Putin


Rússia: cada vez mais agressiva contra a liberdade religiosa, aponta relatório

USCIRF – Press release Nota do ICC – International Christian Concern: Como a Rússia continua a violar incessantemente a liberdade religiosa, a Comissão dos Estados Unidos sobre Liberdade Religiosa (USCIRF), ao divulgar seu relatório anual de 2017, recomenda que a Rússia seja categorizada como um país de particular interesse. Os sistemas jurídico e judicial da […]

Por que a Rússia está por trás dos ataques com armas químicas na Síria?

O regime autoritário russo de Vladimir Putin está por trás dos ataques com armas químicas contra a população civil síria na localidade de Idlib, por razões estratégicas, políticas, geo-políticas e da tradicional guerra psicológica russa de amedrontar o adversário para forçá-lo a agir à sua maneira. 1. Não é segredo para ninguém que a atitude […]

True Outspeak – 14 de março de 2012

{youtube}r2D7K9Y16Wg{/youtube}

 

Notícias comentadas no programa

Igreja Ortodoxa Russa quer proibição nacional de propaganda gayzista para menores de idade

>> No blog de Julio Severo

Campanha anti-Kony é uma farsa

>> No Youtube

CBS mostra reportagem sobre investigação do xerife Joe Arpaio

>> No site WND

Regime de Obama está ameaçando membros da mídia sobre a controvérsia da certidão de nascimento

>> Newsletter no site GrassTopsUSA

Pravda questiona: o que aconteceu com a mídia americana?

>> No site WND

Obama desautoriza o Congresso

>> No Youtube

>> No site do jornal The Washington Times

Projeto de lei para impeachment de Obama apresentado no Congresso

>> No site WND

Estado quer varredura de íris para compra de medicamentos

>> No site WND

Departamento de Justiça se opõe à lei do Texas para identificar eleitor

>> No site da Fox News

A lúcida estratégia de Aécio

>> Artigo de Alberto Carlos Almeida, publicado no jornal Valor Econômico

Pesquisadores brasileiros terão 20 mil bolsas nos Estados Unidos

>> No site jornal O Estado de S. Paulo

“Zombaremos de Jesus, mas não de Maomé”, diz chefão da BBC

>> No blog de Reinaldo Azevedo

Corte Européia impugna proibição de uso de crucifixos por cristãos

>> No site jornal The Telegraph

>> No blog de Reinaldo Azevedo

>> No site da Catholic Family & Human Rights Institute

 

Notícias não comentadas no programa

Professor obtém direito de descobrir autor de email com ofensas

>> No site do jornal Folha de S. Paulo

“Pelado por um mundo + descente”

>> No blog de Reinaldo Azevedo

Isso é o que eles sabem sobre democracia. Ou: Os iluministas ingleses de Dimenstein

>> No blog de Reinaldo Azevedo

Pero Vaz de Caminha e Padre Anchieta têm de ser proibidos nas escolas e banidos das bibliotecas!!!

>> No blog de Reinaldo Azevedo

A estupidez não é verde-amarela apenas! Cristofobia e ódio ao Ocidente querem, agora, censurar Dante Alighieri, acusado de islamofóbico, homofóbico e anti-semita. E eu juro que não estou brincando!

>> No blog de Reinaldo Azevedo

Obama está para acabar com a privacidade na América

>> No site da Conservative Action Alerts

A Vovó Rambo de Melbourne, Austrália

>> No site de Don Oleari

III Marcha Nacional Contra Homofobia em maio

>> No site Eleições Hoje

Marta Suplicy diz que Audiência Pública sobre PLC122 acontecerá em maio

>> No site do projeto de lei

Senadora francesa quer proibir hipersexualização de crianças

>> No site do jornal O Globo

Vem aí o Estatuto da Palavra

>> No site do jornal O Estado de S. Paulo

Dom Keller a respeito da retirada de crucifixos no RS

>> No blog do Bispo Dom Keller

True Outspeak – 7 de março de 2012

{youtube}sPqz4xAjLEY{/youtube}


Notícias comentadas no programa

URGENTE: CONGRESSO PREPARA LEGALIZAÇÃO DO ABORTO E EUTANÁSIA

>> No site de Olavo de Carvalho

Artigo científico defende como moralmente aceitável a morte de um recém-nascido

>> No site do jornal Público

Matar um bebê dá no mesmo que abortar. Para estudiosos de ética, recém-nascidos são “moralmente irrelevantes” e não são “pessoas de verdade”

>> No site do jornal Telegraph

Argumento do infanticídio não surpreende, diz especialista

>> No site World Net Daily

Artigo de Joel Pinheiro: “Como Inutilizar a Política, ou O Movimento Conservador”

>> No site Ad Hominem

Denúncia: Perseguição contra o Pe. Paulo Ricardo na Arquidiocese de Cuiabá

>> No site Bíblia Católica News

Assine a petição em apoio ao Pe. Paulo Ricardo de Azevedo Júnior

>> No site Petições Online

Militares da reserva fazem manifesto contra Dilma

>> No site do jornal O Dia

Oficiais da reserva que criticaram Dilma devem ser advertidos por insubordinação

>> No site do jornal Folha de S. Paulo

Militares reafirmam críticas a Dilma e afrontam Amorim

>> No jornal Folha de S. Paulo

Veja o manifesto dos militares

>> No site A Verdade Sufocada

Confiança na Igreja Católica cresce 4% em um ano, segundo FGV

>> Veja o relatório completo

Após investigação, xerife nos EUA diz que certidão de nascimento de Obama ‘pode ser falsa’

>> No site UOL Notícias

São Petersburgo proíbe propaganda homossexual e pedófila

>> No site RiaNovosti

Trump prevê declaração de guerra como tática pró-reeleição de Obama

>> No site do jornal The Washington Times

Determinada a retirada dos crucifixos dos prédios da Justiça gaúcha

>> No site JusBrasil

Santorum perde apoio dos católicos de Ohio

>> No site da CNN

Romney consegue vitória apertada sobre Santorum em Ohio

>> No site News Max

 

Notícias não comentadas no programa

Maioria é a favor do uso de Forças Armadas contra o crime

>> No site do Diário do Comércio

Brasil em busca de mais influência na política mundial

>> No site da revista Foreign Policy

Estados Unidos enfrenta crise no abastecimento de alimentos

>> No site The Food Crisis

Obama está doando ilhas ricas em petróleo no Alasca para a Rússia

>> No site World Net Daily

Alberto Dines defende regulação da mídia e diz que os jornais apoiaram o golpe militar

>> No site do portal Comunique-se

Receita federal americana em guerra contra tea parties

>> No site World Net Daily

Três anos depois, será que o plano de estímulo de Obama deu algum resultado?

>> Na site Capital Monitor

Advogados da Rawesome Foods presos na Califórnia

>> No site Natural News

Editor de publicação que traz artigo defendendo o assassinato de recém-nascidos diz que o Brasil pratica infanticídio

>> No blog de Reinaldo Azevedo

True Outspeak – 22 de fevereiro de 2012

{youtube}8psowOr784g{/youtube}

 

Notícias comentadas no programa

A ameaça da ONU à liberdade na internet

>> No site do The Wall Street Journal

Vladimir Putin se compromete a proteger cristãos perseguidos em outros países

>> No blog do Julio Severo

Curso superior não tem elevado renda, diz estudo do IBGE

>> No site do jornal Folha de S. Paulo

Pastor Silas Malafaia classificou de “absurda” a acusação de Homofobia

>> No blog inforgospel

Soja está tornando as crianças “gay”

>> No site WND

A fraude alimentar

>> No site WND

Política externa brasileira deve ser exemplo para o mundo

>> Artigo no jornal El País

ONU critica legislação brasileira e cobra país por mortes em abortos de risco

>> No site globo.com

Alemão Sylvester Heereman é nomeado vigário geral dos Legionários de Cristo

>> No site Yahoo! Notícias

 

Notícias não comentadas no programa

EUA: conservadores e liberais

>> No site do jornal Opção

Pequeno traficante não vai mais para prisão

>> No site do jornal O Estado de S. Paulo

Vaticano, em clima celebrativo, é abalado por vazamentos de informação

>> No site UOL Notícias

Putin, o terrível

A expansão externa de Moscou é a continuação lógica do regime autoritário doméstico estabelecido por Vladimir Putin.

Em Reconstruindo a Rússia , publicado quando a União Soviética estava à beira do colapso, Alexander Solzhenitsyn escreveu que “o despertar da autoconsciência nacional russa tem sido, a longo prazo, incapaz de livrar a Rússia da idéia de super potência e de delírios imperiais. Tomou conta dos comunistas a noção falsa e forçada do patriotismo soviético”. Como todas declarações proféticas, era uma leitura sagaz do presente, não do futuro. A invasão russa à Geórgia é poderosa confirmação das palavras de Solzhenitsyn.

Obviamente, pode-se reverter sua argumentação: o imperialismo soviético era uma continuação, não um antecedente, do nacionalismo russo. Vladimir Putin e seu lacaio, o presidente Dmitry Medvedev, reviveram a tradição de expansionismo russo que data a Ivã, o Terrível . A invasão da Geórgia ecoa a anexação russa daquela país em 1801 e novamente em 1921, quando os soviéticos esmagaram uma independência georgiana de curta duração.

Isso tem pouco a ver com proteger os ossetianos do sul, que há poucos anos estavam lutando pela independência tanto da Geórgia quanto da Rússia. E tem pouco a ver com o nítido erro de cálculo do presidente georgiano, Mikheil Saakashvili, ao responder a última provocação da Ossétia do Sul tentando garantir o controle militar daquela região. A Rússia estava planejando isso há algum tempo, como ficou demonstrado pela espantosa eficiência do ataque, com alvos bem além da Ossétia do Sul e da Abkhazia, outra região rebelde, e mobilizando sua frota do Mar Negro.

Seria um erro grosseiro achar que a casus belli possa ser relacionada a ações do Ocidente, como o reconhecimento da independência de Kosovo em detrimento dos sérvios aliados da Rússia ou a pressão da Otan por um sistema antimíssil na Europa Central. Mas esses movimentos imprudentes, por causa da psicologia dos líderes de Moscou, não vieram antes do surgimento do nacionalismo pós-soviético na Rússia.

Bem ao contrário: a expansão externa de Moscou é a continuação lógica do regime autoritário doméstico, que Putin está consolidando há algum tempo com a ajuda do dinheiro abundante do petróleo e do gás natural.

Primeiro, Putin conseguiu que as frágeis instituições democráticas de seu país fossem substituídas por organizações autocráticas. A maioria do sistema de fiscalização foi neutralizada: o Judiciário, partidos políticos, governos locais, a mídia, empresas privadas, regiões separatistas.

As forças de segurança, a Igreja Ortodoxa e a indústria energética se tornaram os pilares do novo regime. Os dois primeiros, já com os pés no nacionalismo russo, precisaram de poucos expurgos. O setor energético exigiu algum trabalho, essa é a razão pela qual a gigantesca empresa Yukos quebrou e sua subsidiária de petróleo foi englobada pelo governo, como foi a Gazprom , a maior produtora de gás natural do mundo.

Uma vez que o controle do Kremlin foi estabelecido, havia pouco o que se pudesse fazer sobre o expansionismo russo. A Europa importa grande quantidade de gás natural e de petróleo da Rússia. A ameaça de reduzir ou interromper os fornecimentos – por exemplo, ao interromper o embarque pela Ucrânia, uma importante rota -, serviu como chantagem à União Européia.

A Rússia gostaria de ter em suas mãos tudo que fica entre o Báltico e o Cáucaso (além disso, seu grande vizinho ao sul, o Cazaquistão, governado por uma tirania sentada no petróleo, já um grande amigo de Moscou).

Mas há alguns obstáculos, incluindo o fato que o Báltico e a maioria dos Balcãs faz parte da União Européia e da Otan. O que deixa a Geórgia e a Ucrânia – cujas revoluções em 2003 e 2004 foram vistas com uma poderosa declaração dos valores ocidentais na região que a Rússia considera como seu quintal – como os alvos mais fáceis.

Os nacionalistas russos, que são impetuosos mas não loucos, sabem muito bem que a Europa Central está fora do alcance, mas eles poderiam minar seriamente esses países se controlarem o vizinho de porta deles, a Ucrânia. E a Geórgia ainda lhes daria controle da rota entre o Mar Cáspio e o Mar Negro, o que quer dizer o Mediterrâneo.

O que temos visto na Geórgia, nos últimos dias, é nada menos do que a decisão perfeitamente racional da Rússia em dar um passo adiante no nacionalismo renascido do país.

É importante entender essa realidade, agora que o debate sobre isolar, se aliar ou ignorar a Rússia deve começar a ficar mais sério no Ocidente.

Em 1990, Solzhenitsyn – ele próprio um tipo de nacionalista russo – escreveu que “deve ser dito bem alto … que … a Transcaucásia será separada inequívoca e irreversivelmente” da Rússia. Imagino o que ele estaria pensando da decisão de seu amigo Putin, para provar que ele estava equivocado.

Notas:

Publicado pelo
Diário do Comércio em 13/08/2008