hollande. Nas primárias abertas do Partido Socialista (PS) francês, cujo segundo turno foi realizado ante-ontem, se impôs Benoît Hamon (49 anos). Ele obteve 1.196.253 votos (58,72%) enquanto que o vencido, o ex-primeiro-ministro Manuel Valls (54 anos), obteve 841.310 votos (41,28%). Entretanto, o novo candidato oficial do Partido Socialista, um efêmero ex-ministro da Educação (durou no cargo 147 dias), tem poucas possibilidades de ser eleito presidente da República em abril-maio próximo. Uma sondagem realizada no mesmo domingo mostra que Hamon só conseguiria entre 13% e 15% das intenções de voto durante o primeiro turno da eleição presidencial, quer dizer, que ocuparia a quarta ou quinta posição, atrás dos outros candidatos.

Alemanha: é o começo do fim da Era Merkel?

A chanceler alemã Angela Merkel sofreu um duro golpe em 4 de setembro, quando o partido anti-imigração Alternativa para Alemanha (AfD) ficou à frente da União Democrata Cristã (CDU) nas eleições em seu estado natal Mecklenburg-West Pomerania.