Ideologia


Roberto Campos, minhas homenagens

Quando me pus a redigir estas páginas sobre Roberto Campos, vieram-me à lembrança os artigos de sua autoria publicados pelo Correio do Povo, principal jornal gaúcho durante boa parte do século passado. Ali, por muitos anos, ainda jovem, pude provar de seu conhecimento e das lúcidas observações que fazia sobre a realidade nacional.

Donald Trump e a esquizofrenia de certos comentadores, daqui e d’além-mar

Surpresa desagradável: Bill e Hillary Clinton construíram um muro de 300 milhas na fronteira com o México.

A vitória de Trump, no escrutínio do pretérito mês de novembro, provocou uma hecatombe nas redes sociais e, digamo-lo com justiça, na cabeça de certos comentadores, palpiteiros e analistas, cujos neurónios entraram, desde então, no modo…“desligado”, que aliás teima em persistir, até hoje. Dá que pensar.

A espiral da mediocridade

A consequência de décadas desta hegemonia esquerdista é aquilo que chamo de espiral da mediocridade. O ambiente universitário brasileiro, a exemplo do jornalístico, é um terreno no qual sempre proliferou a mentalidade esquerdista. O Partido dos Trabalhadores, desde os anos 80, é o preferido de professores e alunos, que ostentam sua militância abertamente e com […]

Lições da América

Há uma espécie de concurso entre as elites europeias e americanas de esquerda: quem insulta mais Donald Trump? Quem consegue escolher os epítetos mais violentos? Racista, boçal, cretino, sexista, corrupto, inculto e xenófobo estão entre os mais utilizados. Isto para além das classificações brandas de fascista e populista. No entanto, o problema não é o […]

Como esquerdistas brancos aumentam o crime nas comunidades negras

As pessoas negras comuns não podem se dar ao luxo de apoiar a agenda esquerdista que manda minar a autoridade policial. Essa agenda aumenta o número de negros assassinados. Vejamos o que funciona e o que não funciona. Em 1990, a cidade de Nova York adotou a prática na qual seus policiais podiam parar e […]

PS francês em fase de liquidação

O Partido Socialista sai despedaçado dos cinco anos do catastrófico governo de François Hollande. Nas primárias abertas do Partido Socialista (PS) francês, cujo segundo turno foi realizado ante-ontem, se impôs Benoît Hamon (49 anos). Ele obteve 1.196.253 votos (58,72%) enquanto que o vencido, o ex-primeiro-ministro Manuel Valls (54 anos), obteve 841.310 votos (41,28%). Entretanto, o novo candidato oficial do Partido Socialista, um efêmero ex-ministro da Educação (durou no cargo 147 dias), tem poucas possibilidades de ser eleito presidente da República em abril-maio próximo. Uma sondagem realizada no mesmo domingo mostra que Hamon só conseguiria entre 13% e 15% das intenções de voto durante o primeiro turno da eleição presidencial, quer dizer, que ocuparia a quarta ou quinta posição, atrás dos outros candidatos.

O indicado de Trump para a Suprema Corte tem os mesmos adversários de Ives Gandra Filho

Ninguém questiona o católico “progressista”, militante petista e defensor de invasores de terra, Edson Fachin, mas um conservador como Ives parece intolerável.

Submissão da Esquerda: proteção ao Islã, difamação ao Cristianismo

Aponte o traje ofensivo ? ou a hipocrisia.
A Amazon retirou o traje “Burca Sexy” (à esq.), após as acusações de “islamofobia”.
E apesar dos protestos clientes católicos, a “Freira Sexy” (à dir.) continua à venda.

Amazon, o maior portal de compras do mundo, vende muitas fantasias de Halloween. Uma das novidades de 2016 é a “Burca Sexy“, manto típico obscurantista que os talibãs e o Estado Islâmico impõem às mulheres. Mas a burca sexy, que na Amazon UK, foi lançada a £18,99, não durou muito no portal.

Primeiramente, fora PT

Onde se ocultava essa insofreável defesa da Educação enquanto o desempenho escolar os
precipitava para os últimos degraus nos comparativos com seus colegas, mundo afora?

O “Fora Seja Lá Quem For” é uma expressão de desejo que acompanha a vida do petismo quando não é ele que manda. O partido, que sempre quis derrubar os governos que o antecederam no poder, retoma, agora, suas velhas exortações golpistas. Por isso, até mesmo professores iniciam suas aulas com o ensaiado bordão “Primeiramente, Fora Temer”. Não se aborreçam, portanto, com o título deste artigo. Não fui eu quem começou. A gente poderia atribuir a essas manifestações esquerdistas um sentido anedótico, supor que sejam mera expressão de sintonia com o diapasão do governo cassado. Sim, sim, a gente poderia. Não fosse o que vem junto.

Quem é Huma Abedin?

Não parece muito estranho que uma pessoa criada como muçulmana na Arábia Saudita, mal chegada de volta aos EUA (menos de dois anos depois), aparentemente revogue sua fé de toda a vida para se instalar no centro do poder americano, o “Grande Satã”?

Recentemente Donald Trump acusou os Clinton de constituírem uma quadrilha de bandidos e afirmou que Hillary irá para a cadeia se ele vencer.