Venezuela


Guerra é paz, paz é guerra

Enquanto no Brasil o assunto na mídia, nas redes sociais e conversas de botequim gira em torno dos mega-escândalos exibidos na “Operação Lava Jato”, a Venezuela arde e sangra, em meio a um mar de miséria, fome, repressão e assassinatos de gente inocente e desarmada, sem que no Brasil as pessoas se dêem conta. Poucos […]

Não haverá mais oportunidade que agora

Fabulosa, a manifestação do 1 de abril na Colômbia! Milhões saíram às ruas e, apesar de que os grande meios de comunicação invisibilizaram o gigantesco protesto contra Santos e seus acordos com as FARC, foi impossível para este governo corrupto esconder a vergonha do desprezo e a fúria que o povo sente por ele e […]

Santos: a acatar o que o país disse neste 1º de abril

A segunda fase do combate do povo colombiano em defesa de suas liberdades e contra o regime ilegítimo de Juan Manuel Santos, e de seu comparsa, as FARC, começou. As marchas e manifestações pacíficas de ontem em 20 cidades da Colômbia e em algumas do exterior, foram um êxito indiscutível e abriram, queira Santos ou […]

Quem financia o Foro de São Paulo?

Durante todos os anos de existência do Foro de São Paulo (FSP) muitos de nós, estudiosos do tema, nos perguntávamos de onde vinha o dinheiro que financiava essa organização revolucionária: seriam os petro-dólares chavistas? Ou seriam as FARC? Sabemos que George Soros abriu generosamente a carteira em várias ocasiões mas nenhum de nós sabia, até […]

A situação crítica da ditadura Chavista-Madurista na Venezuela

Graça Salgueiro comenta a situação da Venezuela e denuncia as mentiras do regime chavista-madurista para incriminar a oposição pelos seus atos, e ainda mais informações sobre as eleições do Equador e os “médicos” cubanos na missão “Mais Médicos” no Brasil.​

Foro de SP apóia Maduro sem suporte na Venezuela

Numa situação na qual imperam violência, fome, miséria e afrontas constantes, da parte do governo, aos direitos civis mais elementares, o povo e as oposições protestam na Venezuela.

Venezuelanos fogem do paraíso humanista, igualitário e socialista


Pacaraima, com seus cinco mil habitantes, não é um polo turístico, mas ferve de estrangeiros.
Sua modorra foi rompida pelo êxodo do país vizinho

Esses venezuelanos que se mandam para o Brasil, atravessando a fronteira em Pacaraima, devem ser direitistas empedernidos, intransigentemente conservadores, pessoas de muito mau gosto e lerdas de entendimento. Só pode ser isso. Quem, em sã consciência, quereria fugir de um governo que, além de comunista é bolivariano, assim definido pelo talento retórico de Hugo Chávez (de quem se diz estar morto, como se divindades morressem)? Quem quereria fugir?

O espírito comunista: espírito de escassez

A abordagem cristã ao lidar com recursos não deve e não pode abraçar a visão de mundo castrista e seus princípios subjacentes.

Fidel Castro apareceu em público recentemente, e deu uma palestra no 7º Congresso do Partido Comunista, em Cuba. Muito pode ser dito a respeito de seu desarticulado e vago discurso. Hoje, vou me limitar a alguns comentários sobre o espírito que assombrou a sua palestra. Aparentemente, ele invocou o “espírito comunista”. Assim foi a manchete no site de Telsurtv.net. Para a esquerda, totalmente desvinculada da realidade, o espírito comunista representa uma marcha de progresso rumo à perfeição, cheia de lealdade e unidade. No mundo real, a realidade na qual vivem as vítimas do comunismo, o espírito de comunismo é uma fantasma de violência, opressão, sofrimento, e escassez. Especialmente escassez.

A chapa está esquentando

No artigo anterior eu havia comentado que o ano de 2015 havia fechado com reveses para o Foro de São Paulo e agora parece que o cerco está se fechando, embora isso não signifique, de maneira alguma, que o fim dessa organização criminosa esteja chegando.

Aqui no Brasil as operações de incontáveis nomes e etapas realizadas pela Polícia Federal, estão chegando perto do chefão mas ainda é cedo para cantar vitória. Entretanto, embora tenha sido divulgado no Brasil mas sem qualquer repercussão (oxalá, fizeram uma “operação abafa”), o delegado que assina o relatório da “Operação Acarajé” cita com firme convicção que a empresa Odebrecht pagou propina ao ex-secretário de Transportes do governo Cristina Kirchner, Ricardo Jaime – que hoje (25.02) foi processado por “malversação de dinheiro público” em irregularidades no reparo de vagões de trem da empresa Belgrano Norte -, e Ollanta Humala, ninguém menos que o presidente do Peru, apadrinhado e eleito pelo Foro de São Paulo.

E agora, Foro de São Paulo?

Como pôde-se ver, ainda há juízes na Venezuela e o Foro de São Paulo perdeu dessa vez.

O ano de 2015 fecha com alguns revezes para o Foro de São Paulo, embora isso não signifique, como muitos imaginam, o começo do fim da organização criminosa. Para acabar com o Foro é preciso mais, muito mais, entretanto, nada me deixa mais alegre ao vê-lo acumular perdas significativas. Refiro-me às eleições presidenciais na Argentina, que destronou a dinastia Kirchner elegendo o conservador Mauricio Macri, e na Venezuela, onde a coalizão que conforma a Mesa de Unidade Nacional (MUD) mudou todo o cenário na Assembléia Nacional (AN) obtendo 113 cadeiras do total de 167, destituindo o poderoso presidente daquela casa parlamentar, o chefe do “Cartel dos Sóis” Diosdado Cabello.