ONU


Trump na ONU: claro e direto na crítica às pretensões globalistas

“Finalmente um presidente dos Estados Unidos age, de fato, como presidente americano.” Heitor De Paola comenta o discurso de Donald Trump na Assembléia Geral da ONU. Da defesa da família e da soberania dos estados-nação, às críticas ao comunismo e ao terrorismo islâmico, sem deixar de abordar a situação na Coréia do Norte. Heitor De […]

Mais uma fraude globalista: o “Governo Aberto” de George Soros

Comentário dos Tradutores de Direita: “Governo Aberto” é a fraude pela qual George Soros impõe, e assegura, sua vontade política aos países, sob o pretexto de promover a transparência, à luta contra a corrupção, o incremento da participação social e o desenvolvimento de novas tecnologias (ou seja, tudo em nome da “efetividade” e “responsabilidade”). Ele […]

Donald Trump fez uma nova declaração de independência

Marque este dia como histórico: 1º de junho de 2017: o dia em que o presidente Donald Trump retirou os Estados Unidos do acordo climático de Paris. É um dia de júbilo. É um dia de liberdade. É algo semelhante a outra declaração de independência – independência não de um império, mas de um establishment […]

Por que a Rússia está por trás dos ataques com armas químicas na Síria?

O regime autoritário russo de Vladimir Putin está por trás dos ataques com armas químicas contra a população civil síria na localidade de Idlib, por razões estratégicas, políticas, geo-políticas e da tradicional guerra psicológica russa de amedrontar o adversário para forçá-lo a agir à sua maneira. 1. Não é segredo para ninguém que a atitude […]

Os desafios de Donald Trump

O verdadeiro conservadorismo, renovado agora por Trump, luta para manter intocados os valores tradicionais.
Estes não são apenas valores americanos, mas os milenares valores judaico-cristãos.

A tragédia palestina na Síria

No mundo árabe, as violações dos direitos humanos não são notícia. Notícia é quando os direitos humanos são respeitados em algum país árabe. Palestinos fugindo do campo de refugiados Yarmouk, perto de Damasco, Síria, após intensos combates ocorridos em setembro de 2015. (imagem: SANA news agency) O ano de 2016 foi bem complicado para os […]

Vitória local, derrota global


Lula com o então presidente da Internacional Socialista, Antonio Guterres,em 2003, em São Paulo.

(Foto: Ricardo Stuckert)

Ainda estamos celebrando as pequenas vitórias eleitorais conquistadas no último domingo contra o PT e lamentando a ida do PSOL para o segundo turno do pleito carioca. Mas, longe das prefeituras e das câmaras municipais brasileiras, uma outra disputa eleitoral — infinitamente mais importante — está sendo concluída em Manhattan, onde o Conselho de Segurança das Nações Unidas chegou a um consenso e formalizou a indicação do português Antônio Guterres para o cargo de Secretário Geral da ONU.

Corruptocratas da ONU: poupem-nos da falsa santidade dos refugiados!


Outra reunião de cúpula das Nações Unidas em New York. Outra extravagância pedante. Outra inútil “declaração histórica” (não vinculante, é claro) para salvar o mundo (realizando outra reunião de cúpula… em dois anos).

O Templo do Monte e a UNESCO




Não é necessário ser um historiador para saber que Jerusalém era inicial e originalmente uma cidade judaica com posteriores ligações cristãs e mais tarde ainda com fracas ligações islâmicas. O Segundo Templo Judaico, concluído pelo Rei Herodes em 19 a.C., foi destruído pelos romanos em 70 d.C. (retratado à esquerda em uma pintura de Nicolas Poussin de 1626). A atual Mesquita de Al-Aqsa situada no Templo do Monte foi construída no ano 705, ou seja, 73 anos depois da morte de Maomé em 632 e reconstruída diversas vezes após ser destruída por terremotos. (Imagens: Wikimedia Commons)

A UNESCO, Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura, é conhecida em todo o mundo pelos inúmeros lugares que designou como Patrimônio da Humanidade. Já são mais de mil, distribuídos de forma desigual em muitos países, estando a Itália no topo da lista, seguida pela China.

Quem é a procuradora que está processando Jair Bolsonaro?

Abortista, pró-drogas, adepta da ideologia de gênero, defensora da regulamentação da prostituição, indigenista radical e inimiga jurada das Forças Armadas.

 Não surpreende que a Dra. Ela Wiecko seja figura central em eventos patrocinados por governos estrangeiros e agentes globalistas como as fundações Ford, Rockefeller e Open Society (de George Soros), entre outras.

“Uma nação pode sobreviver aos tolos e até aos gananciosos, mas não pode sobreviver à traição gerada dentro de si mesma. Um inimigo estrangeiro não é tão perigoso, porque é conhecido e carrega suas bandeiras abertamente. Mas o traidor se move livremente dentro do governo, seus melífluos sussurros são ouvidos entre todos e ecoam no próprio vestíbulo do Estado. E esse traidor não parece ser um traidor; ele fala com familiaridade às suas vítimas, usa sua face e suas roupas e apela aos sentimentos que se alojam no coração de todas as pessoas. Ele arruína as raízes da sociedade; ele trabalha em segredo na escuridão da noite para demolir os alicerces da Nação; ele infecta o corpo político a tal ponto que este sucumbe. Deve-se temê-lo mais que a um assassino.”
Marco Túlio Cícero, cônsul romano, 106 a.C. – 43 a.C.