medicina


As principais ameaças à educação – Parte 1

A liberdade só pode existir sem o governo nos dizer como viver, o que dizer, o que pensar, o que saber e o que não saber. Alieksandr Solzhienitsyn   Solzhienitsyn tinha uma grande experiência com o governo da URSS para saber o que falava. Mas não apenas os governos totalitários se intrometem na vida das […]

True Lies IV – Rumo ao governo mundial

A really efficient totalitarian state would be one in which the all-powerful executive of political bosses and their army of managers control a population of slaves who do not have to be coerced because they love their servitude.
Aldous Huxley

INTRODUÇÃO

A implantação do governo mundial já está em franco progresso, mas não é percebido porque o primeiro objetivo, já em estado avançado, é a mudança do senso comum com a formação de um novo consenso universal. Por universal entenda-se aqui a Civilização Ocidental, pois fora dela – e mesmo dentro dela – existem vastas áreas geográficas e grupos humanos que funcionam com base em princípios tradicionais inabaláveis [1] que os tornam imunes à doutrinação. O vasto mundo islâmico, o judaísmo ortodoxo, as tradições taoista, hinduísta e budista – as três últimas em alguns aspectos anteciparam as novas idéias sobre a natureza, porém são explicitamente religiosas sem pretensões a serem “científicas” e a elas adere que quer. Paradoxalmente, o mundo dominado pelo comunismo não está minimamente interessado neste novo consenso, a não ser como estratégia para o domínio mundial.