1. Brasil
  2. Colunistas
  3. Direito
  4. Governo do PT

Por que o PT denuncia golpismo nos processos criminais contra Lula

15 de janeiro de 2018 - 18:03:20

Réu em sete ações penais, já condenado numa delas, e é tudo golpe? Na ponta da língua de todo cidadão há diversas respostas à pergunta que dá título a este artigo.

• O PT é um partido que não aceita ser contrariado, que não sabe perder e que quando eleitoralmente derrotado dá início imediato à campanha “fora fulano”, seja lá quem ou o quê tal fulano seja (prefeito, governador, presidente).
• O partido se vale de sua tentacular inserção nos circuitos formadores de opinião para converter os fatos mais comprometedores em arrevesadas e favoráveis versões.
• A visão que a legenda tem da realidade é comandada pelo objetivo final, ao qual tudo mais se submete, mantendo, com a verdade e com os fatos, em vista disso, uma relação libertina, alcoviteira.
• A politização do julgamento transformando Lula em vítima é uma estratégia que se não serve à defesa jurídica, serve à defesa política.
• O PT integra uma rede internacional de solidariedade comunista e/ou revolucionária esquerdista (o Foro de São Paulo é apenas parte dela) já habituada a dar vazão às posições aqui proclamadas pelo partido que, no passo seguinte, repercute, nacionalmente, o noticiário internacional.

Por isso se instalou a impressão de que, no exterior, a opinião pública julga ter havido golpe no impeachment de Dilma, malgrado o longo processo parlamentar dirigido, passo-a-passo, pelo STF. Também por isso o PT aposta em que, aconteça com Lula o que acontecer, sua imagem esteja sendo preventivamente enxaguada.

Há uma causa maior, porém. Para entendê-la é necessário ir a documentos partidários disponíveis na Fundação Perseu Abramo e nos arquivos do Centro Sérgio Buarque de Holanda. Muito especialmente, recomendo a leitura do documento O PT e a Constituinte (1985-1988). Ali, à página 181, no subtítulo “A posição final”, se lê coisas assim:

“O PT, como partido que almeja o socialismo, é por natureza um partido contrário à ordem burguesa, sustentáculo do capitalismo. Disso decorre que o PT rejeita a Constituição burguesa que vier a ser promulgada (…); por extensão, o PT rejeita a imensa maioria das leis que constituem a institucionalidade que emana da ordem burguesa capitalista, ordem que o partido justamente procura destruir e, no seu lugar, construir uma sociedade socialista”.

Por fim (pag. 184):

“O NÃO DO PT À CONSTITUIÇÃO – ‘O PT, por entender que a democracia é uma coisa importante – que foi conquistada nas ruas, nas lutas travadas pela sociedade brasileira –, vem aqui dizer que vai votar contra este texto, exatamente porque entende que, mesmo havendo avanços na Constituinte, a essência do poder, a essência da propriedade privada, a essência do poder dos militares continua intacta nesta Constituição’. Com esta declaração síntese de seu pronunciamento no Congresso Constituinte, o líder do PT, Luiz Inácio Lula da Silva, encaminhou o voto não do partido à Constituição que será promulgada no dia 5 de outubro”.

Penso que esse conjunto de posições deixa claro que o partido do ex-presidente Lula opera dentro e fora dos limites da institucionalidade, aos quais, desde a origem, seus líderes não se submeteram e cujo valor não reconhecem. Opera dentro quando lhe convém e opera fora quando lhe convém. Contrariamente ao senso comum, o partido considera essa conduta virtuosa porque a situa, em quaisquer circunstâncias, com mensalão e Lava Jato ou sem mensalão e Lava Jato, na perspectiva de um ideal socialista revolucionário que a tudo purifica.

* * *

Conheça o pensamento dos defensores da impunidade e do desencarceramento

Para entender o que pensa a corrente ideológica que, em boa parte, responde pela leniência da legislação penal brasileira, pela frágil execução penal e pela explosão da criminalidade no Brasil, nada melhor do que ler o que escrevem seus adeptos. As opiniões abaixo foram colhidas das citações contidas em um único texto, da autoria do prof. Leonardo Issac Yarochewsky. O artigo completo pode ser lido aqui, e tem o arrogante título “A sanha punitivista e/ou a boçalidade do discurso da impunidade”. Imaginem o resto da biblioteca…

Ricardo Genelhú, Pós-doutor em Criminologia pela Universität Hamburg:

“o discurso contra a impunidade tem servido de motivo para uma suposta restauração da ‘segurança social’ quando na verdade, serve ela mesma, per se, é de desculpa para a perseguição ao “outro”(…)
“E o ‘discurso da impunidade’, com seu ensaio neurótico promovido por pessoas com onipotência de pensamento, tem poderosamente servido muito mais para ‘justificar’, ‘ratificar’ ou ‘manter’ a exclusão dos ‘invisíveis sociais’, tragicamente culpados e, por isso, incluídos por aproximação com os ‘inimigos’ (parecença), do que para demonstrar a falibilidade seletiva e estrutural do sistema penal antes e depois que um ‘crime’ é praticado, ou enquanto se mantiver uma reserva delacional publicizante, seja porque inafetadora do cotidiano privado, seja porque indespertadora da cobiça midiática.”
(1)

Leonardo Issac Yarochewsky – Advogado Criminalista e Doutor em Ciências Penais pela UFMG:

 “É certo que o discurso midiático – criminologia midiática – da impunidade, contribui sobremaneira para o avanço do Estado autoritário e para a cólera do punitivismo.Atingidos pela criminologia midiática e pelo discurso da impunidade, políticos tendem a apresentar projetos de leis com viés autoritário, conservador e reacionário.” (2)

“Não se pode olvidar que a prisão continua sendo há mais de dois séculos a principal forma de punição para os “perigosos”, “vulneráveis”, “estereotipados” e “etiquetados”, enfim, para os que são criminalizados (criminalização primária e secundária) em razão de um processo de estigmatização, segundo a ideologia e o sistema dominante.” (2)

Salo de Carvalho – Advogado e professor de Direito Penal:

“o sintoma contemporâneo vontade de punir, atinge os países ocidentais e que desestabiliza o sentido substancial de democracia, propicia a emergência das macropolíticas punitivistas (populismo punitivo), dos movimentos políticos-criminais encarceradores (lei e ordem e tolerância zero) e das teorias criminológicas neoconservadoras (atuarismo, gerencialismo e funcionalismo sistêmico)”(3)

Marildo Menegat – Pós-doutor em Filosofia pela USP:

“O melhor a fazer hoje é tornar público este debate, o que significa politizá-lo, pois é o único caminho para pôr termo, quem sabe aos martírios e sacrifícios desde sempre praticados por esta espécie que, por um milagre do acaso, fez-se uma forma de vida, ainda penso, inteligente. É hora de nos entregarmos à realização da liberdade, e, para isso, o fim das prisões torna-se imperativo”. (4)

Reitero: imaginem o resto da biblioteca e suas consequências nas salas de aula dos cursos de Direito.

__________________________________________

[1] GENELHÚ, Ricardo. Do discurso da impunidade à impunização: o sistema penal do capitalismo brasileiro e a destruição da democracia. Rio de Janeiro: Revan, 2015.

[2] YAROCHEWSKY, Leonardo Issac. Artigo “A sanha punitivista e/ou a boçalidade do discurso da impunidade”, http://emporiododireito.com.br/backup/a-sanha-punitivista-eou-a-bocalidade-do-discurso-da-impunidade-por-leonardo-isaac-yarochewsky/

[3] CARVALHO, Salo. O papel dos atores do sistema penal na era do punitivismo. Rio de Janeiro: Lumen Juris, 2010

[4] MENEGAT, Marildo. Prisões a céu aberto. In: Seminário depois do grande encarceramento. Organização Pedro Vieira Abramovay, Vera Malaguti Batista. Rio de Janeiro: Revan, 2010.

 

http://puggina.org

 

  • Danilo Dalla Vecchia

    No Brasil a impunidade não é ”discurso” , já faz parte da nossa cultura há um bom tempo . Não eram os lulo-petistas que prometiam acabar com a impunidade e corrupção . Esses caras são pós-dôto em empulhamento e flatus vocis , baseados apenas em opiniões e desprezando totalmente a realidade objetiva dos fatos .

    • Rafael

      Claro, nenhum deles faz pesquisa, nenhum deles trabalha na área, é tudo gente desqualificada, então vamos ouvir o que dizem os cineastas.

      • Gustavo Costa de Oliveira

        quem dá o certificado pra eles? quem escolhe os temas de mestrado e doutoramento? quando o cara faz mestrado? aos 23 anos, quando faz doutorado? aos 25 anos.. pra que fez? pra cumprir requisito pra dar aula.. é um sistema que se retroalimenta e independe absolutamente de resultados reais..

        de mestre, doutor, universidade, resta só o nome

        mas pra vc que é um ignorantão, um fetichista da ciência, um amante de poder, deve ser conveniente não ver a diferença

        • Rafael

          Deve ser o Foro de São Paulo, a ciência é falha, mas entre alguém que pesquisa o tema há anos e alguém que só da sua opinião, logicamente, o primeiro deve ter mais relevância. Simples não?

          • Newton (ArkAngel)

            Muitas vezes, a sensatez vem de onde menos se espera, inclusive de quem dá uma “simples opinião”.
            Aqui no Brasil, a comunidade acadêmica é uma piada…pesquisas sérias não existem, e as que existem, sempre passam pelo filtro do interesse político.

          • Rafael

            em pesquisa séria sim.

          • Lucas Santos Amaral

            As pesquisas agraciadas pela esquerdas são do mesmo tipo que o lula fazia ao afirmar que no Brasil haviam 30 milhões de meninos de rua só para espantar os incautos europeus cheios de dedos e puritanismos por serem ricos e sofrerem por terem consciência moral… rsrsrsrssssss…

      • Gustavo Costa de Oliveira

        mas de fato, nenhum deles trabalha na área.. só dão aula.. vai falar com alguém que trabalhe na área, como um carcereiro, um policial ou delegado pra vc ver

        • Rafael

          Converso sempre, tenho amigos e parentes nesses ramos. De toda forma, são opiniões mais abalizadas que do articulista.

    • Elvis Trivelin

      Danilo, ainda temos de lembrar aquela investigação, ano passado, que vinculava alguns desses “dotô” com criminosos do PCC. Seria muita ingenuidade nossa se achássemos que esses caras “opinam” (produzem retórica) apenas por compromisso qualquer – profissional ou científico. Mas tem galerinha senso comum que, mesmo passando todo dia neste site, continua vendo canudo acadêmico como selo de lisura e capacidade plenas! kkkkkkkk
      Enfim… no país de 70 mil homicídios anuais, que não resolve um percentual baixíssimo dos crimes violentos, que tem altíssimos registros de crimes por encarcerados a cada “rodada de indultos”, ainda tem canalhas e idiotas úteis (aquele que é idiota demais para perceber que é útil) em defesa da piora da situação – porque tudo sempre pode piorar.
      Parece que essa raça não tem filho, não tem mãe, não tem família… Ah, até tem – morando em condomínios fechados e hipervigiados. Sobrou pra gente.

  • Mohammed Alcatra

    Só de ver que esses absolutos vagabundos com título de doutor e pós-doutor me faz perder a esperança na universidade como instituição, agora parece ser só um braço propagandista da esquerda. Farei meu mestrado em matemática, mas tenho receio que as pessoas pensem que sou igual a esses “intelectuais” de torre de marfim que não se importam com a realidade.

    • Gustavo Costa de Oliveira

      nao seja como eles e foda-se o que pensam

  • Mauricinho

    Todo o discurso enfeitado e o modus operandi dos adeptos do marxismo e suas derivações (comunismo e socialismo) são previsíveis, resumem-se em uma frase (orientação) e uma definição (que explica suas ações):
    1º – A frase é a seguinte: “Acuse os adversários do que você faz, chame-os do que você é!”. (Lenin)
    2º – A definição, que explica seu modus operandi, pertence ao campo da psiquiatria:
    “Mas o psicopata não é um doente mental da forma como nós o entendemos. O doente mental é o psicótico, que sofre com delírios, alucinações e não tem ciência do que faz. Vive uma realidade paralela. Se matar, terá atenuantes. O psicopata sabe exatamente o que está fazendo. Ele tem um transtorno de personalidade. É um estado de ser no qual existe um excesso de razão e ausência de emoção. Ele sabe o que faz, com quem e por quê. Mas não tem empatia, a capacidade de se pôr no lugar do outro.”
    (Dra. Ana Beatriz Barbosa Silva
    Psiquiatra e escritora, diretora das clínicas Medicina do Comportamento, no Rio e em São Paulo, onde atende pacientes e supervisiona tratamentos)

  • Marcos Pereira

    Nooossa, esse bando de psicopatas do direito, não da Justiça. Se auto julgam no direito de proclamar a Esbórnia Institucional. Que loucura! Típica mentalidade revolucionária. Como podemos deixar o destino nas mãos desses loucos? O que me conforta é que no Universo prevalece a Lei e a Ordem. A marginalidade e rebeldia, são tolerados até o limite no qual não comprometem o processo de evolução.

    • Rafael

      Claro, esse povo que faz pesquisa e estuda um assunto a fundo não deveria opinar…Sobre esse assunto!

      • Gustavo Costa de Oliveira

        chupador de piroca de doutor

      • Gustavo Costa de Oliveira

        organization man de merda.. vc é corno, tenho certeza absoluta

      • Lucas Santos Amaral

        Conversa, rafinha… no final, com todas as possíveis pesquisas em mãos, esses mela cuecas dazisquerdas deixarão falar mais alto os interesses da máfia socialista… ME ENGANA QUE EU GOSTO… rsrsrrssssss… doutor ispecialixta de cu é rola… acabou-se o tempo em que o que vinha da USP era obedecido caninamente sem se questionar… e sabe porque ???… resultados inócuos… estudos que não passavam de empulhação… o povo se cansou disso… por isso hoje reina a verdade: BANDIDO BOM É BANDIDO MORTO… o povo entende bem mais que supostas analises frívolas sobre segurança pública feitas por quem nem atuante na área é… por isso que ongs como SOU DA PAZ só dá fora em matéria de segurança pública… rsrsrssrsssss…

  • Raphael Soares

    Que o PT, bem como todo partido comunista seja uma agremiação composta por bandidos e marginais da pior estirpe, não é novidade. Agora, chega a ser curioso ver os “intelectuais” deles falarem tanto em desencarceramento, contra a punibilidade e pelo fim das prisões, sendo que quando o comunismo é definitivamente implantado, o que acontece sem parar são as prisões em massa e arbitrárias dos opositores do regime e os chamados “justiçamentos”.

    • Rafael

      Deles quem? Do PT? Tem centenas de juristas questionando esse processo, gente insuspeita de filiação partidária, mas claro, o que vale é a opinião do cineasta.Ahs im, não se avexe, a chance do comunismo chegar no Brasil é nula.

      • bruno carillo

        Cite pelo menos 5 ja que tem centenas.

        • Rafael

          De cabeça.

          Lenio Streck

          Tomas Bustamante

          Afranio Silva Jardim ( Uma sumidade)

          Só procurar, ter boa vontade de ouvir o outro lado , não se deixar guiar pela mídia hegemonica.

          • João Afonso Moreira Neto

            Esqueceu do Tomás Turbano?

          • Gustavo Costa de Oliveira

            “mídia hegemônica”

            cara.. vc comenta muito aqui, se essa é sua cara mesmo, e eu te vir, vai ser difícil não te esbofetear

          • Rafael

            Cara e nome, pode vir. É assim que criança mimada reage ao ser contrariada.

          • B.Carillo

            Bom pesquisando por cima do pano, há aproximadamente 16.000 juízes no país, centenas equivalem a qualquer proporção de baixa relevância, significa que são poucos os juízes que não enxergam a realidade, como dizem no interior menos pior né ? isso que nas matérias de direito na faculdade a coisa é bem canhota heim kkkk

          • Insider

            Com certeza! Os juristas da Escola de Frankfurt!
            😂😂😂😂😂😂😂😂

          • Marco Antonio Ridenti

            Rafael, é evidente, e você sabe muito bem disso, que esses juristas tem um profundo viés ideológico.
            A questão da eficácia da necessidade punição não é somente da alçada de juristas. Pelo contrário, é tema pertinente a um ramo importante da Filosofia, a Ética, e pode contar com contribuições importantes da psicologia, da sociologia e do direito (mas não apenas).

            Você está falando em um espaço em que as pessoas, embora não sejam especialistas, sabem muito bem que a punição é a única solução viável, hoje, no Brasil, para impedir a queda da sociedade na definitiva barbárie. Não há dados nem lógica razoável que possam sustentar que o afrouxamento da punição poderia ter efeito benéfico. Te desafio a provar com dados e com um raciocínio logicamente válido (tanto em premissas quanto em encadeamento lógico), que o afrouxamento penal no Brasil poderia trazer algum benefício concreto, tal como a diminuição da taxa de homicídios por ano.

      • Insider

        Cara, vá lá pro brasil247…la é a tua praia!
        Você está calminho aqui, porque aqui só têm ‘casca grossa’!
        Os caras são tão ‘democraticos’ por lá que removeram meus comentários e bloquearam o meu acesso aos comentários!
        Vocês da esquerda estão sendo enxotados lá dos EUA.

      • Carlos Eugênio Abreu Camargo

        E as provas no processo do sítio de Atibaia, que são muito,mas muito mais robustas que a do triplex??? Não existem também??? Mesmo assim o processo será nulo???Fora isso consta na planilha da Odebrecht mais 40 milhões reservados ao Nine é famíglia.
        Não vejo hora dos processos chegar nos filhos do Lularápio, que vivem nababescamente,sem nunca terem sido nada na vida,a não ser filho de um psicopata.

    • Lucas Santos Amaral

      Sou da área e posso dizer de cátedra: BANDIDO BOM É BANDIDO MORTO… temos que fazer como a China comunista faz… praticou crime contra a vida: TIRO NA NUCA… PONTO PACÍFICO… roubou, furtou, praticou estelionato ou crimes contra o estado ou sociedade: CINCO ANOS DE CANA FECHADO… PONTO PACÍFICO… não há necessidade de um doutorado para entender que em pouco tempo chegaremos a níveis civilizados de ordem social… se precisar encarceram 1/3 da população que não se enquadrar na realidade penal que citei, que seja… não me importo… para isso pago impostos… e altíssimos, diga-se de passagem… se pago para ter segurança e outras cossitas mais, então, meu caro, quero resultados e não análises frívolas e tergiversantes…

  • Rafael

    É claro que devemos desconsiderar a opinião de gente que passou a vida estudando o direito penal, e aceitar a do Puggina, não devemos refletir sobre o que diz pessoas com livros e mais livros publicados sobre o tema, mas simplesmente acatar o achismo de quem é leigo no assunto.

    Não posso afirmar se Lula é inocente ou não, li a denúncia, li a sentença, acompanhei alguns depoimentos, e achei o julgamento falho e cheio de inconsistências, de outro ponto, esse processo preenche as características de um típico lawfare sim , e se olharmos para outras partes do mundo, fica a tentação de pensar à Olavo de Carvalho, em um movimento global de neutralização de lideranças populares, mas como diria o Moro, não vem ao caso, no momento.

    Ah, já jogaram as palavras Tacla Duran no google?

    • tabajara_music

      Passar a vida estudando pra praticar a vigarice intelectual depois de velho? Não, obrigado…

      • Rafael

        Claro, não concorda com seu ponto de vista é vigarista.

        • tabajara_music

          Verdade não é questão de ponto de vista, a menos para quem a relativiza, como é o caso desses ilustres aí.

          • Rafael

            Verdade nem sempre “bate” com o que achamos, seria bom ouvir quem entende.

          • Lucas Santos Amaral

            ispecialixtas dazisquerdas, suponho… 🙂

        • Lucas Santos Amaral

          No seu caso é, rafinha… rafinha fala mansa…

        • Insider

          Não é questão de ponto de vista.
          Por isso, sempre suspeitei das Humanas e Filosofia: ponto de vista ?
          E depois eu sou o leigo! A Física, por exemplo, lida com teorias: se elas são muito díspares entre si, todas podem estar erradas.
          Em Direito, existem as ‘correntes’: fulano é da corrente x; siclano da y…
          O marxismo cultural destruiu a Educação no Brasil e por onde passou .
          Ah, e li as sentenças: Lula é culpado! Podem jogar as chaves fora!

    • Newton (ArkAngel)

      Os canalhas também estudam.
      Você disse que não devemos acatar achismos de leigos em detrimento de quem estudou…mas em relação ao julgamento do Molusco, não é exatamente isso o que você está fazendo? Ou você possui mais conhecimentos do que o Sérgio Moro?

      • Rafael

        Mas aqui está todo mundo opinando, do mesmo modo que vc acha ele culpado. Vc leva em consideração o que quiser.

        • Newton (ArkAngel)

          Eu não “acho” ele culpado. Embora não seja particularmente conhecedor de direito penal, há certas coisas que somente um imbecil ou canalha não enxergam, ou fingem não enxergar.
          Pelos frutos se conhece a árvore.

          • Rafael

            Então, que patrimônio encontraram até agora. O próprio TRF4 já disse que o triplex é de outra pessoa, ficou sabendo? E mais, que vantagem ele conseguiu para seus corruptores? Enfim, até mesmo um leigo sabe que ná duvida se absolve.

          • Newton (ArkAngel)

            Ora, é algo simples de entender: ao invés de dinheiro vivo, o que daria nas caras mesmo do partido mais profissional na lavagem de dinheiro, Lula recebia diretamente os bens milionários, sem precisar passar dinheiro por sua conta, o que faria com que a operação fosse percebida.

            Assim, quando a defesa de Lula saca imediatamente a frase feita “Não há escritura em nome de Lula” para dizer que ele está ileso, está apenas jogando para a platéia de trouxas que sabem serem trouxas manipuláveis, tratando-os como imbecis: afinal, é ÓBVIO que, num processo de ocultação de patrimônio, o patrimônio está oculto

    • Tulio Stephanini

      Não sei não mas fazer pesquisa não quer dizer que se tenha razão, apelar a autoridade não valida teu argumento. Muita gente passa a vida estudando a sociedade só pra achar um meio de virá-la de cabeça pra baixo e muito especialista em direito faz o mesmo com a lei. Usar falácias não vai tonar verdadeiro o que tu defende criancinha, ad nauseam e ad populum.

      • Rafael

        De fato, mas para formar a opinião vc deve saber o que pensa gente da área não? E quando se depara com duas opiniões conflitantes, qual o leigo da área deve pesar mais, de quem estudou a vida toda o assunto, trabalha com ele diariamente, ou um “opinador” qualquer? A ciência ao menos trabalha com a dúvida, com a validação, não é um sistema perfeito, mas nos dá algum chão.

        • Insider

          ‘Ciencias’ Humanas!? 😂😂😂😂😂😂

    • Romanorum

      Julgamento falho e cheio de inconsistências só é visto no julgamento do Lulalelé,nos dos outros , Eduardo Cunha por exemplo, os ptêlhos não veem nada disso em absoluto! Aliás, antes exigiam a punição, e até prisão, deste,alegando que só se “perseguia” o Lulanático, e agora que o E C está inclusive recuso, onde é que fica a tal “parcialidade persecutória” dos “golpixtas”? E os canalhas nem se avexam e continuam com o discurso de “parcialidade persecutória político-ideológica” coma maior cara lambida! E querem que se acredite que um canalha da pior espécie,que levava sua concubina a tiracolo nas viagens como presidente,e que jurou nunca ter estado no “triplecse”, e se provou depois ser assíduo frequentador dele,

      seja o mais integro e honesto cidadão, um outro Cristo crucificado pelo “tribunal conservador dos reacionários”… Ah, vão plantar batatas, seus pulhas!

    • Marco Antonio Ridenti

      Esse tipo de argumento é uma falácia perigosa. O fato de um sujeito ser especialista que passou a vida estudando sobre um assunto, não faz dele um sumo sacerdote da verdade nem dono do conhecimento. Há muitos especialistas nas áreas de humanas que simplesmente não dominam as regras da lógica elementar, ou se baseiam em premissas falsas nas quais ninguém é obrigado a acreditar.

      Alguém que afirme algo grave, que afeta nossas vidas, e cujos argumentos são insuficientes para nos convencer, não é digno de credibilidade, ainda que se apresente com um Nobel.

      Se o seu argumento é que só ignorantes não acreditam cegamente em especialistas, então ou você não viveu o suficiente para sofrer pela incompetência de médicos, ou você está tentando mostrar que os leitores desse site são uns brucutus ignorantes, quando na verdade é você que está fazendo papel de palhaço.

  • Osvaldo Pereira Júnior

    Todo partido revolucionário tem como objetivo a destruição do ambiente político ao qual ele em muitos casos se beneficiou para chegar ao poder.

    Partido revolucionário é todo aquele que não aceita deixar o poder depois de tomá-lo.

    • Lucas Santos Amaral

      BELO RESUMO… simples assim…

  • Fred Giovani

    Professor, o Demétrio Magnoli também tem uma hipótese muito importante, que deve ser levada em consideração: trata-se da construção de uma narrativa para entorpecer a militância. Eu acrescentaria: querem fazer do Impeachment de Dilma mais um capítulo de sua mitologia, um apêndice a 64.

  • Peri Richard

    Interessante que tem um mav rondando os comentários, utilizando uma desculpa esfarrapada, que conhecemos como a “falácia do apelo à autoridade”, em que afirma que, devemos dar créditos aos conteúdos dos autores supracitados e contestados, pois os mesmos são pesquisadores do assunto, e portanto, sabem do que estão tratando, enquanto que o articulista apologeta, por não ter o “calibre” de pesquisas dos tais, no assunto, deve ser desconsiderado.
    Além disso, em outro momento, afirma ter lido tanto a denúncia, quanto a sentença, além de acompanhar alguns depoimentos, o que o capacita a declarar que “acha” o julgamento falho e cheio de inconsistências! E o melhor ainda veio na sequência: “esse processo preenche as características de um típico ‘lawfare’ sim”.
    Suspeita que se tentar analisar o que ocorre no restante do mundo, pela ótica de Olavo de Carvalho, fica tentado a pensar “em um movimento global de neutralização de lideranças populares, mas como diria o Moro, não vem ao caso, no momento”.
    Bem, diante de tanto achismo e apelo à falácia, não resta outra conclusão, que não identificá-lo pelo que de fato é, ou seja, um mav!
    Além do que, tentar defender pessoas que, apregoam abertamente um estado autoritário e punitivo só porque existem algumas pessoas conscientes – e não uma Sociedade inteira infelizmente – que se opõem a todos esses movimentos que colapsam a estrutura do tecido social, e promovem a ruptura da Ordem por meio das Leis, para que ai sim, as várias margens de Liberdades, possam ser asseguradas, e chamar isso estado autoritário e punitivo, é duma mentalidade revolucionária subversiva inconteste!
    Quem diria que veriamos esse tipo de patógeno na Sociedade Contemporânea, que se caracteriza muito mais pela defesa e acobertamento de outros patógenos, que são mais ativos, enquanto os primeiros são mais reativos.
    Uma Sociedade próspera de verdade é aquela que se prepara para ataques autoimunes, onde parece que ente biológico faz parte da “fauna e flora” fisiológica, mas, apenas aparentam, pois são adversários enrustidos, e querem Colapsar toda a homeostase social, objetivando o Caos fisiológico.

    • Gustavo Costa de Oliveira

      nao sei se é mav ou é realmente um chupador de pirocas doutoras

  • Elvis Trivelin

    No caso Lula, resta à atual geração de combatentes dessa ideologia hegemônica continuar trabalhando, publicando livros e livros com a verdade, pois a deixar a historiografia sendo produzida pela turma deles, daqui 30 anos, o impeachment terá sido “gópi” (ops: golpe) e isso estará em livros didáticos, sendo “imputado quase que a fórceps” nas escolas.

  • Luiz F Moran

    As premissas básicas para um sujeito ser socialista são:
    – mentiroso
    – ladrão
    – corrupto
    – vigarista
    – psicopata
    E as premissas básicas para um sujeito apoiar essa ideologia assassina são:
    – parasita do dinheiro alheio
    – inteiramente idiota

  • Seu Zé

    to dando uma fuçada no site da PA, to vendo umas cositas de quando o pt discursava nos anos 80/90, tipo “regular rádios comunitárias” http://acervo.fpabramo.org.br/uploads/r/centro-sergio-buarque-de-holanda-csbh-fpa/2/3/1/231c1ada5e83cae25d40a3c8b58d4a5693a90177f2e16b27112c48e4769854db/_usr_share_nginx_atom_csbh-dados_MSO_C-0325_142.jpg

    evento bancado por sindicato ainda, comunistas tratam o poder como mingau, começam pelas beiradas

    • Seu Zé

      peço desculpa por expor isso, mas, é melhor ver aqui do que dar pageview pra eles

  • Lain Wanakura

    #LULANACADEIA!!!!

  • Lain Wanakura

    A esquerda fudeu o nosso país é agora esta querendo salvar o LULA da cadeia, só que não vai conseguir.
    Pois quem é Brasileiro de verdade não vai aceitar essa merda.

  • Rafael
  • Lucas Santos Amaral

    O pt só não implantou a DITADURA DO PROLETARIADO no “Brézil” porque não alcançou a hegemonia política e social que falaciosamente aparentou ter… se tivesse, a muito estaríamos sendo massacrados como os venezuelanos e cubanos… os comunistas latinos ainda não entenderam que em países continentais como o nosso só se chega ao poder hegemônico na bala e sem apoio das FAs NUNCA, NEVER, JAMÉ conseguirão… teriam que massacrar, como os bolcheviques fizeram, boa parte da população brasileira… e isso eles não tem como conseguir… ainda mais agora, em tempos de internet e WS… ou seja, perderam a chance… finito… é hora de enfiar a viola no saco… conseguimos nos desvencilhar dessa nhaca que se chama COMUNISMO… mesmo com outro nome menos rude… e gramscismo em dias de relativismo cultural exacerbado torna a linha tenue de irrealidade impossível até mesmo para eles, esquerdistas, se firmarem… bastou UM homem conhecedor dos fatos e das verdades para expor as tripas sórdidas do FORO DE SÃO PAULO… valeu OLAVÃO… ETERNO…