Professor da UFMA incentiva a violência física contra religiosos às vésperas de evento conservador

Do site Rádio Conservadora: Um professor militante socialista da Universidade Federal do Maranhão, Saulo Pinto Silva, utilizou, nesta quarta-feira, 20 de setembro, seu perfil no Facebook para, de forma pública e aberta, promover e incentivar a violência física contra religiosos. Mas esse tipo de publicação não é algo incomum. Aliás, tem história e objetivo certo. […]

O 23ᵒ Encontro do Foro de São Paulo, a morte de MAG e o domínio de Raul Castro sobre a Venezuela

“Salvar a Venezuela da opressão das oligarquias, e Lula das mãos de Sérgio Moro”, com a plena percepção de que a oposição aos crimes do Foro de São Paulo está crescendo na América Latina e mundo afora. Graça Salgueiro comenta, na mais recente edição do seu programa Observatório Latino, as pautas e discussões do 23ᵒ […]

Escola sem censura

No imaginário popular, criado e alimentado por essas três classes de vendedores de drogas que são os jornalistas, os professores e o pessoal do show business,  o termo “universidade medieval” evoca imediatamente um ambiente mental opressivo e rigidamente dogmático, hostil à linda “liberdade de discussão” que a modernidade viria a inaugurar para a felicidade e conforto do gênero humano.

O crime no comando do poder político: a morte de Plínio Zalewski no RS

Vitor Vieira: O coordenador-geral da campanha do vice-prefeito candidato à prefeitura de Porto Alegre, o comunista Plínio Zalewski, de 53 anos, foi encontrado morto no banheiro da sede municipal do PMDB, na avenida João Pessoa, no bairro Cidade Baixa, na tarde desta segunda-feira (18). Ele era considerado desaparecido desde a noite passada, quando sua esposa registrou boletim de ocorrência. O corpo tinha ferimentos, mas as circunstâncias da morte ainda não se esclareceram. O local foi isolado para realização de perícia.

Alguém está aprendendo como derrubar a Internet

O tamanho e a escala desses experimentos – e especialmente a sua persistência – apontam para governos.

Durante este ano e talvez também durante o ano passado, alguém vem pondo à prova as defesas das empresas responsáveis por manter em funcionamento pontos críticos da internet. Esses experimentos vêm na forma de ataques bem calibrados, concebidos para verificar com exatidão a capacidade de defesa dessas empresas e o que seria necessário para derrubá-las. Não sabemos quem está fazendo isso, mas tudo indica que seja um país de grande porte. China ou Rússia seriam meus primeiros candidatos.

USP aprova COM LOUVOR um plágio descarado

 

União Européia declara guerra à liberdade de expressão na Internet


Nesta semana a União Européia, em parceria com o Facebook, Twitter, YouTube e Microsoft, apresentaram um “código de conduta” para combater a disseminação de “discurso ilegal de incitamento ao ódio” online na Europa. No dia seguinte o Facebook suspendeu a conta de Ingrid Carlqvist, a especialista sueca do Gatestone, por ela ter postado um vídeo do Instituto Gatestone em seu feed no Facebook — chamado “Epidemia de Estupros Cometida por Migrantes na Suécia”.

A barbárie socialista na Universidade de Brasília

 

Um relato de quem encarou a feia face da autoritária esquerda universitária e resistiu.

“Nossa paciência conquistará mais do que nossa força”
Edmund Burke

É bastante alardeado por grupos de esquerda, dos moderados aos radicais, que a universidade brasileira deve ser um espaço democrático e plural. Esses grupos denunciam, a torto e a direito, o que chamam de ataques às minorias. Dizem defender o debate franco, a diversidade e o pluralismo. Tudo muito bonito… mas falso.

Ideologia de gênero: Governo de Goiás e União “capacitaram” 2.500 pessoas

Em comemoração aos 9 anos da Lei Maria da Penha (Lei nº 11.340/2006), firmou-se uma parceria entre a Secretaria Estadual da Mulher, do Desenvolvimento Social, da Igualdade Racial, dos Direitos Humanos e do Trabalho do Governo de Goiás (Secretaria Cidadã) e a Secretaria de Políticas para as Mulheres da Presidência da República. Esta união promoveu um curso de capacitação em gênero para aproximadamente 2.500 pessoas em 10 cidades pólo: Campos Belos, Catalão, Goiânia, Goiás, Itumbiara, Jataí, Luziânia, Posse, Porangatu e Uruaçú. O curso, gratuito para o aluno, foi realizado em 15 encontros aos sábados, de 8:00h às 17:00h, entre os dias 22 de agosto e 28 de novembro do ano passado, perfazendo uma carga horária de 180 horas.

Olavo denuncia: censura no Facebook e sagüis alucinados


Atualizado às 22h50: Leia a nota “Mais contribuições dos sagüis alucinados”.

Não é do meu costume fazer isto, mas peço a todos os meus alunos e leitores que VIRALIZEM esta mensagem no Facebook, em outras redes sociais e em toda parte:

Primeiro o Facebook bloqueou a minha página.  Logo em seguida, a da minha esposa, Roxane. Agora, a da minha filha Leilah.

Isso é uma campanha organizada para me destituir de todo meio de expressão? É. 

Depois de excluído do Globo, da Zero Hora, do Jornal da Tarde e da revista Época, malgrado o enorme sucesso dos meus artigos entre dezenas de milhares de leitores, depois de mil tentativas de hackear o meu site pessoal e o do Seminário de Filosofia, é preciso impedir o meu acesso até mesmo às redes sociais, para que se cumpra a instrução baixada anos atrás pelo líder comunista Milton Temer: “Do Olavo de Carvalho não se fala.” Sim, é preciso calar o Olavo de Carvalho e deixar o espaço todo à mercê de detratores semi-analfabetos que se esmeram na produção de lendas difamatórias e provocações idiotas contra um autor que mal conseguem ler.