politicamente correto


Mutilação genital feminina e a loucura suicida do multiculturalismo

Os advogados de defesa de dois médicos de Michigan, naturais da Índia e uma de suas esposas, que foram indiciados pelo júri em 22 de abril e acusados de mutilar os órgãos genitais de duas meninas de sete anos, pretendem apresentar o argumento de liberdade religiosa na representação de seus clientes muçulmanos. Os réus são […]

Justin Trudeau: “evangélicos são a pior parte da sociedade canadense”

Comentário de Paula Félix: “Negros são a pior parte da sociedade canadense.” “Gays são a pior parte da sociedade canadense.” “Índios são a pior parte da sociedade canadense.” “Mulheres são a pior parte da sociedade canadense.” “Deficientes físicos e mentais são a pior parte da sociedade canadense.” “Muçulmanos são a pior parte da sociedade canadense.” […]

Ideologia de gênero: aplainando o caminho para a invasão do Islã

Bem-vindo à “próxima fronteira da libertação“ progressista, onde o problema mais urgente nas democracias ocidentais é o “machismo”. A Carolina do Norte sofreu um ano de boicotes, até vetar a lei do banheiro transgênero. No mês passado, a União Nacional dos Professores da Grã-Bretanha pediu ao governo para ensinar as crianças, a partir de dois […]

Donald Trump e a esquizofrenia de certos comentadores, daqui e d’além-mar

Surpresa desagradável: Bill e Hillary Clinton construíram um muro de 300 milhas na fronteira com o México.

A vitória de Trump, no escrutínio do pretérito mês de novembro, provocou uma hecatombe nas redes sociais e, digamo-lo com justiça, na cabeça de certos comentadores, palpiteiros e analistas, cujos neurónios entraram, desde então, no modo…“desligado”, que aliás teima em persistir, até hoje. Dá que pensar.

A primeira semana de Trump

“O que Trump está restaurando é a defesa do estado-nação contra o globalismo” “Esqueçam direita e esquerda. A direita-establishment também é globalista. O que temos é nacionalistas contra globalistas” Heitor De Paola comenta os feitos de Donald Trump em sua primeira semana de governo, um e-mail de Hillary Clinton vazado pelo Wikileaks sobre as relações […]

Trump está banindo muçulmanos?

Medidas similares foram adotadas por inúmeros presidentes americanos, incluindo o presidente Obama, que, em momentos diferentes, baniu o ingresso de iraquianos e de sírios aos Estados Unidos. Não escrevi ainda o artigo detalhado que gostaria de escrever sobre este assunto. Por isso, deixarei aqui alguns comentários rápidos sobre a “polêmica do momento”. Há muitos aspectos […]

Submissão da Esquerda: proteção ao Islã, difamação ao Cristianismo

Aponte o traje ofensivo ? ou a hipocrisia.
A Amazon retirou o traje “Burca Sexy” (à esq.), após as acusações de “islamofobia”.
E apesar dos protestos clientes católicos, a “Freira Sexy” (à dir.) continua à venda.

Amazon, o maior portal de compras do mundo, vende muitas fantasias de Halloween. Uma das novidades de 2016 é a “Burca Sexy“, manto típico obscurantista que os talibãs e o Estado Islâmico impõem às mulheres. Mas a burca sexy, que na Amazon UK, foi lançada a £18,99, não durou muito no portal.

Europa oriental: a última barreira entre o cristianismo e o islã


O primeiro-ministro húngaro Viktor Orbán é a nêmesis oriental da elite europeia.

Ninguém na Europa além dele se manifesta em defesa do “cristianismo”.
À dir.: Rei João III Sobieski da Polônia na batalha contra os turcos otomanos em Viena em 1683.


O destino da Áustria está em jogo.

Talvez tenha sido mera coincidência o fato do Cardeal Christoph Schönborn, Arcebispo de Viena, cotado para ser o próximo Papa, ter escolhido o dia 12 de setembro, aniversário do Cerco à Viena, quando as tropas otomanas da Turquia por pouco não conquistaram a Europa, para proferir um apelo extremamente dramático para salvar as raízes cristãs da Europa.

Alemanha: é o começo do fim da Era Merkel?

A chanceler alemã Angela Merkel sofreu um duro golpe em 4 de setembro, quando o partido anti-imigração Alternativa para Alemanha (AfD) ficou à frente da União Democrata Cristã (CDU) nas eleições em seu estado natal Mecklenburg-West Pomerania.

Notas sobre o debate Hillary x Trump

Aristóteles ensinava que um discurso retórico era composto por três elementos: ‘logos’, ‘ethos’ e ‘pathos’. O ‘logos’ é a racionalidade do discurso, embora possa o termo possa ser entendido como o próprio discurso. No caso retórico, a argumentação é composta de exemplos e entimemas. O ‘ethos’ refere-se ao carácter e à força de persuasão do orador, e o ‘pathos’ aos sentimentos e crenças do auditório.